Artigo Completo - Open Access.

Idioma principal

ANÁLISE ERGONÔMICA DO CENTRO CIRÚRGICO DE UM HOSPITAL UNIVERSITÁRIO DA CIDADE DO RECIFE-PE

VILLAROUCO, Vilma; BARROS, Francisco Amorim de; FARIAS, Gabriella Maria de Brito; CHAVES, Geane Rodrigues;

Artigo Completo:

Este artigo é o resultado da Avaliação Ergonômica do Ambiente Construído realizada no Centro Cirúrgico do Hospital das Clínicas da UFPE, com o objetivo de identificar os atributos do ambiente, as adequações, não conformidades, bem como as expectativas e impressões dos usuários. Para a realização do estudo foi utilizada como ferramenta a Metodologia Ergonômica do Ambiente Construído. O trabalho nos possibilitou uma visão ampla de todo o ambiente, visto que incluiu a percepção do pesquisador sobre o ambiente físico e o funcionamento, associado à percepção que o usuário do serviço faz deste, permitindo analisar, sob os vários aspectos, as variáveis envolvidas sugerindo pontualmente as adequações necessárias.

Artigo Completo:

Palavras-chave: Ergonomia, Ambiente Construído, Centro Cirúrgico,

Palavras-chave: ,

DOI: 10.5151/engpro-conaerg2016-18987

Referências bibliográficas
  • [1] ASSOCIAÇÃO BRASILEIRA DE NORMAS TÉCNICAS - NBR 10152: níveis de ruído para conforto acústico. Rio de Janeiro, 1987.
  • [2] ASSOCIAÇÃO BRASILEIRA DE NORMAS TÉCNICAS - NBR 5413: iluminância de interiores. Rio de Janeiro, 199
  • [3] ASSOCIAÇÃO BRASILEIRA DE NORMAS TÉCNICAS - NBR 7256: Tratamento de ar em estabelecimentos assistenciais de saúde (EAS) - Requisitos para projeto e execução das instalações. Rio de Janeiro, 2005.
  • [4] BRASIL. Ministério da Saúde. Agência Nacional de Vigilância Sanitária. Orientação Técnica Referente a Indicadores de Qualidade do Ar Interior em Ambientes de Serviços de Saúde. Brasília – DF, 2003.
  • [5] BRASIL. Ministério da Saúde. Agência Nacional de Vigilância Sanitária. Resolução RDC nº. 50, de 21 de fevereiro de 2002. Dispõe sobre o Regulamento Técnico para planejamento, programação, elaboração e avaliação de projetos físicos de estabelecimentos assistenciais de saúde. Diário Oficial da União [da União da República Federativa do Brasil], Brasília, 20 mar. 2002.
  • [6] BRASIL. Ministério da Saúde. Coordenação de Controle de Infecção Hospitalar. Processamento de Artigos e Superficies em Estabelecimentos de Saúde. - 2. ed. - Brasília,1994. 50 p.
  • [7] CLAVAL, V.P. A geografia cultural. 3ª ed. Florianópolis(SC): UFSC; 200
  • [8] MORAES, A. MONT’ALVÃO, C. R. Ergonomia: conceitos e aplicações Metodologia Ergonômica. Rio de Janeiro. 2003.
  • [9] VILLAROUCO, V.; ANDRETO, L. F. M. Avaliando desempenho de espaços de trabalho sob o enfoque da ergonomia do ambiente construído. Produção, v. 18, n. 3, p. 523-539, 2008.
  • [10] VILLAROUCO, V.. Tratando de ambientes ergonomicamente adequados: Seriam Ergoambientes?. In: Mont'Alvão, Cláudia; Villarouco, Vilma. (Orgs.). Um novo olhar para o projeto: a ergonomia no ambiente construído. 01ed.Teresópolis - RJ: 2AB, 2011, v. Único, p. 25-46.
Como citar:

VILLAROUCO, Vilma; BARROS, Francisco Amorim de; FARIAS, Gabriella Maria de Brito; CHAVES, Geane Rodrigues; "ANÁLISE ERGONÔMICA DO CENTRO CIRÚRGICO DE UM HOSPITAL UNIVERSITÁRIO DA CIDADE DO RECIFE-PE", p. 241-252 . In: 1º Congresso Internacional de Ergonomia Aplicada [=Blucher Engineering Proceedings, v.3 n.3]. São Paulo: Blucher, 2016.
ISSN 2357-7592, DOI 10.5151/engpro-conaerg2016-18987

últimos 30 dias | último ano | desde a publicação


downloads


visualizações


indexações