setembro 2018 vol. 1 num. 5 - XXII Congresso Brasileiro de Engenharia Química

Pôster - Open Access.

Idioma principal

AVALIAÇÃO DO POTENCIAL DA CASCA DO CAFÉ PARA PRODUÇÃO DE BIOETANOL

DOGNANI, J; MARTINEZ, E. L; MARTINEZ, P. F. M;

Pôster:

A fim de avaliar o potencial da casca de café para a produção debioetanol, faz-se necessária a correta determinação de sua composição. Desta forma,neste trabalho, aplicou-se o protocolo padrão para análise de biomassa proposto pelaNREL (National Renewable Energy Laboratory) à caracterização da casca de café. Ametodologia mostrou-se adequada com desvio relativo total de 2,7%. Baseando-se naanálise composicional e em rendimentos teóricos, calculou-se o potencial de produçãode bioetanol, verificando-se que seria possível obter 215,2L de etanol / t de casca decafé, o que corresponde a uma produção 14,13% inferior, mas compatível, com autilização do bagaço de cana de açúcar (250,62L de etanol / t de bagaço de cana deaçúcar).

Pôster:

Palavras-chave: ,

Palavras-chave: ,

DOI: 10.5151/cobeq2018-PT.0058

Referências bibliográficas
  • [1] BRAZ C E M. Caracterização de biomassa lignocelulósica para uso em processos térmicos de geração de energia. Dissertação. Instituto de Química, UNESP, 2014. CONAB, Acompanhamento da safra brasileira: café. V.5, Safra 2018, N.1, Primeiro levantamento, Jan. 2018. EMBRAPA. Alternativas para redução das queimadas em Rondônia. Folder. EMBRAPA Rondônia, 2014 LOPES M M, Avaliação do hidrolisado hemicelulósico de sabugo de milho suplementado com proteína de farelo de soja solubilizada para produção de bioetanol. Tese. Escola de Engenharia de Lorena, USP, 2015. MINISTÉRIO DE MINAS E ENERGIA. Energia no mundo, 2017. MOSCON J. M. Hidrólise ácida e enzimática de casca de arroz usando tecnologias alternativas. Dissertação. Programa de Pós-Graduação em Engenharia de Processos, UFSM, 2014. NREL Laboratory Analytical Procedures; http://www.nrel.gov/biomass/analytical_procedures.html (Dec 2017). PIN T C, Avaliação de líquidos iônicos próticos para o pré-tratamento de bagaço de cana-de-açúcar. Dissertação. Faculdade de Engenharia Química, UNICAMP, 2017. TEMPLETON D W, SCARLATA C J, SLUITER J B, WOLFRUM E J, Compositional Analysis of Lignocellulosic Feedstocks. 2. Method Uncertainties. J. Agric. Food Chem. 58, 9054–9062, 2010.
Como citar:

DOGNANI, J; MARTINEZ, E. L; MARTINEZ, P. F. M; "AVALIAÇÃO DO POTENCIAL DA CASCA DO CAFÉ PARA PRODUÇÃO DE BIOETANOL", p. 196-199 . In: . São Paulo: Blucher, 2018.
ISSN 2359-1757, DOI 10.5151/cobeq2018-PT.0058

últimos 30 dias | último ano | desde a publicação


downloads


visualizações


indexações