Artigo Completo - Open Access.

Idioma principal

ASPECTOS ERGONÔMICOS ALIADOS A FERRAMENTAS DIGITAIS APLICADOS NA READEQUAÇÃO DE CARTEIRAS ESCOLARES

SOUZA, Gustavo Antunes de; CRUZ, Marina Elisabete Juncioni;

Artigo Completo:

O presente artigo aborda a readequação e o reprojeto de uma carteira escolar para uma escola de ensino técnico na cidade de Mogi Guaçu/SP. O mobiliário escolar é de ampla relevância para o processo educacional, pois um mobiliário inadequado não dará conforto físico e psicológico ao aluno, prejudicando sua concentração, comportamento e produtividade. Fundamentado em estudos de ergonomia, antropometria, biomecânica e normas técnicas, analisou-se os diferentes modelos de carteiras existentes na escola em questão, e nenhuma delas atende ergonomicamente aos alunos. Consequentemente, foi possível desenvolver um projeto de mobiliário confortável ergonomicamente, atendendo as diferentes características antropométricas dos alunos.

Artigo Completo:

Palavras-chave: Ergonomia. Carteira Escolar. Reprojeto.,

Palavras-chave: ,

DOI: 10.5151/engpro-conaerg2016-12151

Referências bibliográficas
  • [1] Associação Brasileira de Normas Técnicas. NBR 13962: Móveis para escritório – Cadeiras. Rio de Janeiro, 2002. 30 p.
  • [2] Associação Brasileira de Normas Técnicas. NBR 13966: Móveis para escritório – Mesas. Rio de Janeiro, 1997. 5 p.
  • [3] Autodesk – Autocad. Disponível em: Acesso em 07 dez. 2014
  • [4] Autodesk – Autocad. Disponível em: Acesso em 07 dez. 2014
  • [5] BERGMILLER, K. H.; SOUZA, P. L. P de; BRANDÃO, M. B. A. Ensino fundamental: mobiliário escolar. Brasília : FUNDESCOLA - MEC, 1999. 70 p. (Série Cadernos Técnicos I no 3)
  • [6] BOUERI, J. J. Antropometria aplicada à Arquitetura, Urbanismo e Desenho Industrial. São Paulo, FAU/USP, 1991, v. I.
  • [7] CASTRO, R. X. S.; Da cadeira às carteiras escolares individuais. Florianópolis, 2009. 111p. Dissertação (Mestrado em Educação) – Universidade do Estado de Santa Catarina.
  • [8] DUL, J.; WEERDMEESTER, B. Ergonomia Prática. São Paulo: Edgard Blucher, 1995.
  • [9] GRANDJEAN, E. Manual de ergonomia: adaptando o trabalho ao homem. Porto Alegre: Bookman, 1998. 338 p.
  • [10] Google Maps. Disponível em: Acesso em 06 mai. 2016
  • [11] GUIMARÃES, L. B. M. Antropometria. Porto Alegre: Programa de Pós-Graduação em Engenharia de Produção da UFRS, 2001.
  • [12] HIRA, D.S. An ergonomic appraisal of educational desks. Ergonomics, 23 (03): 213-221, 1980.
  • [13] IIDA, I. Ergonomia: projeto e produção. São Paulo: Edgard Blucher, 2010.
  • [14] Lei de Diretrizes e Bases da Educação Nacional. Disponível em: < http://www.planalto.gov.br/CCIVIL_03/leis/L9394.htm> Acesso em: 23 abr. 20
  • [15] NORMA REGULAMENTADORA 17. Manual de aplicação da Norma Regulamentadora n° 17. 1.ed., Brasília: MTE, SIT, 2002.
  • [16] PASCHOARELLI, L. C. O posto de trabalho carteira escolar como objeto de desenvolvimento da educação infantil: uma contribuição do design e da ergonomia. Bauru, 1997. 136 p. Dissertação (Mestrado em Desenho Industrial) – UNESP.
  • [17] Sketchup. Disponível em: Acesso em 15 dez. 2014
  • [18] SOARES, J. F.; SIQUEIRA, A. L. Introdução à estatística médica. Belo Horizonte: Departamento de Estatística - UFMG, 1999.
Como citar:

SOUZA, Gustavo Antunes de; CRUZ, Marina Elisabete Juncioni; "ASPECTOS ERGONÔMICOS ALIADOS A FERRAMENTAS DIGITAIS APLICADOS NA READEQUAÇÃO DE CARTEIRAS ESCOLARES", p. 502-513 . In: 1º Congresso Internacional de Ergonomia Aplicada [=Blucher Engineering Proceedings, v.3 n.3]. São Paulo: Blucher, 2016.
ISSN 2357-7592, DOI 10.5151/engpro-conaerg2016-12151

últimos 30 dias | último ano | desde a publicação


downloads


visualizações


indexações