setembro 2018 vol. 1 num. 5 - XXII Congresso Brasileiro de Engenharia Química

Pôster - Open Access.

Idioma principal

AVALIAÇÃO DA ESTABILIDADE DO BIOSSURFACTANTE DE CHENOPODIUM QUINOA (QUINOA)

BEZERRA, K. G. O.; ALMEIDA, F. C. G.; FARIAS , J. M.; LUNA, J. M.; RUFINO, R. D.; SARUBBO, L. A.;

Pôster:

Derramamentos de petróleo impactam ecossistemas e a qualidade daságuas. Uma possível solução para o controle da disseminação desses compostos no meioambiente consiste no uso de compostos biodegradáveis, como as saponinas, possuidorasde características surfactante, detergente, emulsionante, e capacidade molhante, além deser um composto natural e atóxico. No presente trabalho foram analisados doisprocessos de extração da biomolécula para obtenção de biossurfactante bruto deChenopodium quinoa. Os resultados mostraram que o processo hidroalcoólico semostrou mais efetivo, gerando um extrato com uma tensão superficial de 28,8mN/m e umíndice de emulsificação entre 53% e 100% para os óleos testados. Os testes deestabilidade demonstraram que o biossurfactante foi estável em valores extremos deNaCl, pH 6 e dentre os valores de temperatura avaliados foi estável a 5°C.

Pôster:

Palavras-chave: ,

Palavras-chave: ,

DOI: 10.5151/cobeq2018-PT.0571

Referências bibliográficas
  • [1] COOPER DG, GOLDEBERG BG. Surface-active agents from two Bacillus species. Applied and environmental microbiology, v. 53, p.224-229, 1987. CHEOK CY, SALMAN HAK, SULAIMAN R. Extraction and quanti fi cation of saponins : A review. Food Research International journal, v. 59, p. 16–40, 2014. OZTURK B, MCCLEMENTS DJ. Progress in natural emulsifiers for utilization in food emulsions. Current Opinion in Food Science, v. 7, p. 1–6, 2016. PIZARRO APB, FILHO AMO, PARENTE JP, MELO MTV, SANTOS CE, LIMA PR. O aproveitamento do resíduo da indústria do sisal no controle de larvas de mosquitos. Revista da Sociedade Brasileira de Medicina Tropical, v.32, p.23-29, 1999. RIBEIRO BD. Estratégias de Processamento Verde de Saponinas da Biodiversidade Brasileira. Tese apresentada ao curso de Pós-graduação em Tecnologia de Processos Químicos e Bioquímicos da Escola de Química da Universidade Federal do Rio de Janeiro. Rio de Janeiro, 2012. SAEKI H, SASAKI KM, KOMATSU O, MIURA A, MATSUDA H. Oil spill remediation by using the remediation agent JE1058BS that contains a biosurfactant produced by Gordonia sp. strain JE-1058. Bioresource Technology, v. 100, p. 572-577, 2009. SANTOS DKF, Rufino RD, Luna JM, Santos VA, Sarubbo LA. Biosurfactants: Multifunctional Biomolecules of the 21st Century. Int. J. Mol. Sci., v. 17, p. 1–31, 2016. SPARG SG, LIGHT ME, VAN STADEN J. Biological activities and distribution of plant saponins. Journal of Ethnopharmacology, v. 94, n. 2–3, p. 219–243, 2004. VEGGI PC. Obtenção de extratos vegetais por diferentes métodos de extração: estudo experimental e simulação dos processos. Dissertação apresentada ao Programa de Pós Graduação em Engenharia de Alimentos da Universidade Estadual de Campinas. São Paulo, 2009.
Como citar:

BEZERRA, K. G. O.; ALMEIDA, F. C. G.; FARIAS , J. M.; LUNA, J. M.; RUFINO, R. D.; SARUBBO, L. A.; "AVALIAÇÃO DA ESTABILIDADE DO BIOSSURFACTANTE DE CHENOPODIUM QUINOA (QUINOA)", p. 2158-2161 . In: . São Paulo: Blucher, 2018.
ISSN 2359-1757, DOI 10.5151/cobeq2018-PT.0571

últimos 30 dias | último ano | desde a publicação


downloads


visualizações


indexações