Artigo - Open Access.

Idioma principal

CULTIVO DE MICROALGA EM MEIO ALTERNATIVO ENRIQUECIDO COM VINHAÇA PARA INDICATIVO DE POTENCIALIDADE NA PRODUÇÃO DE BIOCOMBUSTÍVEIS

FOGAÇA, Flávia Maria; MORAES, Leila Cristina Konradt; OLIVEIRA, Gabriela Andrade de; NAKAGAKI, Jelly Makoto;

Artigo:

A produção de etanol cresceu significativamente nos últimos anos e concomitantemente a isso, aumentou também a produção de vinhaça, que é um efluente de alto teor poluente quando descartado de maneira indevida na natureza. Ainda na busca pela substituição de combustíveis fósseis por combustíveis renováreis, embora de forma mais discreta, o biodiesel tem aos poucos adentrado ao setor energético e pesquisas recentes estudam a viabilidade de utilizar óleo extraído de microalgas para sua produção. Diante disso, este trabalho teve por objetivo avaliar a potencialidade da vinhaça como fonte nutricional para o cultivo da microalga Chlorella sorokiniana e monitorar fatores que possam vir a influenciar seu desenvolvimento, visando a futura produção de biodiesel. Para tal, realizou-se o cultivo da microalga na diluição de 30% de vinhaça por um período total de 60 dias, com aeração constante e fotoperíodo de 12 horas luz/12 horas escuro, tendo como controle e meio de referência ensaios na diluição de 1% de adubo químico N:P:K (0,02:0,005:0,02 kg L-1), nas mesmas condições. Os parâmetros monitorados foram pH e turbidez do meio. Os resultados obtidos apontaram que para as condições estudadas a vinhaça na concentração de 30% se mostrou mais eficiente do que o cultivo com N:P:K (controle) na produção de biomassa.

Artigo:

Palavras-chave: Microalgas, Monitoramento, Vinhaça, Cultivo, Biocombustíveis,

Palavras-chave: ,

DOI: 10.5151/engpro-eneeamb2016-er-007-5073

Referências bibliográficas
  • [1] ANDRADE, M. R.; COSTA, J. A. V. Cultivo da microalga Spirulina platensis em fontes alternativas de nutriente. Ciênc. agrotec. Lavras, v. 32, n. 5, p. 1551-1556, 2008.
  • [2] BORGHETTI, I. A. Avaliação do crescimento da microalga chlorella minutissima em meio de cultura com diferentes concentrações de manipueira. Curitiba, 103 p., 2009. Dissertação (Mestrado) – Universidade Federal do Paraná.
  • [3] CABELLO, P. E.; SCOGNAMIGLIO, F. P.; TERÁN, F. J. C. Tratamento de vinhaça em reator anaeróbio de leito fluidizado. Engenharia Ambiental – Espírito Santo do Pinhal, v. 6, n. 1, p. 321-338, 2009.
  • [4] CARVALHO, E. M.; OTTONELLI, F.; ANSILAGO, M.; GODOY, H. C.; NAKAGAKI, J. M.; RAMIRES, I. Growth kinetics of the microalga Pseudokirchneriella subcapitata (Korshikov) Hindak (Chlorophyceae) in natural water NPK fertilizer. Biochemistry and Biotechnology Reports, v.1, n.2, p. 14-18, 2012.
  • [5] CRUZ, J. I.; PORTUGAL, R. S.; LUCENDO, M. C. H.; ELIS, V. R.; FACHIN, S. J. S.; USTRA, A. T.; BORGES, W. R. Detecção de contaminação de solo por vinhaça através de análise de dados de eletrorresistividade. Revista Brasileira de Geofísica, v.26, n.4, p: 481- 492, 2008.
  • [6] HARDY, E. R.; CASTRO, J. G. D. Qualidade nutricional de três espécies de Clorofícias cultivadas em laboratório. Acta Amazômica, v.30, n.1, p.39-47, 2000.
  • [7] LIRA, R. A.; MARTINS, M. A.; MACHAMO, M. F., CORRÊDO, L. P.; MATOS, A. T. As microalgas como alternativa à produção de biocombustíveis. Engenharia na agricultura, Viçosa- MG, v. 20, n.50, p. 389-403, 2012.
  • [8] LÚCIO, M. J. Cultivo de microalgas Chlorella vulgaris com efluente doméstico como meio de cultura alternativo. Florianópolis, 71 p., 2014. Monografia (Graduação) – Universidade Federal de Santa Catarina.
  • [9] RIBEIRO, P. C. Análise de fatores que influenciam a proliferação de cianobactérias e algas em lagoas de estabilização. Campina Grande – PB, 106 p., 2007. Dissertação (Mestrado) – Universidade Federal de Campina Grande.
  • [10] SANTOS, J. D. Utilização da vinhaça como componente de solução nutritiva para hidroponia. Curitiba, 69 p., 20 Dissertação (Mestrado) – Universidade Federal do Paraná.
  • [11] SILVA, M. A.; GRIEBELER, N. P.; BORGES, L. C. Uso de vinhaça e impactos nas propriedades do solo e lençol freático. Revista Brasileira de Engenharia Agrícola e Ambiental, Campina Grande – PB, v.11, n.1, p.108-114, 2007.
  • [12] SIPAUBA-TAVARES, L. H.; PEREIRA, A. M. L. Large scale laboratory cultures of Ankistrodesmus gracilis (Reisch) Korsikov (Chlorophyta) and Diaphanosoma birgei Korinek, 1981 (Cladocera). Brazilian Journal of Biology, v.68, n.4, p.875-883, 2008.
  • [13] SIPAUBA-TAVARES, L. H.; ROCHA, O. Produção de plâncton (fitoplâncton e zooplâncton) para alimentação de organismos aquáticos. 2. ed. São Carlos: Rima, 2003.
Como citar:

FOGAÇA, Flávia Maria; MORAES, Leila Cristina Konradt; OLIVEIRA, Gabriela Andrade de; NAKAGAKI, Jelly Makoto; "CULTIVO DE MICROALGA EM MEIO ALTERNATIVO ENRIQUECIDO COM VINHAÇA PARA INDICATIVO DE POTENCIALIDADE NA PRODUÇÃO DE BIOCOMBUSTÍVEIS", p. 674-681 . In: Anais do XIV Encontro Nacional de Estudantes de Engenharia Ambiental [= Blucher Engineering Proceedings v.3 n.2]. São Paulo: Blucher, 2016.
ISSN 2357-7592, DOI 10.5151/engpro-eneeamb2016-er-007-5073

últimos 30 dias | último ano | desde a publicação


downloads


visualizações


indexações