Artigo completo - Open Access.

Idioma principal | Segundo idioma

Contribuições do Design da informação para a visibilidade de conteúdos que perpassem a temática LGBT, diversidade de gênero e sexualidade convergidos em Repositórios Digitais

Contributions of Information Design to the visibility of contents that cross the LGBT theme, gender diversity and sexuality converged in Digital Repositories

Jorente, Maria José Vicentini; Apocalypse, Simão Marcos;

Artigo completo:

O desenvolvimento das Tecnologias de Informação e Comunicação (TIC), pós Segunda Guerra Mundial trouxe consideráveis mudanças referentes à produção e acesso à informação. Esse desenvolvimento possibilitou a criação de diversos recursos, como Repositórios Digitais (RD). A problemática apresentada no presente trabalho consiste na seguinte questão: de que maneira o Design dos recursos utilizados no repositório digital da Unesp permite visualizar as produções científicas relacionadas à temáticas LGBT, diversidade de gênero e sexualidade? O estudo tem como objetivo identificar as contribuições do Design da Informação (DI) para a visibilidade de pesquisas que versem sobre temáticas pouco disseminadas convergidas em RD, bem como contribuir para o melhoramento no compartilhamento de informações convergidas em repositórios, à toda sociedade de forma eficiente e eficaz. Justifica-se pela necessidade do compartilhamento de conteúdos pouco disseminados. A metodologia utilizada é de caráter teórico exploratório, que consiste em uma revisão de literatura referente às temáticas abordadas e um estudo exploratório do Repositório Institucional da Unesp. A característica dinâmica do DI torna possível identificar os princípios adequados a sua aplicação em repositórios, configurando um campo de estudo para a construção eficiente e eficaz desses espaços, cuja principal função é o compartilhamento de conhecimentos e contribuir para a eliminação da ignorância sobre a diversidade de gênero e sexualidade.

Artigo completo:

The development of Information and Communication Technologies (ICT), after World War II, has brought about considerable changes regarding the production and access to information. This development allowed the creation of several resources such as Digital Repositories (DR). The problem presented in the present work is the following question: in what way does the Design of the resources used in the Unesp repository allow visualizing the scientific productions related to LGBT themes, gender diversity and sexuality? The objective of this study is to identify the contributions of Information Design (ID) to the visibility of researches that deal with little disseminated themes converged in DR, as well as to contribute to the improvement in the sharing of information converged in repositories throughout society in an efficient and effective manner. It is justified by the need to share slight disseminated content. The methodology used is of an exploratory theoretical nature, which consists of a review of the literature on the topics addressed and an exploratory study of the Institutional Repository of Unesp. The dynamic characteristic of the ID makes it possible to identify the appropriate principles for its application in repositories, configuring a field of study for the efficient and effective construction of these place, whose main function is the sharing of knowledge and contribute to the elimination of ignorance about the diversity of gender and sexuality.

Palavras-chave: Design da Informação, Repositórios institucionais, LGBT, Diversidade de Gênero e Sexualidade,

Palavras-chave: Information Design, Institutional Repositories, LGBT, Gender Diversity and Sexuality,

DOI: 10.5151/9cidi-congic-4.0058

Referências bibliográficas
  • [1] Boso, A. K. (2011). Repositórios de instituições federais de ensino superior e suas políticas: análise sob o aspecto das fontes informacionais. Dissertação de mestrado, Universidade Federal de Santa Catarina, Programa de Pós-Graduação em Ciência da Informação, Florianópolis, SC, Brasil. Disponível em: https://repositorio.ufsc.br/bitstream/handle/123456789/95776/296890.pdf?sequence=1&isAllowed=y
  • [2] Brasil. (2013). Relatório sobre violência homofóbica no Brasil: ano de 201 Brasília: Secretaria de Direitos Humanos da Presidência da República. Recuperado em 10 maio, 2019, de http://bibspi.planejamento.gov.br/bitstream/handle/iditem/571/RELATORIO%20VIOLENCIA%20HOMOFOBICA%20ANO%20201pdf?sequence=1&isAllowed=y
  • [3] Butler, J. (2014). Regulações de gênero. Cadernos Pagu. 42, 249-274. Recuperado em 10 maio, 2018, de http://www.scielo.br/pdf/cpa/n42/0104-8333-cpa-42-00249.pdf
  • [4] Costa, S. M. S. A. (2005). Comunicação científica nos dias atuais: impactos de uma "Filosofia Aberta" In: C.H. Marcondes, H. Kuramoto, L. B. Toutain ‘&’ L. Sayão (orgs). Bibliotecas digitais: saberes e práticas. Salvador/Brasília: UFBA/IBICT.
  • [5] Grupo Gay Da Bahia. (2017). Pessoas LGBT mortas no Brasil: relatório 2017. Recuperado em 10 maio, 2019, de https://homofobiamata.files.wordpress.com/2017/12/relatorio-2081.pdf
  • [6] Jorente, M. J. V. (2015). Tecnologia e design da informação: interdisciplinaridades e novas perspectivas para a Ciência da Informação. Bauru, São Paulo: Canal
  • [7] Leite, F. C. L. (2009). Como gerenciar e ampliar a visibilidade da informação científica brasileira Repositórios Institucionais de Acesso Aberto. 2. ed. Brasília: IBICT. Recuperado em 08 junho, 2018, de http://livroaberto.ibict.br/bitstream/1/775/4/Como gerenciar e ampliar a visibilidade da informação científica brasileira.pdf
  • [8] Leite, F. et al. (2012). Repositórios institucionais: boas práticas para a construção de repositórios institucionais da produção científica. Brasília: IBICT.
  • [9] Marcondes C. H; Sayão L. F. (2009). Repositórios institucionais e livre acesso In. L. Sayão, L. B. Toutain, F. G. Rosa ‘&’ C. H. Marcondes (Org.). Implantação e gestão de repositórios institucionais: políticas, memória, livre acesso e preservação. Bahia: Edufba.
  • [10] Pettersson, R. (2012). It Depends: Information Design – Principles and Guidelines, 4th Edition. Institute for Infology. Retrieved may, 16, 2019, from http://www.iiid.eu/PublicLibrary/PetterssonRune-ID-It-Depends.pdf
  • [11] Planella Ribera, J. (2017). Corpo, cultura e educação. Tradução de Maria José Vicentini Jorente; Natalia Nakano; Lais Alpi Landim. São Paulo: Cultura Acadêmica.
  • [12] Repositório Intitucional Unesp. (2016). Grupo Gestor do Repositório Institucional UNESP. Regulamento Interno do Repositório Institucional UNESP. Universidade Estadual Paulista (UNESP). Recuperado em 10 maio, 2019, de http://hdl.handle.net/11449/144653.
  • [13] Repositório Intitucional Unesp. (2019). Perguntas frequentes. Recuperado em 10 maio, 2019, de https://repositorio.unesp.br/page/about
  • [14] Rosa F. G. (2009). Implantação do repositório institucional da Universidade Federal da Bahia: uma política de acesso à produção científica In. L. Sayão, L. B. Toutain, F. G. Rosa ‘&’ C. H. Marcondes (Org.). Implantação e gestão de repositórios institucionais: políticas, memória, livre acesso e preservação. Bahia: Edufba.
Como citar:

Jorente, Maria José Vicentini; Apocalypse, Simão Marcos; "Contribuições do Design da informação para a visibilidade de conteúdos que perpassem a temática LGBT, diversidade de gênero e sexualidade convergidos em Repositórios Digitais", p. 1560-1572 . In: Anais do 9º CIDI | Congresso Internacional de Design da Informação, edição 2019 e do 9º CONGIC | Congresso Nacional de Iniciação Científica em Design da Informação. São Paulo: Blucher, 2019.
ISSN 2318-6968, DOI 10.5151/9cidi-congic-4.0058

últimos 30 dias | último ano | desde a publicação


downloads


visualizações


indexações