Artigo Completo - Open Access.

Idioma principal

ANÁLISE GRÁFICA PARA REFLEXÕES DE GÊNERO: O CASO DOS ALMANACHS DE PELOTAS (1913-1935)

Lima, Paula Garcia; Michelon, Francisca Ferreira; Ferreira, Caroline Farias;

Artigo Completo:

O texto busca pensar as construções de gênero, alinhadas a análises gráficas. Para tal, tomaram-se como objetos de estudo os Almanachs de Pelotas. Este periódico circulou na cidade de Pelotas-RS, no período entre 1913 e 1935, tendo como temas assuntos de utilidades diversas, de entretenimento e, principalmente, de propaganda da modernização da cidade e das grandes ações de seus conterrâneos. Entremeado a esses assuntos, observou-se um grande número de discursos de gênero com teor conservador, inerente ao ambiente da cidade. Uma breve introdução sobre a publicação e apreciações gráficas em itens como capas, ilustrações e fotografias é o que se apresenta, de forma a verificar, por meio desses, possíveis atribuições de gênero, principalmente no que tange às mulheres. Pela data de circulação do periódico, trata-se de um estudo que se debruça sobre o passado, no entanto, funda-se na compreensão de gênero como uma construção cultural (na qual se inserem os produtos midiáticos) cujos discursos, continuamente repetidos, ecoam através dos tempos.

Artigo Completo:

Palavras-chave: Almanachs de Pelotas; análise gráfica; gênero.,

Palavras-chave:

DOI: 10.5151/despro-ped2016-0047

Referências bibliográficas
  • [1] BARROS, Claudia López; FERNÁNDEZ, José Luis; PETRIS, José Luis. La ciudad y la prensa: los medios gráficos frente a las transformaciones de Buenos Aires. In: GUTMAN, Margarida; REESE, Thomas (orgs.). Buenos Aires 1910: el imaginário para uma gran capital. Buenos Aires: Editorial Universitaria de Buenos Aires Sociedad de Economia Mixta, 1999. p.241-253.
  • [2] BOURDIEU, Pierre. A dominação masculina. Trad. Maria Helena Kühner. 12ª ed. Rio de Janeiro: Bertrand Brasil, 2014.
  • [3] DEL PRIORE, Mary. Histórias e histórias de mulher. São Paulo: Planeta, 201
  • [4] DENIS, Rafael Cardoso. Uma introdução à história do design. São Paulo: Edgard Blücher, 2000.
  • [5] FONSECA, Letíca Pedruzzi. As revistas ilustradas A Cigarra e A Bruxa: a nova linguagem gráfica e a atuação de Julião Machado. Tese (Doutorado em Design) - Pontifícia Universidade Católica do Rio de Janeiro, Departamento de Artes e Design, 2012.
  • [6] GASTAUD, Carla; SILVA, Fernanda Oliveira da. Dicionário de História de Pelotas. Beatriz Ana Loner, Lorena Almeida Gill, Mario Osório Magalhães (organizadores). Pelotas: Ed. da Ufpel, 2010.
  • [7] LESCHKO, Nadia Miranda. Inventário para a Memória da Indústria Gráfica em Pelotas-RS1920. Dissertação (Mestrado em Memória Social e Patrimônio Cultural) – Universidade Federal de Pelotas, UFPel, Pelotas, 2011.
  • [8] LIMA, Paula Garcia. Memórias do feminino através dos reclames dos Almanachs de Pelotas (1913 – 1935). Tese (Doutorado em Memória Social e Patrimônio Cultural) – Universidade Federal de Pelotas, Pelotas, 2015.
  • [9] LUCKOW, Fabiane Behling. Chanteuses e Cabarés: a performance musical como mediadora dos discursos de gênero na Porto Alegre do início do século XX. Dissertação (Mestrado em Música) - Instituto de Artes, Universidade Federal do Rio Grande do Sul, UFRGS, Porto Alegre, 2011.
  • [10] MACHADO, Vanderelei. A saúde da mulher e a virilidade masculina: imagens de corpo e gênero em anúncios de medicametos - Florianópolis (1900-1930). Nuevo Mundo-Mundos Nuevos, v. 7, p. s/n-s/n, 2007. Disponível em: . Acesso em: 4 set. 2009.
  • [11] MEGGS, Philip B. História do design gráfico. 4.ed. São Paulo: Cosac Naify, 2009.
  • [12] SEGALIN, Linara Bessega. Seriam os almanaques “leituras confiadas às mais inocentes e mais puras leitoras”?. MÉTIS: história & cultura. Caxias do Sul, vol. 9, n. 18, p. 127-153, jul./dez. 2010.
  • [13] SCOTT, Joan Wallach. Gênero: uma categoria útil de análise histórica. Educação & Realidade. Porto Alegre, vol. 20, n. 2, p.71-99, jul./dez. 1995.
Como citar:

Lima, Paula Garcia; Michelon, Francisca Ferreira; Ferreira, Caroline Farias; "ANÁLISE GRÁFICA PARA REFLEXÕES DE GÊNERO: O CASO DOS ALMANACHS DE PELOTAS (1913-1935)", p. 548-558 . In: Anais do 12º Congresso Brasileiro de Pesquisa e Desenvolvimento em Design [= Blucher Design Proceedings, v. 9, n. 2]. São Paulo: Blucher, 2016.
ISSN 2318-6968, DOI 10.5151/despro-ped2016-0047

últimos 30 dias | último ano | desde a publicação


downloads


visualizações


indexações