Artigo - Open Access.

Idioma principal

COMPARAÇÃO DA VARIAÇÃO DE TEMPERATURA INTERNA DE UM AMBIENTE REVESTIDO COM TELHADO VERDE E UM COM TELHADO CONVENCIONAL

VIEIRA, Thomas Jeferson; FLEISCHFRESSER, Luciano; PRUDENTE, Lucas Augusto;

Artigo:

A diminuição de áreas verdes em ambientes urbanos pode afetar negativamente o conforto térmico em microescala, sendo necessário um gasto futuro a fim de proporcionar uma temperatura agradável dentro de residências. Este trabalho teve como objetivo apresentar uma comparação da variação das temperaturas internas de um ambiente com telhado coberto por grama formando uma cobertura verde extensiva em relação a um telhado convencional de fibrocimento. Para a realização do experimento foram construídos dois cômodos nas mesmas dimensões com madeira de compensado naval, diferindo apenas na composição do telhado. Os módulos de telhado verde consistiram em uma caixa de madeira, sobreposta por uma camada de impermeabilização, uma camada de filtragem, substrato e placas de grama Zoysia japônica da família Poaceae. Ambos os cômodos estiveram expostos as mesmas condições durante todo o experimento, a fim de se verificar o comportamento das temperaturas internas medidas com termômetros digitais. Durante o período em que o experimento se sucedeu, de 16 de Abril a 17 de Julho, observou-se que o cômodo com telhado verde apresentou uma amplitude menor de variação de temperatura em relação ao cômodo com fibrocimento. Isto é, durante os momentos de maior aquecimento o telhado verde apresentou uma temperatura mais baixa, e nos períodos de pouca ou nenhuma radiação solar, o telhado verde em sua maioria das vezes não chegou a esfriar tanto como o de fibrocimento. Notou-se também que o telhado convencional tendeu a esfriar mais rápido com o chegar da noite.

Artigo:

Palavras-chave: Telhado verde, Temperatura, Sustentabilidade,

Palavras-chave: ,

DOI: 10.5151/engpro-eneeamb2016-mc-002-4836

Referências bibliográficas
  • [1] MORAIS, Carolina Santana de. Desempenho Térmico de Coberturas Vegetais em Edificações na Cidade de São Carlos/SP. 108 f. Dissertação (Mestrado). Departamento de Engenharia Civil, Universidade Federal de São Carlos, São Paulo, 2004.
  • [2] RIGÃO, Alessandro Onofre. Comportamento de Pequenas Parede de Alvenaria Estrutural frente a Altas Temperaturas. Dissertação de Mestrado. Universidade Federal de Santa Maria. Santa Maria- RS, 201
  • [3] SAILOR, David J. ELLEY, Timothy B. GIBSON, Max. Exploring the Building Energy Impacts of Green Roof Design Decisions – A Modeling Study of Buildings in 4 Distinct Climates. Department of Mechanical and Materials Engineering, Portland State University, Portland. Journal of Building Physics. v. 35. 2012.
  • [4] VACILIKIO, Douglas V. Comparação das Temperaturas Internas de Ambientes com Telhado Verde e Convencional. 2011. 42 f. Monografia. (Curso Superior de Tecnologia em Gestão Ambiental) – Coordenação de Ambiental, Universidade Tecnológica Federal do Paraná. Campo Mourão, 2011.
  • [5] VECCHIA, Francisco. Cobertura Verde Leve (CVL): Ensaio Experimental. ENCAC – ELACAC. Maceió, Alagoas, Brasil. 5 a 7 de Outubro de 200 p. 2-10.
  • [6] VELASQUEZ, Linda S. Organic Greenroof Architecture: Sustainable Design for the New Millennium. Wiley Periodicals, Inc Environmental Quality Management/Summer 2005. p. 2-18
Como citar:

VIEIRA, Thomas Jeferson; FLEISCHFRESSER, Luciano; PRUDENTE, Lucas Augusto; "COMPARAÇÃO DA VARIAÇÃO DE TEMPERATURA INTERNA DE UM AMBIENTE REVESTIDO COM TELHADO VERDE E UM COM TELHADO CONVENCIONAL", p. 805-812 . In: Anais do XIV Encontro Nacional de Estudantes de Engenharia Ambiental [= Blucher Engineering Proceedings v.3 n.2]. São Paulo: Blucher, 2016.
ISSN 2357-7592, DOI 10.5151/engpro-eneeamb2016-mc-002-4836

últimos 30 dias | último ano | desde a publicação


downloads


visualizações


indexações