setembro 2018 vol. 1 num. 5 - XXII Congresso Brasileiro de Engenharia Química

Pôster - Open Access.

Idioma principal

AVALIAÇÃO DA OCORRÊNCIA E REDUÇÃO DE CARBAMATO DE ETILA NA CACHAÇA DA REGIÃO DE FLORESTAL - MG

LEBRON, Y. A. R.; MOREIRA, V. R.; PARREIRA, C. C. A.; JÚNIOR, J. C. B.;

Pôster:

O Carbamato de Etila (CE), também conhecido como uretano, éconsiderado genotóxico e vem sendo encontrado em grandes concentrações em váriasbebidas fermentadas e destiladas. No Brasil, o valor máximo de concentração permitidopara o composto é de 210 μg.L-1. A cachaça é um produto tipicamente brasileiro e suaprodução advém de um grande percentual de produtores artesanais. Assim, este trabalhoobjetiva transferir a tecnologia de processamento para pequenos produtores de cachaçada região de Florestal-MG, de forma a capacitá-los a agregar valor aos produtos,permitindo que a bebida tenha redução dos níveis de carbamato de etila. Análises emcromatógrafo gasoso acoplado com espectrômetro de massas para a determinação doteor de CE foram realizadas antes e após a ministração de cursos envolvendo atecnologia de produção da cachaça. Embora nenhum produtor tenha se adequado aopadrão brasileiro quanto ao teor de CE, a redução média deste contaminante para todosos produtores foi de 38,94 % existindo uma diferença significativa entre as médias deconcentração de CE antes e depois dos cursos ministrados (α = 0,01). 

Pôster:

Palavras-chave: ,

Palavras-chave: ,

DOI: 10.5151/cobeq2018-PT.0764

Referências bibliográficas
  • [1] BAFFA JÚNIOR JC, SOARES NDFF, PEREIRA JMATK, MELO N. Ocorrência de carbamato de etila em cachaças comerciais da região da zona da mata mineira–MG. Alimentos e Nutrição Araraquara, v. 18, n. 4, p. 371-373, 2008. BRASIL (2009). Regulamento da lei 8.918, de 14 de julho de 1994, Decreto 6871 C.F.R. § 5 FILHO, JM. Adequação do processo de produção e controle de qualidade da aguardente de liquor de laranja. Faculdade de Ciências Farmacêuticas, Araraguara, 2017. LELIS VG, CHAVES JBP, BORGES MLD, SIQUEIRA, RR, & BOTTARO JL. Ocorrência de carbamato de etila em cachaças de alambique e em aguardentes industriais. Revista Ceres, v. 61, n. 4, 2014. IARC (International Agency for Research on Cancer), 2010. Some non-heterocyclic polycyclic aromatic hydrocarbons and some related exposures. Disponível em http://monographs.iarc.fr/ENG/Monographs/vol92/mono92.pdf. Acessado em 01/04/2018 LI G, ZHONG Q, WANG D, GAO H. A survey of ethyl carbamate in beer from Chinese market. Food Control, v. 79, p. 254–257, 2017. SAES MSM, KOLYA FDC. Planejamento estratégico para a cadeia produtiva da cachaça. C. f. O. Studies. São Paulo: Universidade de São Paulo, p. 102, 2014.
Como citar:

LEBRON, Y. A. R.; MOREIRA, V. R.; PARREIRA, C. C. A.; JÚNIOR, J. C. B.; "AVALIAÇÃO DA OCORRÊNCIA E REDUÇÃO DE CARBAMATO DE ETILA NA CACHAÇA DA REGIÃO DE FLORESTAL - MG", p. 2893-2896 . In: . São Paulo: Blucher, 2018.
ISSN 2359-1757, DOI 10.5151/cobeq2018-PT.0764

últimos 30 dias | último ano | desde a publicação


downloads


visualizações


indexações