Dezembro 2020 vol. 7 num. 3 - VIII Simpósio de Engenharia de Produção

Artigo completo - Open Access.

Idioma principal | Segundo idioma

ANÁLISE ERGONÔMICA DO TRABALHO EM UMA EMPRESA DE SERVIÇOS DO RAMO ALIMENTÍCIO

ANÁLISE ERGONÔMICA DO TRABALHO EM UMA EMPRESA DE SERVIÇOS DO RAMO ALIMENTÍCIO

Costa, Daiane de Oliveira; Lima, Rayane Araújo; Oliveira, Hévilla Souza; Lima, Carla Amanda Matos;

Artigo completo:

Um dos principais ativos existentes dentro das empresas são os colaboradores, tendo em vista que o valor para os clientes é agregado à medida que os produtos e serviços são modificados por estes. Assim, a ergonomia é uma das áreas da engenharia que tem como objetivo modificar o sistema de trabalho para adequá-lo à realidade do trabalhador, de modo a tornar este ambiente o mais seguro e confortável possível. Tendo em vista a importância das condições psicofisiológicas dos funcionários, realizou-se uma Análise Ergonômica do Trabalho (AET) no posto de trabalho de operador de caixa em um restaurante localizado na cidade de Mossoró-RN, com o objetivo de sugerir melhorias para garantir o bem-estar do funcionário na realização de suas atividades, visando também a melhoria da produtividade. Para tal, aplicou-se o Métodolo RULA (Rapid Upper Limb Assessment) para formulação da problemática ergonômica, onde observou-se riscos à saúde da funcionária, e o Questionário Bipolar para a análise da fadiga durante a sua jornada de trabalho. Além desses métodos, foi elaborado e aplicado um questionário semi-estruturado com a finalidade de investigar demais aspectos associados às condições do trabalho. O estudo foi finalizado com a ferramenta 5W2H para as recomendações de implantação das melhorías, de modo a garantir a saúde e bem estar da colaboradora.

Artigo completo:

Um dos principais ativos existentes dentro das empresas são os colaboradores, tendo em vista que o valor para os clientes é agregado à medida que os produtos e serviços são modificados por estes. Assim, a ergonomia é uma das áreas da engenharia que tem como objetivo modificar o sistema de trabalho para adequá-lo à realidade do trabalhador, de modo a tornar este ambiente o mais seguro e confortável possível. Tendo em vista a importância das condições psicofisiológicas dos funcionários, realizou-se uma Análise Ergonômica do Trabalho (AET) no posto de trabalho de operador de caixa em um restaurante localizado na cidade de Mossoró-RN, com o objetivo de sugerir melhorias para garantir o bem-estar do funcionário na realização de suas atividades, visando também a melhoria da produtividade. Para tal, aplicou-se o Métodolo RULA (Rapid Upper Limb Assessment) para formulação da problemática ergonômica, onde observou-se riscos à saúde da funcionária, e o Questionário Bipolar para a análise da fadiga durante a sua jornada de trabalho. Além desses métodos, foi elaborado e aplicado um questionário semi-estruturado com a finalidade de investigar demais aspectos associados às condições do trabalho. O estudo foi finalizado com a ferramenta 5W2H para as recomendações de implantação das melhorías, de modo a garantir a saúde e bem estar da colaboradora.

Palavras-chave: Análise Ergonômica do Trabalho. Método RULA. Operador de Caixa.,

Palavras-chave: Análise Ergonômica do Trabalho. Método RULA. Operador de Caixa.,

DOI: 10.5151/viisimep-249254

Referências bibliográficas
  • [1] ABRAHÃO, J. Introdução à ergonomia: da prática à teoria. São Paulo: Blucher, 2009.
  • [2] BRAGA, Juliana Celeste Matos; ZILLE, Luciano Pereira; BRAGA, Luana Matos; ZILLE, Diego Pereira.
  • [3] Tensões no trabalho: estudo com operadores de caixa de uma rede mineira de supermercados. Revista
  • [4] Eletrônica da Administração (Online). Centro Universitário de Franca Uni-FACEF. Franca – SP, v.12, n.1,
  • [5] ed.22, p.15-30, jan-jun, 2013.
  • [6] BRASIL. Ministério do Trabalho e Emprego. NR 17 - Ergonomia. Portaria MTb n.º 876, de 24 de outubro de
  • [7] 2018.
  • [8] DAYCHOUM, Merhi. 40 Ferramentas e técnicas de gerenciamento. 1. ed. Rio de Janeiro: Brasport, 2012.
  • [9] ERGO LTDA. Questionário bipolar de fadiga. Disponível em:
  • [10] . Acesso em: 13 mai. 2020.
  • [11] FACHIN, Odília. Fundamentos de metodologia: noções básicas em pesquisa científica. 6. ed. São Paulo:
  • [12] Saraiva, 2017.
  • [13] DOPPLER, F. Trabalho e saúde. In: FALZON, P. Ergonomia. 2.ed. São Paulo: Blucher, 2018.
  • [14] GUÉRIN, F; LAVILLE, A; DANIELLOU, F; DURAFFOURG, J; KERGUELEN, A. Compreender o trabalho
  • [15] para transformá-lo: a prática da ergonomia. 1. ed. São Paulo: Blucher, 2001.
  • [16] IIDA, Itiro. Ergonomia: projeto e produção. 2 ed. São Paulo: Edgard Blucher, 2005.
  • [17] IIDA, Itiro; BUARQUE, Lia. Ergonomia: projeto e produção. 3 ed. São Paulo: Edgard Blucher, 2016.
  • [18] MACHADO, S. S. Gestão da qualidade. Santa Maria: Universidade Federal de Santa Maria, 2012.
  • [19] MCATAMNEY, Lynn; CORLETT, E Nigel. RULA: A survey method for the investigation of work-related
  • [20] upperlimb disorders. Applied Ergonomics, v.24, n.2, p.91-99, April, 1993.
  • [21] SILVA, Pedro Henrique Souza da; CABETE, Nadja Polyana Felizola. Aplicação do Questionário Bipolar na
  • [22] avaliação da fadiga e da dor em uma unidade técnica de uma autarquia federal na cidade de Manaus.
  • [23] Simpósio de Engenharia de Produção. Universidade Federal de Goiás – Regional Catalão, 28 a 30 de agosto,
  • [24] Catalão, Goiás, Brasil.
Como citar:

Costa, Daiane de Oliveira; Lima, Rayane Araújo; Oliveira, Hévilla Souza; Lima, Carla Amanda Matos; "ANÁLISE ERGONÔMICA DO TRABALHO EM UMA EMPRESA DE SERVIÇOS DO RAMO ALIMENTÍCIO", p. 730-750 . In: Anais do VIII Simpósio de Engenharia de Produção . São Paulo: Blucher, 2020.
ISSN 2357-7592, DOI 10.5151/viisimep-249254

últimos 30 dias | último ano | desde a publicação


downloads


visualizações


indexações