Artigo - Open Access.

Idioma principal | Segundo idioma

Canais de Transferência de Conhecimento e de Tecnologia no Setor de TI: uma discussão para além do patenteamento com base em casos da UFPE

Knowledge and Technology Transfer Channels in the IT Sector: a discussion beyond patenting based on UFPE cases

Coelho, Paula Geralda Barbosa; Rapini, Márcia Siqueira;

Artigo:

O licenciamento de patentes é um canal para transferência de tecnologia que tem sido incentivado nas universidades. Contudo, estudos mais recentes apontam que a patente é apenas um dos caminhos para transferência de tecnologia e a criação e distribuição de valor e que muitas vezes envolve pouca transferência de conhecimento tácito e know-how. O setor de Tecnologia da Informação (TI), ao longo dos anos, tem sido propício para a prática de empreendedorismo acadêmico e para a transferência de conhecimento e tecnologia (TCT). Este trabalho tem como objetivo apresentar canais de TCT utilizados por professores empreendedores da área de Tecnologia da Informação da Universidade Federal de Pernambuco (UFPE). A partir da aplicação do método roadmapping, com abordagem retrospectiva, foram identicados na trajetória da vida de inovação dos professores empreendedores os canais utilizados na TCT. Os resultados apontam o uso de cinco canais para a criação e distribuição de valor (tangível e intangível) tanto para a universidade quanto para o professor, seus alunos e para a sociedade. Os canais são: Criação de Spin-offs Acadêmicas (SOAs); Projetos Cooperativos de Pesquisa e Desenvolvimento (P&D); Prestação de Serviços; Residência Tecnológica; e Formação de Empreendedores. Os resultados apresentados nos estudos de caso desmitificam a patente como único canal para a TCT com criação e distribuição de valor neste setor.

Artigo:

Patent licensing is a channel for technology transfer that has been encouraged in universities. However, more recent studies point out that the patent is just one of the ways for technology transfer and the value creation and distribution and that it often involves little transfer of tacit knowledge and know-how. The Information Technology (IT) sector, over the years, has been conducive to the practice of academic entrepreneurship and knowledge and technology transfer (KTT). This work aims to present KTT channels used by entrepreneurial professors in the area of Information Technology at the Federal University of Pernambuco (UFPE). From the application of the roadmapping method, with a retrospective approach, the channels used in KTT were identified in the innovation life trajectory of entrepreneurial professors. The results point to the use of five channels for the creation and distribution of value (tangible and intangible), both for the university and for the professor, its students, and society. The channels are Academic Spin-offs (ASOs) Creation, Collaborative Research and Development (R&D) Projects, Academic Consulting, Technology Residency, and Entrepreneurs Training. The results presented in the case studies demystify the patent as the only channel for TCT with the creation and distribution of value in this sector.

Palavras-chave: Empreendedorismo acadêmico; Professores empreendedores; Tecnologia da informação; Transferência de conhecimento e de tecnologia; Universidade federal pública brasileira,

Palavras-chave: Academic entrepreneurship; Entrepreneurial professors; Information technology; Knowledge and technology transfer; Brazilian federal public university,

DOI: 10.5151/vi-enei-822

Referências bibliográficas
  • [1] ACEMOGLU, D. Introduction to Modern Economic Growth. The MIT Press, Cambridge, Massachusetts. 2009.
  • [2] AHLUWALIA, M. S. Income distribution and development: Some stylized facts. The American Economic Review, v. 66, n. 2, p. 128-135, 1976.
  • [3] BAGOLIN, I. P.; GABE, J.; RIBEIRO, E. P. Crescimento e desigualdade no Rio Grande do Sul: uma revisão da curva de Kuznets para os municípios gaúchos (1970-1991). Encontro de Economia Gaúcha, v. 2, 2004.
  • [4] BARRO, R.; SALA-I MARTIN, X. Economic Growth. MIT Press, EUA, 2 edition. 200
  • [5] BÊRNI, D.; MARQUETTI, A. A.; KLOECKNER, R. A desigualdade econômica no Rio Grande do Sul: primeiras investigações sobre a curva de Kuznets. Ensaios FEE, v. 23, p. 443-466, 2002.
  • [6] COX, N. J. Speaking Stata: Smoothing in various directions. Stata Journal, 5: 574–593. 2005.
  • [7] FIELDS, G. S. Accounting for income inequality and its changes: A new method with application to the distribution of earnings in the United States. Research in Labour Economics, vol. 22, p. 1-38, 2003.
  • [8] GREENE, W. A. Econometric Analysis, 7th Edn., Pearson, New York University. 2012.
  • [9] HOFFMANN, R. Transferências de renda e a redução da desigualdade no Brasil e cinco regiões entre 1997 e 2004. Revista Econômica, v. 8, n. 1, p. 55-81, 2006a.
  • [10] HSIAO, C. Analysis of panel data. 3. ed. New York: Cambridge University Press, 2014.
  • [11] KUZNETS, S. Economic growth and income inequality. The American economic review, v. 45, n. 1, p. 1-28, 1955.
  • [12] LANGONI, C. G. A economia da transformação. Rio de Janeiro: Biblioteca do Exército, 1976.
  • [13] LIST, J. A.; GALLET, C. A. The Kuznets Curve: What Happens After the Inverted‐U?. Review of development economics, v. 3, n. 2, p. 200-206, 1999.
  • [14] MINCER, J. Schooling, experience, and earnings. National Bureau of Economic Research, Columbia University Press, New York, 1974.
  • [15] NELSON, R. R., PHELPS, E. S. Investment in Humans, technological diffusion and economic growth. American Economic Review, v. 56, May 1966.
  • [16] NORDHAUS, W. D. An economic theory of technological change. American Economic Review, v. 59, n. 2, May 1969.
  • [17] OZTURK, L. Williamson-Kuznets’ hypothesis: some evidence from turkish provincial data. Reforma, v. 2, n. 46, p. 1-3, 2010.
  • [18] PIKETTY, T. O capital no século XXI. Editora Intrínseca, 2014.
  • [19] ROMER, P. M. Increasing returns and long-run growth. Journal od Political Economy, v. 94, n. 5, 1986.
  • [20] SCHULTZ, T. W. Reflections on investment in human capital. American Economic Review, v. LI, March 1961.
  • [21] SOARES, S. S. D. Análise de bem-estar e decomposição por fatores da queda na desigualdade entre 1995 e 2004. Revista Econômica, v. 8, n. 1, p. 83-115, 2006.
  • [22] TAQUES, F. H; MAZZUTTI, C. C. T. P. C. Qual a relação entre desigualdade de renda e nível de renda per capita? Testando a hipótese de kuznets para as unidades federativas brasileiras. Planejamento e Políticas Públicas, 2010.
  • [23] WILLIAMSON, J. Regional inequality and the process of national development: a description of the patterns. Economic Development and Cultural Change, v. 13, n. 1, p. 3-45,1965.
Como citar:

Coelho, Paula Geralda Barbosa; Rapini, Márcia Siqueira; "Canais de Transferência de Conhecimento e de Tecnologia no Setor de TI: uma discussão para além do patenteamento com base em casos da UFPE", p. 785-806 . In: Anais do VI Encontro Nacional de Economia Industrial e Inovação (ENEI): “Indústria e pesquisa para Inovação: novos desafios ao desenvolvimento sustentável”. São Paulo: Blucher, 2022.
ISSN 2357-7592, DOI 10.5151/vi-enei-822

últimos 30 dias | último ano | desde a publicação


downloads


visualizações


indexações