Artigo Completo - Open Access.

Idioma principal

AVALIAÇÃO DA TÉCNICA DE ADAPTAÇÃO DE LODO ANAERÓBIO AO BIODIESEL EM MEIO LÍQUIDO

OLIVEIRA, B. F.; KASHIWABARA, M. S.; RIBEIRO, E. J.; VIEIRA, P. A.;

Artigo Completo:

Os avanços tecnológicos adquiridos pelo ser humano fizeram com que aguçasse a busca por fontes de energia que não agredissem o meio ambiente. O uso desenfreado de biodiesel pode causar contaminações de solo e de água, e processos biológicos, envolvendo uma grande gama de microrganismos como fungos, bactérias e culturas mistas, têm se tornado uma alternativa no tratamento de efluentes contaminados por biodiesel. Assim, o objetivo deste trabalho foi avaliar uma técnica na adaptação de lodo, advindo da unidade de tratamento anaeróbio de efluente da indústria de produção de cigarros, ao biodiesel presente em meio líquido. Decantou-se 500 mL de lodo, do qual se retirou 10 mL de inóculo e adicionou-se em erlenmeyers com capacidade de 500 mL, contendo 200 mL de meio de cultura previamente esterilizado. A esta suspensão foi adicionado biodiesel como fonte de carbono e energia. Foram purgados por 5 min com gás nitrogênio, visando eliminar o oxigênio presente, garantindo a condição anaeróbia, e tampados com rolha de cortiça. Os erlenmeyers foram postos sob agitação em mesa oscilatória. O meio de cultura foi substituído a cada 2 dias de processo e a concentração de biodiesel foi aumentada a cada 15 dias. As variáveis acompanhadas foram pH e DQO, e o crescimento microbiano foi observado visualmente. Os resultados mostraram que a técnica de adaptação adotada foi eficiente por ter proporcionado ao lodo a capacidade de remoção de DQO acima de 80% em 7 dias de processo.

Artigo Completo:

Palavras-chave: lodo anaeróbio,

Palavras-chave:

DOI: 10.5151/chemeng-cobeqic2017-137

Referências bibliográficas
  • [1] APHA. Standard Methods for the Examination of Water and Wastewater. 20th ed. APHA:
  • [2] Washington, 1998.
  • [3] BRAGA, T. G.; PÓVOA, P. V.; PIRETE, L. M.; LEMOS, D. A.; CARDOSO, V. L.;
  • [4] RESENDE, M. M.; VIEIRA, P. A. Biorremediação de solo contaminado com biodiesel
  • [5] de processo (biodiesel e glicerina): avaliação de condições operacionais empregando
  • [6] reatores rotativo e de bandeja. X Congresso Brasileiro de Engenharia Química
  • [7] Iniciação Científica – Universidade Federal Rural do Rio de Janeiro, Vassouras – RJ,
  • [8] 2013.
  • [9] CORRÊA, S. M.; ARBILLA, G. Emissão de poluentes não legislados por biodiesel. Rio de
  • [10] Janeiro, 2006.
  • [11] OLIVEIRA, M. C. J. Diesel e biodiesel de murumuru e de soja: desempenho operacional de
  • [12] trator agrícola no preparo do solo. Doutorado em Agronomia - Universidade Estadual
  • [13] Paulista, Jaboticabal – SP, 2016.
Como citar:

OLIVEIRA, B. F.; KASHIWABARA, M. S.; RIBEIRO, E. J.; VIEIRA, P. A.; "AVALIAÇÃO DA TÉCNICA DE ADAPTAÇÃO DE LODO ANAERÓBIO AO BIODIESEL EM MEIO LÍQUIDO", p. 793-798 . In: Anais do XII Congresso Brasileiro de Engenharia Química em Iniciação Científica [=Blucher Chemical Engineering Proceedings, v. 1, n.4]. ISSN Impresso: 2446-8711. São Paulo: Blucher, 2017.
ISSN 2359-1757, DOI 10.5151/chemeng-cobeqic2017-137

últimos 30 dias | último ano | desde a publicação


downloads


visualizações


indexações