- Open Access.

Idioma principal

CARACTERIZAÇÃO FÍSICO-QUÍMICA DA PALHA DE MILHO OBTIDA DURANTE A ETAPA DE COLHEITA

BOHN, L. R.; CASARA, V. P.; DRESCH, A. P.; MIBIELLI, G. M.; BENDER, J. P.;

:

O Brasil é o segundo maior produtor de álcool combustível do mundo. O etanol atualmente produzido em nosso país é proveniente da fermentação do caldo de cana-de-açúcar e do melaço, substratos ricos em sacarose. A produção brasileira, no entanto, embora já bastante expressiva, pode vir a ter um aumento substancial quando a obtenção desse combustível for viabilizada também a partir de biomassa lignocelulósica. Nesse contexto, a biomassa de milho aparece como destaque no cenário nacional e estadual. Em 2015, o estado de Santa Catarina produziu, em seus 465,4 mil hectares de área plantada, aproximadamente 2,5 milhões de toneladas de palha de milho. Há ainda, porém, grandes desafios a serem enfrentados para viabilizar essa forma de produção de etanol, que pressupõem a otimização das etapas de pré-tratamento da biomassa, hidrólise dos polissacarídeos e fermentação dos hidrolisados. Desse modo, a viabilidade e o desenvolvimento de tecnologias viáveis para a produção de bioetanol, a partir da palha de milho, perpassam, fundamentalmente, pela caracterização química da matéria-prima. Assim, neste trabalho realizou-se a caracterização química da palha de milho, quanto à umidade, cinzas e extrativos. Os resultados demonstraram que a palha apresenta um baixo conteúdo de matéria inorgânica e lignina insolúvel e um alto conteúdo de extrativos.

:

Palavras-chave: combustível,

Palavras-chave:

DOI: 10.5151/chemeng-cobeqic2017-236

Referências bibliográficas
  • [1] BANERJEE, R.; PANDEY, Bio-industrial applications of sugarcane bagasse: a
  • [2] technological perspective. International Sugar Journal, Glamorgan, v.104, n.1328,
  • [3] 2002.
  • [4] HAMES, B., RUIZ, R., SCARLATA, C., SLUITER, A., SLUITER, J., TEMPLETON, D.
  • [5] Preparation of Samples for Composition Analysis. Nat. Ren. Energy Lab., v. 1-12,
  • [6] 2005.
  • [7] LUANA E. R. P. Produção e avaliação de briquetes de resíduos lignocelulósicos.
  • [8] Dissertação do Programa de Pós-Graduação em Ciência e Tecnologia da Madeira.
  • [9] Universidade Federal de Lavras. Lavras – MG. 2010, p. 83.
  • [10] RABELO, S. C. Avaliação e otimização de pré-tratamentos e hidrólise enzimática do bagaço
  • [11] de cana-de-açúcar para a produção de etanol de segunda geração. Tese Doutorado em
  • [12] Engenharia Química. Universidade Estadual de Campinas – Unicamp, Faculdade de
  • [13] Engenharia Química, Programa de Pós-Graduação em Engenharia Química. Campinas –
  • [14] SP. 2010.
  • [15] SALAZAR, R. F. S.; SILVA, G. L. P.; SILVA, M. L. C. P. Estudo da composição da palha de
  • [16] milho para posterior utilização como suporte na preparação de compósitos. Faculdade
  • [17] de Engenharia Química de Lorena – FAENQUIL. Lorena – SP. 2005, p.7.
  • [18] SLUITER, A., RUIZ, R., SCARLATA, C., SLUITER, J., TEMPLETON, D. Determination
  • [19] of total solids in biomass. Nat. Ren. Energy Lab., v. 1-6, 2005.
  • [20] SOUZA, C.C et al. Produtividade Do Sorgo Granífero Cv. Sacarino E Qualidade De
  • [21] Produtos Formulados Isoladamente Ou Combinados Ao Caldo De Cana-De-
  • [22] Açúcar. Ciência e Tecnologia, v25. Campinas, 2005.
  • [23] TAPPI- Technical Association oh the Pulp and Paper Industry. TAPPI test methods T 204
  • [24] om-88: solvent extractives of wood and pulp. Atlanta: Tappi Technology Park, 1996.
Como citar:

BOHN, L. R.; CASARA, V. P.; DRESCH, A. P.; MIBIELLI, G. M.; BENDER, J. P.; "CARACTERIZAÇÃO FÍSICO-QUÍMICA DA PALHA DE MILHO OBTIDA DURANTE A ETAPA DE COLHEITA", p. 1305-1310 . In: Anais do XII Congresso Brasileiro de Engenharia Química em Iniciação Científica [=Blucher Chemical Engineering Proceedings, v. 1, n.4]. ISSN Impresso: 2446-8711. São Paulo: Blucher, 2017.
ISSN 2359-1757, DOI 10.5151/chemeng-cobeqic2017-236

últimos 30 dias | último ano | desde a publicação


downloads


visualizações


indexações