Dezembro 2020 vol. 8 num. 5 - Colóquio Internacional de Design 2020

Artigo completo - Open Access.

Idioma principal | Segundo idioma

Autoria no campo do design visual:Eliminações preliminares

Authorship at visual design field:Preliminary eliminations

Boas, André Villas; Araújo, Thais Batista;

Artigo completo:

Utilizando a teoria do campo de Bourdieu, o artigo discute a propriedade das reflexões de Foucault,Barthes e Benjamin para a discussão sobre a concepção do designer visual como autor. O estudo visaa aplicação em pesquisa sobre a produção de jovens designers do Rio de Janeiro, na virada para esteséculo, cujos projetos são identificados como autorais.

Artigo completo:

Based on theoretical frameworks Bourdieu's field theory, the article discusses the propertyof the reflections of Foucault, Barthes and Benjamin for the discussion on the conception of the visualdesigner as author. The study aims to be applied in research on the production of young designers inRio de Janeiro, at the turn of this century, whose projects are identified as authorial..

Palavras-chave: Teoria do campo; autoria; Foucault; Benjamin; Barthes.,

Palavras-chave: Field theory; authorship; Foucault; Benjamin; Barthes.,

DOI: 10.5151/cid2020-26

Referências bibliográficas
  • [1] AZEVEDO NETO, Joachin. A noção de autor em Barthes, Foucault e Agamben, in: Floema, Vitória da Conquista, v. 8, n. 10, p. 153-164, jan./jun. 2014
  • [2] BARTHES, Roland. A morte do autor, in: BARTHES, R. O rumor da língua. São Paulo: Martins Fontes, 2004.
  • [3] BENJAMIN, Walter. O autor como produtor. In: Magia e técnica, arte e política: ensaios sobre literatura e história da cultura. Obras escolhidas I. São Paulo: Brasiliense, 1994.
  • [4] BURAWOY, Michael. O marxismo encontra Bourdieu. São Paulo: Boitempo, 2010.
  • [5] FOUCAULT, Michel. O que é um autor?. Lisboa: Vega / Passagens, 1992
  • [6] GIDDENS, Anthony; SUTTON, Philip W. Conceitos essenciais de sociologia. São Paulo: Unesp, 2017.
  • [7] JOURDAIN, Anne & NAULIN, Sidonie. A teoria de Pierre Bourdieu e seus usos sociológicos. Petrópolis (RJ): Vozes, 2011.
  • [8] LUPTON, Ellen. The designer as producer, in: HELLER, Steven (Ed.). The education of a graphic designer. Nova York: Allworth Press, 1998, pp. 159-162. Disponível em: https://designopendata.wordpress.com/portfolio/the-designer-as-producer-2004-ellen-lupton/ . Acesso em: 12 ago 2020.
  • [9] McCARTHY, Steven. The Designer as...: Author, Producer, Activist, Entrepeneur, Curator and Collaborator: New Models for Communicating. Amsterdam: BIS Publishers, 2013. 247p.
  • [10] POYNOR, Ricky. Abaixo as regras: design gráfico e pós-modernismo. Porto Alegre: Bookman, 20
  • [11] QUINIOU, Yvon. Das classes à ideologia: determinismo, materialismo e emancipação no obra de Pierre Bourdieu, in: Crítica marxista, São Paulo, n. 11, p. 44-61, 2000.
  • [12] ROCK, Michael. O designer como autor, in: ARMSTRONG, Helen (org.). Teoria do design Gráfico.São Paulo: Cosac & Naify, 2015.
  • [13] VILLAS-BOAS, André. A complexidade da inserção do design visual na dinâmica da cultura. In: GRIMALDI, Madalena; PIRES, Julie (org.). Arquivos 30. Rio de Janeiro: Rio Books, 2020. – TIRAR NA VERSÃO SEM NOMES
  • [14] VILLAS-BOAS, André. Design gráfico: Produção formalizada de tipo específico, in: Congresso Internacional de Pesquisa em Design (2), 2003, Rio de Janeiro. Anais... Rio de Janeiro: ANPED - Associção Nacional de Pesquisa em Design, 2003.
Como citar:

Boas, André Villas; Araújo, Thais Batista; "Autoria no campo do design visual:Eliminações preliminares", p. 329-342 . In: Anais do Colóquio Internacional de Design 2020. São Paulo: Blucher, 2020.
ISSN 2318-6968, DOI 10.5151/cid2020-26

últimos 30 dias | último ano | desde a publicação


downloads


visualizações


indexações