Artigo completo - Open Access.

Idioma principal | Segundo idioma

Arquitetura da informação em aplicativo mobile para smart cities: estrutura de categorização e usabilidade

Information architecture in mobile application for smart cities: structure of categorization and usability

Lentez, Amanda; Soares, Kamyla Lemes; Mager, Gabriela Botelho;

Artigo completo:

O desenvolvimento acelerado dos centros urbanos no Brasil deu aos gestores públicos um grande problema de administração, pois este crescimento veio junto com demandas populacionais e diversos problemas urbanos. Um modo de contornar essa situação é dando visibilidade a essas questões. O app ParticipAct, trabalhado neste artigo, auxilia exatamente nessa questão, pois ele traz o suporte tecnológico necessário para estabelecer este diálogo. Ele funciona de modo que quando um usuário observa em sua cidade um ponto a ser melhorado, ele pode escrever uma manifestação e marcar o exato lugar no mapa para onde os gestores públicos devem olhar. Contudo, para auxiliar na visualização dessas manifestações tanto no mapa quanto nos dados estatísticos é necessário que elas sejam categorizadas e organizadas de maneira que as informações fiquem claras. O aplicativo em questão já possui muitas categorias, porém em sua atualização será necessário um aumento delas. Assim o artigo tem como objetivo o desenvolvimento e reorganização dessas categorias de manifestações. Desta forma elas foram estudadas com base na visualização e hierarquia da informação, como também na psicologia cognitiva e seus níveis cognitivos. Como resultado o app passou de 65 opções distribuídos em 12 categorias para 102 opções distribuídos em 12 categorias e 1 subcategoria. Além de que para facilitar a visualização no mapa, foi criado um sistema de cores que as agrupam, sendo verde para serviços, amarelo para convívio social e azul para ir e vir.

Artigo completo:

The accelerated development of urban centers in Brazil gave public managers a major management problem, as with this growth came some new population demands and various urban problems. One way around this situation is to give visibility to these issues. The ParticipAct app, discussed in this article, assists exactly in this issue, as it brings the necessary technological support to establish this dialogue. It works so that when a user observes in their city a point to be improved, he can write and mark the exact spot on the map to where public managers should look. However, to assist in the visualization of these manifestations both on the map and in the statistical data, it is necessary that they are categorized and organized so that the information becomes clear. The application in question already has a great number of categories, however, in its future updates, it will be necessary to have an increase on them. Thus, the article aims to develop and reorganize these categories of manifestations. In this way, they were studied based on visualization and hierarchy of information, as well as on cognitive psychology and their cognitive levels. As a result, the app went from 65 elements distributed in 12 categories to 102 elements distributed in 12 categories and 1 subcategory. In addition to that, to facilitate the visualization in the map, a color system was created to group them, being green for services, yellow for social and blue living to come and go.

Palavras-chave: Design Informacional, Design de Interação, Smart City, hierarquia da informação,

Palavras-chave: Information Design, Interaction Design, Smart City, Hierarchy of Information,

DOI: 10.5151/9cidi-congic-4.0266

Referências bibliográficas
  • [1] Albuquerque, A. R. R.; Lima-marques, M. (2011) Sobre os fundamentos da arquitetura da informação. Perspectivas em Gestão & Conhecimento, v. 1, n. Especial, art. 5, p. 60-72.
  • [2] DUarte, Maria L. B. (2011) Desenho infantil e seu ensino a criança cegas: Razões e métodos. Curitiba, PR: editora Insight.
  • [3] E-OUV (2019), Sistema de Ouvidorias do Poder Executivo Federal, Ouvidorias. Disponível em: . Acesso em: 17 de jul. de 2019.
  • [4] Jordan, P. W. (1998) An introduction to usability. London: Taylor & Francis.
  • [5] Melo, P. C. F. (2014) CSVM: uma plataforma para crowdSensing móvel dirigida por modelos em tempo de execução. 2014. 146 f. Dissertação (Mestrado em Ciência da Computação) - Universidade Federal de Goiás, Goiânia.
  • [6] Nielsen, J. (1993) Engenharia de Usabilidade. Morgan Kaufman Publisher, Academic Press.
  • [7] Nielsen, J. & Budiu, R. (2012) Mobile Usability. Berkley: New Riders.
  • [8] Norman, D. A. (2006). O design do dia-a-dia. Tradução de Ana Deiró. Rio de Janeiro: Rocco.
  • [9] ParticipAct(2019). Sobre o ParticipAct Brasil. Disponível em: . Acesso em: 17 de jul. de 201
  • [10] Preece, J., Rogers, Y. & Sharop, H. (2005) Design de Interação: Além da Interação homem-computador. Editora Bookman, São Paulo.
  • [11] Rosenfeld, L. & Morville, P. (2006); Information Architecture for the world wide web. 3. ed. Sebastopol, USA: O’Reilly Media Inc.,
  • [12] Sternberg, R. J. (2014). Psicologia Cognitiva. 4.ed. Porto Alegre: Artmed.
Como citar:

Lentez, Amanda; Soares, Kamyla Lemes; Mager, Gabriela Botelho; "Arquitetura da informação em aplicativo mobile para smart cities: estrutura de categorização e usabilidade", p. 1845-1857 . In: Anais do 9º CIDI | Congresso Internacional de Design da Informação, edição 2019 e do 9º CONGIC | Congresso Nacional de Iniciação Científica em Design da Informação. São Paulo: Blucher, 2019.
ISSN 2318-6968, DOI 10.5151/9cidi-congic-4.0266

últimos 30 dias | último ano | desde a publicação


downloads


visualizações


indexações