Artigo Completo - Open Access.

Idioma principal | Segundo idioma

APLICAÇÃO DO MÉTODO HÍBRIDO AHP-TOPSIS-2N PARA ORDENAÇÃO DA EXECUÇÃO DE FUROS DE ALÍVIO EM REVESTIMENTOS DE POÇOS DE PETRÓLEO SOB RISCO DE COLAPSO

APLICAÇÃO DO MÉTODO HÍBRIDO AHP-TOPSIS-2N PARA ORDENAÇÃO DA EXECUÇÃO DE FUROS DE ALÍVIO EM REVESTIMENTOS DE POÇOS DE PETRÓLEO SOB RISCO DE COLAPSO

Santos, Marcos dos; Barbosa, Humberto Magno; Gomes, Carlos Francisco Simões;

Artigo Completo:

Este trabalho tem como objetivo apresentar uma aplicação prática da ferramenta AHP TOPSIS 2N, como suporte para a tomada de decisão na indústria de petróleo e solução para o problema de ordenação e priorização de uma lista de doze poços injetores de fluidos a sofrerem intervenção para execução de furos de alívio (para redução de pressão interna dos revestimentos). Poços injetores de fluidos são usados para manter a pressão interna do reservatório de petróleo e com isto garantir maior fator de recuperação de óleo e gás natural do reservatório. Quatro critérios foram selecionados por especialistas como sendo os mais relevantes para a construção da matriz de decisão: perda de produção, tempo de vida útil do poço até colapso, tempo até troca de linha de injeção devido fenômeno de SCC CO2 e tipo de fluido contido nos espaços anulares entre revestimentos de poço. Com os dados coletados através de metodologia simplificada, foi executado o programa AHP TOPSIS 2N, que é considerado um método misto de apoio à decisão. Como resultado, duas listas de ordenação e priorização das alternativas foram determinadas, trazendo assim maior segurança e simplicidade ao processo decisório.

Artigo Completo:

Este trabalho tem como objetivo apresentar uma aplicação prática da ferramenta AHP TOPSIS 2N, como suporte para a tomada de decisão na indústria de petróleo e solução para o problema de ordenação e priorização de uma lista de doze poços injetores de fluidos a sofrerem intervenção para execução de furos de alívio (para redução de pressão interna dos revestimentos). Poços injetores de fluidos são usados para manter a pressão interna do reservatório de petróleo e com isto garantir maior fator de recuperação de óleo e gás natural do reservatório. Quatro critérios foram selecionados por especialistas como sendo os mais relevantes para a construção da matriz de decisão: perda de produção, tempo de vida útil do poço até colapso, tempo até troca de linha de injeção devido fenômeno de SCC CO2 e tipo de fluido contido nos espaços anulares entre revestimentos de poço. Com os dados coletados através de metodologia simplificada, foi executado o programa AHP TOPSIS 2N, que é considerado um método misto de apoio à decisão. Como resultado, duas listas de ordenação e priorização das alternativas foram determinadas, trazendo assim maior segurança e simplicidade ao processo decisório.

Palavras-chave: Auxílio multicritério à tomada de decisão; AHP TOPSIS 2N; poços de petróleo; furos de alívio de pressão.,

Palavras-chave: Auxílio multicritério à tomada de decisão; AHP TOPSIS 2N; poços de petróleo; furos de alívio de pressão.,

DOI: 10.5151/spolm2019-052

Referências bibliográficas
  • [1] Boletim Mensal da Produção de Petróleo e Gás Natural. Agência Nacional do Petróleo, Gás Natural e Biocombustíveis (ANP), 2019. Disponível em: http://www.anp.gov.br/arquivos/publicacoes/boletins-anp/producao/2019-08- boletim.pdf. Acesso em: 25 out. 2019. [2] 7º Fórum LIDE 2019, 14/06/2019 - A Indústria de Petróleo e Gás no Brasil - Principais Temas. Agência Nacional do Petróleo, Gás Natural e Biocombustíveis (ANP), 2019.Disponível em: http://www.anp.gov.br/arquivos/palestras/2019.06.14_Decio- Oddone.pdf. Acesso em: 23 out. 2019. [3] Panorama setorial 2015 a 2018 Petróleo e Gás. Banco Nacional de Desenvolvimento Social (BNDES). Disponível em: https://web.bndes.gov.br/bib/jspui/bitstream/1408/14641/1/ Petróleo e gás_P_BD.pdf. Acesso em: 15 out. 2019. [4] Matriz energética e elétrica brasileira. Empresa de Pesquisa Energética (EPE). Disponível em: http://www.epe.gov.br/pt/abcdenergia/matriz-energetica-e-eletrica. Acesso em: 25 out. 2019. [5] THOMAS, J.E., Fundamentos de Engenharia de Petróleo, editora Interciência, 2° edição, Rio de janeiro, 2001, 271p. [6] CAENN, R.; DARLEY, H. C. H.; GRAY, G. R. - Fluidos de Perfuração e Completação - Composição e Propriedades ; Tradução da 6ª edição; Editora Elsevier; Rio de Janeiro, 2014. [7] SAATY T. L; e ERGU D. When is a decision-making method trustworthy? Criteria for evaluating multi-criteria decision-making methods. International Journal of Information Technology & Decision Making 14(6), pp.1171–1187, 2015. [8] WANKE, P.; AZAD, A. K.; e BARROS, C. P. Predicting efficiency in Malaysian Islamic banks: A two-stage TOPSIS and neural networks approach. Res.Int. Bus. Finance. vol. 36, pp. 485–498, 2016. [9] ABOOTALEBI, S; HADI-VENCHEH A.; e JAMSHIDI, A. Ranking the Alternatives With a Modified TOPSIS Method in Multiple Attribute Decision Making Problems. IEEE transactions on engineering management. [10] ZAVADSKAS, E. K.; ZAKAREVICIUS, A.; e, ANTUCHEVICIENE J., Evaluation of ranking accuracy in multi-criteria decisions. Informatica, vol. 17, no. 4, pp. 601–618, 2006. [11] GOMES C. F. S.; COSTA, H. G.; e BARROS A. P. Sensibility analysis of MCDA using prospective in Brazilian energy sector. Journal of Modelling in Management 12(3) (2017) 475–497 [12] RIBEIRO, Wallace Lima; SANTOS, Marcos dos; GOMES, Carlos Francisco Simões. AHP-TOPSIS-2N Software (v.1). Desenvolvido por meio de uma parceria entre o Institulo Militar de Engenharia (IME), o Centro de Análises de Sistemas Navais (CASNAV) e a Universidade Federal Fluminense (UFF).
Como citar:

Santos, Marcos dos; Barbosa, Humberto Magno; Gomes, Carlos Francisco Simões; "APLICAÇÃO DO MÉTODO HÍBRIDO AHP-TOPSIS-2N PARA ORDENAÇÃO DA EXECUÇÃO DE FUROS DE ALÍVIO EM REVESTIMENTOS DE POÇOS DE PETRÓLEO SOB RISCO DE COLAPSO", p. 735-748 . In: Anais do XIX Simpósio de Pesquisa Operacional & Logística da Marinha. São Paulo: Blucher, 2020.
ISSN 2175-6295, DOI 10.5151/spolm2019-052

últimos 30 dias | último ano | desde a publicação


downloads


visualizações


indexações