Artigo Completo - Open Access.

Idioma principal

AS IDEOLOGIAS LINGUÍSTICAS SUBJACENTES AO ENSINO DA PRODUÇÃO ESCRITA EM UM LIVRO DIDÁTICO DE LÍNGUA PORTUGUESA

GAUDEDA, Célia;

Artigo Completo:

Neste artigo, tem-se por objetivo discorrer sobre as ideologias linguísticas subjacentes ao ensino da produção escrita em um livro didático de língua portuguesa utilizado em uma escola da Rede Municipal de Ensino de Curitiba - PR. Inicialmente, são tecidas algumas discussões sobre esse termo, ideologias linguísticas, que tem se sobressaído no campo dos estudos da linguagem; posteriormente, explana-se sobre Política Linguística, com foco no Plano Nacional do Livro Didático (PNLD); por último, toma-se um Livro Didático de Português (LDP) e se faz a análise de uma de suas propostas de ensino da produção de textos escritos, objetivando constatar que ideologias linguísticas são disseminadas. A sustentação teórica deste artigo está, principalmente, em Moita Lopes (2013); Kroskrity (2004); Woolard e Schieffelin (1994); Rivas (2014), Bunzen (2005; 2011) e Tormena (2007). Após a análise empreendida, concluiu-se que os sujeitos autores do LDP são orientados por ideologias linguísticas que não desvinculam os falantes das dinâmicas sociais. Além disso, foi possível verificar que eles primam por uma variedade da língua, a norma urbana de prestígio, embora reconheçam a existência de outras variedades. Assim, acabam por colaborar com a manutenção de uma língua no Brasil, atendendo aos interesses do PNLD, uma das Políticas Línguísticas no país.

Artigo Completo:

Palavras-chave: ideologias linguísticas; livro didático; ensino da produção escrita,

Palavras-chave: ,

DOI: 10.5151/edupro-clafpl2016-014

Referências bibliográficas
  • [1] BAKHTIN, M. Estética da Criação verbal. Martins Fontes, 1997.
  • [2] BARROS, D. L. P. de. Contribuições às teorias do texto e do discurso. In: FARACO, C. A.; TEZZA, C.; CASTRO, G. Diálogos com Bakhtin. 4. ed. Curitiba: Editora UFPR, 2007, p.21-38.
  • [3] BUNZEN, C. A fabricação da disciplina escolar Português. Rev. Diálogo Educ., Curitiba, v. 11, n. 34, p. 885-911, set./dez. 2011. Disponível em: file:///C:/Users/PC/Downloads/dialogo-5670%20(2).pdf. Acesso em: 14/01/2016.
  • [4] ______. Livro didático de Língua Portuguesa: um gênero do discurso. 2005.168 f. Dissertação (Mestrado em Linguística Aplicada). Instituto de Estudos da linguagem da Universidade Estadual de Campinas, Campinas, 2005.
  • [5] CÁCERES, G. H. Políticas linguísticas em uma escola pública de ensino médio e tecnológico: a oferta de línguas estrangeiras. Trab. Ling. Aplic., Campinas, n(53.1): 103-129, jan./jun. 2014. Disponível em: http://www.scielo.br/scielo.php?pid=S0103-18132014000100006&script=sci_arttext. Acesso em : 12/01/2016.
  • [6] FARACO, C. A. As ideias linguísticas do Círculo de Bakhtin. São Paulo: Parábola Editorial, 2009.
  • [7] GARCÍA, V. De las ideologías lingüísticas a lo ideológico en los discursos sobre las lenguas. I Jornadas de Diversidad Lingüística y Diálogo Intercultural. Universidad de Buenos Aires, Buenos AIres, 2010.
  • [8] KROSKRITY, P. V. Language Ideologies. In: DURANTI, A.(ed.). A companion to linguistic anthropology . Blackwell Publishing , 2004, p. 496-517.
  • [9] MENNA, L.; FIGUEIREDO, R.; VIEIRA, Maria das Graças. Português uma língua brasileira. 1.ed. São Paulo: Editora Leya Brasil, 2012.
  • [10] MOITA LOPES, L. P. da (Org.). O português no século XXI: Cenário geopolítico e sociolinguístico. São Paulo: Parábola, 2013, p.18-52.
  • [11] RIVAS, C. C. M. Ideologias linguísticas e políticas de línguas indígenas no Brasil e no México. Anais do V SAPPIL – Estudos de Linguagem, UFF, nº 1, 2014. [133] Disponível em:file:///C:/Users/PC/Downloads/147-256-1-PB%20(2).pdf. Acesso em: 1/01/2015.
  • [12] SOUZA, E. M. de F.; AYRES, D. J. Livro didático de português: encadeamentos dialógicos para uma política linguística implícita. Domínios de [email protected] | Uberlândia | vol. 9/4 | out./dez. 2015. Disponível em http://www.seer.ufu.br/index.php/dominiosdelinguagem/article/view/30867/17739. Acesso em: 04/10/2016.
  • [13] TORMENA, T. A. Política Linguística Implícita na virada do século XXI – O Programa Nacional do Livro Didático. 2007, 177 f. Dissertação (Mestrado em Linguística) Universidade de Brasília, Brasília, 2007.
  • [14] VIANA, D. D. C., SOUZA, E. M. de F. Currículo como gênero do discurso: convergências para o livro didático de língua portuguesa. Anais eletrônico do IX Colóquio Nacional e II Internacional do Museu Pedagógico. Vitória da Conquista. Bahia: Edições UESB. 2011. Disponível em: http://www.repositorios.ufpe.br/revistas/index.php/EUTOMIA/article/view/418/363. Acesso em: 21/01/2015.
  • [15] WOOLARD, K. A.; SCHIEFFELIN, B. Language ideology. Annual Reviews of Anthropology, v. 23, 1994, p. 55-82.
Como citar:

GAUDEDA, Célia; "AS IDEOLOGIAS LINGUÍSTICAS SUBJACENTES AO ENSINO DA PRODUÇÃO ESCRITA EM UM LIVRO DIDÁTICO DE LÍNGUA PORTUGUESA", p. 164-178 . In: . São Paulo: Blucher, 2017.
ISSN 2318-695X, DOI 10.5151/edupro-clafpl2016-014

últimos 30 dias | último ano | desde a publicação


downloads


visualizações


indexações