Dezembro 2020 vol. 7 num. 3 - VIII Simpósio de Engenharia de Produção

Artigo completo - Open Access.

Idioma principal | Segundo idioma

AVALIAÇÃO COMPARATIVA DO DESEMPENHO DE ALUNOS DO ENSINO BÁSICO ACERCA DAS HABILIDADES DO PENSAMENTO COMPUTACIONAL

AVALIAÇÃO COMPARATIVA DO DESEMPENHO DE ALUNOS DO ENSINO BÁSICO ACERCA DAS HABILIDADES DO PENSAMENTO COMPUTACIONAL

Rodrigues, Ravenna Lins; Farias, Cecir Barbosa de Almeida;

Artigo completo:

O pensamento computacional tem sido considerado uma das principais competências para prosperar em um mundo tecnológico, e diversas iniciativas têm surgido visando o seu desenvolvimento desde a educação básica. Sua inserção nas escolas possibilita a aquisição de habilidades necessárias à resolução de problemas, podendo apoiar e relacionar-se com outras ciências. Nesse contexto o presente trabalho objetivou quantificar o desempenho prévio e posterior ao curso “ProgramAção” de alunos pertencentes ao ensino médio, mediante a aplicação de teste. O referido teste, foi desenvolvido por Román-González (2015), este é composto por 28 questões, as quais tenta identificar a habilidade de formação e solução de problemas, baseando-se nos conceitos fundamentais da Computação. Apesar do tamanho da amostra não ser estatisticamente significativo, os resultados apontam a eficácia da oficina em relação à aprendizagem de conteúdos de computação o que pode ser usado de forma a melhorar o ensino da computação na Educação Básica.

Artigo completo:

O pensamento computacional tem sido considerado uma das principais competências para prosperar em um mundo tecnológico, e diversas iniciativas têm surgido visando o seu desenvolvimento desde a educação básica. Sua inserção nas escolas possibilita a aquisição de habilidades necessárias à resolução de problemas, podendo apoiar e relacionar-se com outras ciências. Nesse contexto o presente trabalho objetivou quantificar o desempenho prévio e posterior ao curso “ProgramAção” de alunos pertencentes ao ensino médio, mediante a aplicação de teste. O referido teste, foi desenvolvido por Román-González (2015), este é composto por 28 questões, as quais tenta identificar a habilidade de formação e solução de problemas, baseando-se nos conceitos fundamentais da Computação. Apesar do tamanho da amostra não ser estatisticamente significativo, os resultados apontam a eficácia da oficina em relação à aprendizagem de conteúdos de computação o que pode ser usado de forma a melhorar o ensino da computação na Educação Básica.

Palavras-chave: Ensino, Metodologia ativa, Programação em blocos, Pensamento computacional, App Inventor.,

Palavras-chave: Ensino, Metodologia ativa, Programação em blocos, Pensamento computacional, App Inventor.,

DOI: 10.5151/viisimep-241069

Referências bibliográficas
  • [1] Computer Science Teacher Association CSTA. (2005) The New Educational Imperative: Improving
  • [2] High School Computer Science Education. Final Report of the CSTA.Curriculum Improvement Task
  • [3] Force. ACM - Association for Computing Machinery
  • [4] Csizmadia, A.; Curzon, P.; Dorling, M.; Humphreys, S.; Thomas Ng; Selby, C.; Woollard, J.. (2015).
  • [5] Computationalthinking: a guide for teachers. Computing At School. Gal-Ezer, J.; D. Harel.(1999)
  • [6] Curriculum for a high school computer science curriculum.Computer Science Education 9(2).
  • [7] Dagostini et al. (2018) “URI Online Judge Blocks: Construindo Soluções em uma Plataforma Online de
  • [8] Programação”, In: Anais do Simpósio Brasileiro de Informática na Educação, Fortaleza, Brasil.
  • [9] Daniel, G. T. et al. (2017) “Ensinando a Computação por meio de Programação com App Inventor”, In:
  • [10] Anais do Computer on the Beach, Florianópolis, p. 357-365.
  • [11] Encyclopedia of Curriculum Studies, SAGE Publications. Lye, S. Y., Koh, J. H. L. (2014) “Review on
  • [12] teaching and learning of computational thinking through programming: What is next for K-12?”.
  • [13] Computers in Human Behavior, v. 41(C), p. 51-61.
  • [14] Fernandes, C. S.; Menezes, P. B. (2011) “Metodologia do Ensino de Ciência da Computação: Uma
  • [15] Proposta Para Criança”. In: Anais do Workshop de Informática na Escola. Fortaleza: CE.
  • [16] Grover, S., Pea, R. (2013) “Computational Thinking in K–12 A review of the state of the field”,
  • [17] Educational Researcher, v. 42, n. 1, p. 38-43.
  • [18] Marques, D. L., Costa, L. F. S., Silva, M. A. A., Rebouças, A. D. D. S. (2011) “Atraindo Alunos do
  • [19] Ensino Médio para a Computação: Uma Experiência Prática de Introdução à Programação utilizando
  • [20] Jogos e Python”. In: Anais do XVII Workshop sobre Educação Informática. Aracaju: SE
  • [21] KRAMER, Jeff. Is abstraction the key to computing? Communications of the ACM, v.
  • [22] 50, n. 4, p. 36-42, 2007.
  • [23] MEC (2018) “Base Nacional Comum Curricular”, Brasil.
  • [24] Ministério da Educação de Ontário – MEO. (2008). “Currículo para o ensino de Ciência da Computação
  • [25] nas escolas”. Retirado de www.edu.gov.on.ca
  • [26] Ortiz J. S. e Pereira R. (2018) "Um Mapeamento Sistemático Sobre as Iniciativas para Promover o
  • [27] Pensamento Computacional", In: Simpósio Brasileiro de Informática na Educação, Fortaleza, Brasil.
  • [28] Rapkiewicz, C. E., Falkembach, G., Seixas, L., Rosa, N. S., Cunha, V. V. Klemann, M. (2006)
  • [29] “Estratégias Pedagógicas no Ensino de Algoritmos e Programação Associadas ao Uso de Jogos
  • [30] Educacionais”. In: CINTED-UFRGS, V. 4 Nº 2.
  • [31] Román-González, M. (2015). Computational thinking test: Design guidelines and content validation.
  • [32] EDULEARN15, pages 2436–2444.
  • [33] Santos, P. S. C., Araujo, L. G. J., Bittencourt, R. A. (2018) “A Mapping Study of Computational
  • [34] Thinking and Programming in Brazilian K-12 Education”. In: Proc. of the 48th Annual Frontiers In
  • [35] Education Conference, San Jose, EUA.
  • [36] Valente, J. A. (2016). Integração do Pensamento Computacional no Currículo da Educação Básica:
  • [37] diferentes estratégias usadas e questões de formação de professores e avaliação do aluno. PUC, São
  • [38] Paulo.
  • [39] waiselfisz, Julio Jacobo. Lápis, borracha e teclado: tecnologia da informação na educação. Brasília:
  • [40] Rede de Informação Tecnológica Latino-americana (ritla), 2007.
  • [41] Wing, J. M. (2006). “Computational thinking”, Communications of the ACM, v. 49, n. 3, p. 33
Como citar:

Rodrigues, Ravenna Lins; Farias, Cecir Barbosa de Almeida; "AVALIAÇÃO COMPARATIVA DO DESEMPENHO DE ALUNOS DO ENSINO BÁSICO ACERCA DAS HABILIDADES DO PENSAMENTO COMPUTACIONAL", p. 285-296 . In: Anais do VIII Simpósio de Engenharia de Produção . São Paulo: Blucher, 2020.
ISSN 2357-7592, DOI 10.5151/viisimep-241069

últimos 30 dias | último ano | desde a publicação


downloads


visualizações


indexações