setembro 2018 vol. 1 num. 5 - XXII Congresso Brasileiro de Engenharia Química

Pôster - Open Access.

Idioma principal

BIODEGRADAÇÃO DE PARTÍCULAS DE PECTINA E VINHAÇA EM SOLO

BETTANI, S. R; CERRI, B.C; RAGAZZO, G. O; SANTOS, N. L; SOARES, M. R; da SILVA, M. A; , ;

Pôster:

Este trabalho teve como objetivo a avaliação da biodegradação em solo de partículas de pectina/vinhaça e pectina/água (controle). As partículas foram produzidas pela técnica de gotejamento em solução reticulante, seguida de secagem. A cinética de biodegradação das partículas em solo foi avaliada por respirometria. As partículas de pectina/vinhaça apresentaram % de mineralização de 90,6% após 36 dias de contato com o solo, demonstrando que estas podem representar uma alternativa para o uso da vinhaça como fertilizante organomineral.

Pôster:

Palavras-chave: biodegradação,

Palavras-chave:

DOI: 10.5151/cobeq2018-PT.0809

Referências bibliográficas
  • [1] ANDERSON JP, Soil respiration. In: Methods of soil analysis, part 2, Chemical and microbiological properties. 2nd ed. Madisom, 1982. p. 831-87
  • [2] ASTM. Standard test method for determining aerobic biodegradation in soil of plastic materials or residual plastic materials after composting. D 5988-03. Philadelphia, 2003.
  • [3] BRASIL. Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento. Instrução Normativa nº 06, de 10 de março de 2016. Brasília: MAPA, 2016. 33p.
  • [4] CETESB. Companhia de Tecnologia de Saneamento Ambiental. NT P231.Vinhaça: critérios e procedimentos para aplicação no solo agrícola. São Paulo: Cetesb, 2006.12 p.
  • [5] CONAB. Companhia Nacional de Abastecimento. Acompanhamento da safra brasileira de cana-de-açúcar–Safra 2017/18 3° Levantamento, v.4, n.3. Brasília: CONAB, 2017, 77p.
  • [6] ELIA NETO A, Estado da arte da vinhaça. São Paulo: ÚNICA, 201 31p. FANG Y, AL-ASSAF S, PHILLIPS GO, NISHINARI K, FUNAMI T, WILLIAMS PA, Binding behavior of calcium to polyuronates: comparison of pectin with alginate. Carbohydr Polym, v. 72, p. 334-341, 2008.
  • [7] GHORMADE V, DESHPANDE MV, PAKNIKAR KM. Perspectives for nano-biotechnology enabled protection and nutrition of plants. Biotechnol. Adv, v. 29, n. 6, p. 792-803, 2011.
  • [8] RAIJ B van, ANDRADE JC, CANTARELLA H, QUAGGIO JA, Análise química para avaliação da fertilidade de solos tropicais. Campinas: IAC, 2001. 285 p.
  • [9] RUTIAGA MO, GALAN LJ, MORALES LH, GORDON SH, IMAM SH, ORTS WJ, NINO KA, Mechanical property and biodegradability of cast films prepared from blends of oppositely charged biopolymers. J. Polym. Environ, 13(2), 185-191, 2005.
  • [10] SOARES MR, CASAGRANDE JC, NICOLOSO RS, Uso da vinhaça da cana-de-açúcar como fertilizante: eficiência agronômica e impactos ambientais. In: Gestão ambiental na agropecuária. Brasília: EMBRAPA, 2014. cap. 4. p. 145-198.
Como citar:

BETTANI, S. R; CERRI, B.C; RAGAZZO, G. O; SANTOS, N. L; SOARES, M. R; da SILVA, M. A; , ; "BIODEGRADAÇÃO DE PARTÍCULAS DE PECTINA E VINHAÇA EM SOLO", p. 3052-3055 . In: . São Paulo: Blucher, 2018.
ISSN 2359-1757, DOI 10.5151/cobeq2018-PT.0809

últimos 30 dias | último ano | desde a publicação


downloads


visualizações


indexações