Artigo Completo - Open Access.

Idioma principal

BIODEGRADAÇÃO E ADESÃO PLAQUETÁRIA EM VASOS DE NANOCELULOSE BACTERIANA

SOUZA, V. H.; COLLA, G.; BERTI, F. V.; PORTO, L. M.;

Artigo Completo:

Os vasos de nanocelulose bacteriana (BNC) fazem parte de uma abordagem da área de engenharia tecidual que tenta gerar métodos paliativos para patologias cardiovasculares. Para a validação do uso de estruturas tubulares de BNC como substitutos de vasos sanguíneos faz-se necessária a avaliação da hemocompatibilidade do biomaterial utilizando-se testes como a biodegradação em plasma sanguíneo e a adesão plaquetária. Foram produzidos moldes de silicone para a produção de vasos de BNC nos formatos de vasos sanguineos saudáveis, vasos com arteriosclerose e vasos com aneurisma. Os vasos resultantes adquiriram os formatos desejados e a modelagem dos moldes de silicone pode proporcionar inúmeros tipos de alterações em suas estruturas permitindo assim que os vasos de BNC que mimetizem doenças como aneurisma e arteriosclerose possam ser usados como modelo de estudo dessas patologias. Os testes de biodegradação em plasma sanguíneo e adesão plaquetária indicaram que o material não degrada em plasma sanguíneo, mas que, ao entrar em contato com plaquetas, forma uma rede de fibrina que identifica o processo de coagulação sanguínea. Esta rede de fibrina forma-se em menor quantidade no lado denso do biomaterial e em maior quantidade no lado poroso, dessa forma caracteriza-se o biomaterial como potencialmente trombogênico.

Artigo Completo:

Palavras-chave: nanocelulose bacteriana,

Palavras-chave:

DOI: 10.5151/chemeng-cobeqic2017-158

Referências bibliográficas
  • [1] BONI, A.; PUGLIESE, C.; PATIN, R. V. Vitaminas antioxidantes e prevenção da arteriosclerose na infância, 28(4), 373–380, 2010.
  • [2] CASTRO, C.; ZULUAGA, R.; PUTAUX, J.-L.; CARO, G.; MONDRAGON, I.; GAÑÁN, P. Structural characterization of bacterial cellulose produced by Gluconacetobacter swingsii sp. from Colombian agroindustrial wastes. CarbohydratePolymers, v. 84, n. 1, p. 96-102, 2011.
  • [3] COLLA, G.; PORTO, L. M. Development of artificial blood vessels through tissue engineering. BMC Proceedings. Vol. 8. No. 4. BioMed Central, 2014
  • [4] CUNHA, T. F.; MANETTA, A. P.; SILVA, F. M.; SILVA, C. V.; HIGA, O. Z. Padronização do parâmetro de trombogenicidade utilizando índice semi-quantitativo baseado nos eventos celulares da cascata de coagulação. Congresso Latino Americano de órgãos artificiais e biomateriais – COLAOB , 201
  • [5] GARTNER, L. P.; HIATT, J. L. Tratado de histologia em cores. Elsevier, 2007.
  • [6] GORBET, Maud B.; MICHAEL V. Sefton. Biomaterial-associated thrombosis: roles of coagulation factors, complement, platelets and leukocytes. Biomaterials 25.26, 5681-5703, 2004.
  • [7] RIAMBAU, V.; GUERRERO, F.; MONTAÑÁ, X.; GILABERT, R. Aneurisma de aorta abdominal y enfermedad vascular renal. Revista Española de Cardiología, 60(6), 639–654, 200
Como citar:

SOUZA, V. H.; COLLA, G.; BERTI, F. V.; PORTO, L. M.; "BIODEGRADAÇÃO E ADESÃO PLAQUETÁRIA EM VASOS DE NANOCELULOSE BACTERIANA", p. 916-921 . In: Anais do XII Congresso Brasileiro de Engenharia Química em Iniciação Científica [=Blucher Chemical Engineering Proceedings, v. 1, n.4]. ISSN Impresso: 2446-8711. São Paulo: Blucher, 2017.
ISSN 2359-1757, DOI 10.5151/chemeng-cobeqic2017-158

últimos 30 dias | último ano | desde a publicação


downloads


visualizações


indexações