Artigo Completo - Open Access.

Idioma principal

Associações entre design e artesanato, um caminho para a sustentabilidade

Engler, Rita de Castro; Lacerda, Ana Carolina; Guimarães, Letícia Hilário;

Artigo Completo:

Com o aumento do descarte inapropriado de resíduos, compreende-se a necessidade da criação de novas alternativas para a reinserção de elementos antes vislumbrados como “lixo” na cadeia produtiva. O design possui papel importante neste processo, possibilitando, através de sua aplicação, novos olhares sobre os produtos e serviços e oferecendo uma nova perspectiva ao processo, resultando na sustentabilidade da comunidade e na redução dos resíduos. O artigo é pautado em conceitos referentes à sustentabilidade, Economia Criativa e artesanato, que associados buscam solucionar desafios como o citado anteriormente. Esses princípios são colocados em prática em um estudo de caso referente ao CRAS - Centro de Referência de Assistência Social - de Jeceaba, um pequeno município do Estado de Minas Gerais, que busca através da arte e do reaproveitamento de resíduos que os seus usuários superem situações de vulnerabilidade. Busca-se, portanto, a exemplificação de como através do Design, pessoas ordinárias podem galgar novas e criativas soluções para um assunto atual e que impacta a vida das comunidades no geral.

Artigo Completo:

Palavras-chave: Design; Sustentabilidade; Artesanato; Economia Criativa,

Palavras-chave: ,

DOI: 10.5151/despro-sbds15-2st601b

Referências bibliográficas
  • [1] ANDRADE, Mário de. O artista e o artesão. Aula inaugural dos cursos de Filosofia e História da Arte, do Instituto de Artes, da Universidade do Distrito Federal em 1938. 16p. (Mimeogr.).
  • [2] BELCHIOR, Camilo de Lelis. Reciclando os Sentidos. 1ª ed. Contagem, MG: Ed. Do Autor, 2014. ISBN 978-85-908021-2-9
  • [3] BEZERRA, Fabiana Correia; CHACON, Suely Salgueiro; GONÇALVES,Jaqueline dos Santos; BARRETO,Polliana de Luna Nunes. A ECONOMIA CRIATIVA COMO ESTRATÉGIA PARA DESENVOLVIMENTO SUSTENTÁVEL. II Colóquio Sociedade, Políticas Públicas, Cultura e Desenvolvimento. Nov. 2012.ISSN 2316-3089.Universidade Regional do Cariri-URCA, Crato-Ceará-Brasil. Disponivel em: < http://www.urca.br/coloquioeconomia/IIcoloquio/anais/trab_econ_criat_ter/1.pdf>
  • [4] BHAMRA, Tracy e LOFTHOUSE, Vicky – Designing for Sustainability, A Practical Approach. 1ª Edição. England: Gower, 2007. ISBN 9780566087042
  • [5] CAIADO, Aurílio Sérgio Costa (coordenador do projeto). Economia Criativa. São Paulo: FUNDAP, 2011. 160p. ISBN 978-85-7285-138-1
  • [6] CAVALCANTI, Virginia Pereira et. Al. Design, Sustentabilidade e artesanato: reeflexões e práticas metodológicas. Artigo publicado no Cadernos de Estudos avançados em Design, Sustentabilidade. EdUEMG. 2009.
  • [7] CENSO DEMOGRÁFICO 2010. Características da população e dos domicílios: resultados do universo. Rio
  • [8] de Janeiro: IBGE, 2011. Acompanha 1 CD-ROM. Disponível em:
  • [9] resultados_do_universo.pdf>. Acesso em: mar. 2013.
  • [10] CRAS de Jeceaba. Disponível em: http://jeceaba.mg.gov.br/index.php?pg=historia.Acesso em 27 de agosot/2015.
  • [11] Criaticidades. Disponível em: http://www.criaticidades.com.br/economia-criativa/#sthash.Hib3NiSK.dpuf. Acesso em Setembro/2014.
  • [12] Eco Design: Manual do Formando. http://elearning.iefp.pt/mod/resource/view.php?id=23685
  • [13] DUARTE, Joana Godinho. Design para a Sustentabilidade: Embalagem para Take Away de cadeias de Fast Food. 20 203 f. Dissertação (Mestrado) – Universidade Técnica de Lisboa, Mestrado Design de Produto.
  • [14] ENGLER, Rita et.al. Design applied to improve the quality of life at work of the scavengers. In: Anais do
  • [15] 3° Simpósio Brasileiro de Design Sustentável (III SBDS). 2011.
  • [16] FORTY, Adrian. Objeto de desejo: design e sociedade desde 1750. São Paulo: Cosac Naify, 2007.
  • [17] GIANNI, Silvano. Mestres de Ofício de Minas Gerais: resgate cultural do artesanato mineiro. Belo Horizonte: SEBRAE, 2003.
  • [18] LANDRY, Charles; REIS, Ana Carla Fonseca (organizadora). Cidades Criativas: Perspectivas. São Paulo. Garimpo de Soluções, 2011. Vários Autores. ISBN 978-85-63303-03-5
  • [19] LIMA, Mariana. Um olhar sobre a economia criativa. 02 jan. 2014. Disponível em: http://www.spertoconsultoria.com.br/#!Um-olhar-sobre-a-Economia-Criativa/cuhk/035CD4EE-75A1-4177-B593-29EA7F77DD5A. Acesso em Abril/2015.
  • [20] www.laladeheinzelin.com
  • [21] MACKENZIE, Dorothy – Green Design, Design for the Environment. 1ª Edição. [s.i.]: Laurence King, 1991. ISBN 1-85669-001-6
  • [22] MANZINI, Ezio, 1990: Artefatti - Verso una nuova Eco¬logia dell’ Ambiente Artificiale, Ed. Domus Academy, Milano.
  • [23] NETO, Eduardo Barroso. O que é artesanato – Primeiro Módulo. [s.d.]
  • [24] NETO, Eduardo Barroso. Artesanato E Mercado – Segundo Módulo. [s.d.]
  • [25] Relatório Brundtland e a sustentabilidade. Disponível em: http://www.mudancasclimaticas.andi.org.br/node/91. Acesso em 28 de Agosto de 2045.
  • [26] SAMPAIO, Márcio. Mestres de Ofício de Minas Gerais: resgate cultural do artesanato mineiro. Belo Horizonte: SEBRAE, 2003.
Como citar:

Engler, Rita de Castro; Lacerda, Ana Carolina; Guimarães, Letícia Hilário; "Associações entre design e artesanato, um caminho para a sustentabilidade", p. 134-144 . In: Anais do 5º Simpósio Brasileiro de Design Sustentável [=Blucher Design Proceedings, v.2, n.5]. São Paulo: Blucher, 2016.
ISSN 2318-6968, DOI 10.5151/despro-sbds15-2st601b

últimos 30 dias | último ano | desde a publicação


downloads


visualizações


indexações