Artigo completo - Open Access.

Idioma principal | Segundo idioma

As complexidades do design de experiência

The complexities of experience design

Souza, Filipe Artur Honorato Ferreira de; Ranoya, Guilherme; Silva Junior, Marcelo Vicente da; Harada, Rute; Matos, Silvia;

Artigo completo:

Este artigo tem como objeto de investigação a amplitude e pluralidade daquilo que se constitui uma experiência; a dificuldade de entendimento de seu próprio significado, de sua natureza, de sua configuração muitas vezes intangível, ou enfim, de sua própria tessitura para além dos artefatos concretos e tangíveis de que o design geralmente se ocupa, impõe grande desafio ao controle de seus elementos de forma com que possa ser efetivamente projetada. Este trabalho se concentrou na revisão bibliografica, comparação, análise e crítica das definições conceituais e enquadramentos estabelecidos por autores renomados que já abordaram ou tangenciam este campo, cerca das questões tratadas como experiência, experiência do usuário e design de experiência de usuário. O intuito deste trabalho é prover contribuições teóricas, conceituais, e fundamentos para entender as relações possíveis entre a atividade projetual dos artefatos (a prática do design) e aquilo que, hoje, tem se configurado sob a denominação de "experiência". Através do que apresentamos aqui é possível concluir sobre a impraticabilidade de se projetar uma experiência em termos plenos e pragmáticos, no sentido de se ter controle dos elementos e das variáveis envolvidas; contudo, também é possível vislumbrar ensejos de um projetar no porvir: uma prática onde o controle total sobre o projeto, seus efeitos e seus usos não mais exista, e que a atividade de se projetar com o usuário em mente seja entendida de maneira mais aberta frente à multiplicidade de significações que os artefatos possam adquirir por parte deles.

Artigo completo:

The purpose of this paper is to investigate the scope and plurality of what constitutes - or is currently considered to be - an experience; the difficulty of understanding its own meaning, its nature, its often intangible configuration, or, finally, its own structure beyond the concrete and tangible artifacts of which design generally engages, poses a great challenge to the control of its elements so that it can be effectively designed. This work focused on bibliographical review, comparison, analysis and critique of the conceptual definitions and frameworks established by renowned authors who have already addressed or touched this field, around issues named as experience, user experience and user experience design. The intention and/or result of this work is to provide principles and theoretical/conceptual contributions to understand the possible relations between the design of artifacts and what today has been configured under the name of "experience." Through this paper it is possible to conclude on the impracticability of projecting an experience in full and pragmatic terms, in the sense of having control of the elements and variables involved; however, it is also possible to glimpse the opportunities of a future path for design (since experiences end up being, in one way or another, designed): a practice where total control over the project, its effects, and its uses, no longer exist; and that the activity of designing with the user in mind is understood more openly in the face of the multiplicity of meanings that artifacts can get on their part.

Palavras-chave: design de experiência, experiência de uso, experiência do usuário, design emocional,

Palavras-chave: experience design, user experience, emotional design,

DOI: 10.5151/9cidi-congic-4.0054

Referências bibliográficas
  • [1] Bessa, Olavo Fontes Magalhães, Pizzocaro, Silvia. Ergonomics as if people really mattered. International Committee of Design History and Studies (ICDHS) 5th conference, incorporating Nordic Forum for Design History Symposia, 2007.
  • [2] Blythe, M., Overbeeke, K., Monk, A. & Wright, P. (2004). Making sense of experience in Funology - from usability to enjoyment. New York: Kluwer Academic Publishers.
  • [3] Cardoso, R. (2012). Design para um mundo complexo. São Paulo: Cosac Naify.
  • [4] Csikszentmihalyi, M. (2008). Flow - the psychology of optimal experience. New York: HarperCollins.
  • [5] Chaves, Bittencourt & Tralli (2013). Design Centrado no Humano na atual pesquisa brasileira - uma análise através das perspectivas de Klaus Krippendorff e da IDEO. In: HOLOS, Ano 29, Vol.6 218.
  • [6] Damásio, A. (2000). O mistério da Consciência. São Paulo: Companhia das Letras.
  • [7] Hassenzahl, M. (2010). Experience design: Technology for all the right reasons. Synthesis lectures on human-centered informatics 3.1.
  • [8] Hassenzahl, M. (2013). Designing moments of meaning and pleasure. Experience, design and happiness. International Journal of Design.
  • [9] Krippendorff, K. (2000). Design centrado no usuário: uma necessidade cultural. Estudos em Design, Rio de Janeiro, v. 8, n. 3, p. 87-98.
  • [10] Krippendorff, K., & Butter, R. (2007). Semantics: Meanings and Contexts of Artifacts. In SCHIFFERSTEIN, H.N.J.; HEKKERT, P. (Eds.). Product experience. New York: Elsevier.
  • [11] Larrosa, J. (2011). Experiência e alteridade em educação. Santa Cruz do Sul: Revista reflexão e ação , v.19, n.2, pg.04-27.
  • [12] Mont´alvão, C. & Damazio, V. (2008). Design, ergonomia e emoção. Rio de Janeiro: Mauad X.
  • [13] Ranoya, G. (2017). Paradigmas da interação nas mídias computacionais. Anais do 8º Congresso Internacional de Design de Informação (CIDI/2017), volume 4, número 5; p. 1009-1018. São Paulo: Blucher, 2018. DOI: 10.5151/cidi2017-093
Como citar:

Souza, Filipe Artur Honorato Ferreira de; Ranoya, Guilherme; Silva Junior, Marcelo Vicente da; Harada, Rute; Matos, Silvia; "As complexidades do design de experiência", p. 1553-1559 . In: Anais do 9º CIDI | Congresso Internacional de Design da Informação, edição 2019 e do 9º CONGIC | Congresso Nacional de Iniciação Científica em Design da Informação. São Paulo: Blucher, 2019.
ISSN 2318-6968, DOI 10.5151/9cidi-congic-4.0054

últimos 30 dias | último ano | desde a publicação


downloads


visualizações


indexações