Artigo Completo - Open Access.

Idioma principal

CRESCIMENTO DE Spirulina sp. LEB 18 UTILIZANDO DIFERENTES CONCENTRAÇÕES DE NITRATO DE SÓDIO

CORRÊA, A. L.; FONTOURA, M. M.; VEIGA, M. C.; SANTOS, L. O.;

Artigo Completo:

As microalgas possuem alta taxa fotossintética e são conhecidas por apresentarem elevada produção de biomassa, podendo duplicar sua biomassa em apenas um dia. A biomassa microalgal possui composição bioquímica diversificada e devido a isso vem sendo bastante utilizada como fonte de alimento e de energia limpa. A cianobactéria Spirulina se destaca das demais microalgas devido sua composição, que contém ácidos graxos poli-insaturados, vitaminas e elevado teor proteico (60-70%), por isso é muito utilizada em suplementos alimentares. Com o intuito de obter melhores resultados no crescimento celular e na composição proximal da biomassa, podem ser realizadas modificações nas concentrações de nutrientes do meio de cultivo. Para este estudo foi utilizada Spirulina sp. LEB 18 em meio Zarrouk contendo diferentes concentrações de nitrato de sódio (1,875 g L-1 e 2,5 g L-1). Os ensaios foram realizados em fotobiorreatores tubulares de 2 L, com volume útil de 1,8 L durante 16 d a 35 ºC. Diariamente foram realizadas análises para determinação da concentração celular e pH. Para os ensaios contendo a concentração de 1,875 g L-1 de nitrato de sódio, obteve-se concentração de biomassa máxima (Xmáx) de 1,12 ± 0,07 g L-1 e 1,01 ± 0,02 g L-1, utilizando a concentração 2,5 g L-1. O pH dos cultivos ficou na faixa de crescimento da cianobactéria Spirulina de 9,6 a 10,5.

Artigo Completo:

Palavras-chave: microalgas,

Palavras-chave:

DOI: 10.5151/chemeng-cobeqic2017-441

Referências bibliográficas
  • [1] BELAY, A. Mass culture of Spirulina outdoors: the Earthrise farms experience. In: VONSHAK, A. Spirulina platensis (Arthrospira) physiology, cell-biology and biotechnology. London: Taylor & Francis, 233 p. 1997.
  • [2] COLLA, L. M.; REINEHR, C. O.; REICHERT, C.; COSTA, J. A. V. Production of biomass and nutraceutical compounds by Spirulina platensis under different temperature and nitrogen regimes. Bioresource Technology, v. 98, n. 7, p. Spirulina 1489–1493, 2007.
  • [3] KARAM, L. M.; SOCCOL, C. R. Efeito da temperatura e pH no cultivo de Spirulina major. Arq. Ciênc. Vet. Zool. Unipar, v. 10, n. 1, p. 5-7, 2007
  • [4] LOURENÇO, S. O. Cultivo de Microalgas Marinhas: Princípios e Aplicações. São Carlos: RiMa, 2006.
  • [5] MORAIS, M. G.; REICHERT, C. C.; DALCANTON, F.; DURANTE, A. J.; MARINS, L. F.; COSTA, J. A. V. Isolation and characterization of a new Arthrospira Strain. Zeitschrift fur Naturforschung, v. 32, p. 1879–1880, 2008.
  • [6] SHIRAIWA, Y.; GOYAL, A.; TOLBERT, N. E. Alkalization of the medium by unicellular green algae during uptake of dissolved inorganic carbon. Plant Cell Physiology, v. 34, n. 5, p. 649-657, 1993.
  • [7] VONSHAK, A. Spirulina platensis (Arthrospira): physiology, cell-biology and biotechnology. London: Taylor & Francis, 199
  • [8] ZARROUK, C., 1966. Contribution à l’étude d’une cyanophycée. Influence de divers facteurs physiques et chimiques sur la croissance et la photosynthèse de Spirulina maxima. Ph.D Thesis, Université de Paris.
Como citar:

CORRÊA, A. L.; FONTOURA, M. M.; VEIGA, M. C.; SANTOS, L. O.; "CRESCIMENTO DE Spirulina sp. LEB 18 UTILIZANDO DIFERENTES CONCENTRAÇÕES DE NITRATO DE SÓDIO", p. 2772-2776 . In: Anais do XII Congresso Brasileiro de Engenharia Química em Iniciação Científica [=Blucher Chemical Engineering Proceedings, v. 1, n.4]. ISSN Impresso: 2446-8711. São Paulo: Blucher, 2017.
ISSN 2359-1757, DOI 10.5151/chemeng-cobeqic2017-441

últimos 30 dias | último ano | desde a publicação


downloads


visualizações


indexações