Artigo Completo - Open Access.

Idioma principal

ANÁLISE DOS PRODUTOS GASOSOS DA HIDROPIRÓLISE DE CARVÃO MINERAL POR CROMATOGRAFIA GASOSA

RIBEIRO, R. B.; NASCIMENTO, R. S.; JÚNIOR, V. V. F.; GUTERRES, F. P.; MUNIZ, A. R. C.;

Artigo Completo:

O carvão é o mais abundante recurso energético não renovável e a mais importante reserva energética do planeta. As reservas mais significativas de carvão no Brasil são as da Bacia do Paraná, localizadas na região sul do país, onde 38% do carvão nacional está localizado na cidade de Candiota/RS. A principal utilização do carvão mineral é para geração de energia elétrica, porém, devido ao baixo poder calorífico do carvão dessa região, estudos são necessários para melhor aproveitamento dessa matéria prima, sendo uma das principais técnicas a hidropirólise. Essa técnica consiste na decomposição térmica mediante aquecimento do carvão juntamente com um solvente, em um recipiente fechado, sob pressão e alta temperatura. Nessas condições ocorrem reações de craqueamento das macromoléculas do carvão e formação de hidrocarbonetos de menor peso molecular. Portanto este trabalho tem por objetivo a realização de ensaios de hidropirólise do carvão da jazida de Candiota-RS e identificação de compostos da fase gasosa através de GC-TCD. Para isso, foram realizados experimentos utilizando um reator de alta pressão e temperatura, operando em modo batelada, utilizando-se água como solvente. Nos gases gerados foi identificada uma produção significativa de hidrogênio e metano além de presença de gases não condensáveis como dióxido de carbono e etano.

Artigo Completo:

Palavras-chave: carvão,

Palavras-chave:

DOI: 10.5151/chemeng-cobeqic2017-499

Referências bibliográficas
  • [1] SILVERMAN, J.; FRIEDMAN, J.; ULLMAN, A. Z. Hydropyrolysis process, 1986. Google Patents. Disponível em: . Acesso em: fev. 2017.
  • [2] RIEGEL, E. R.; KENT, J. A. Kent and Riegel’s Handbook of Industrial Chemistry and Biotechnology. 2007.
  • [3] PERRY, R. H.; BENSKOW, L. R.; BEIMESCH, W. E. Perry’s Chemical Engineers’ Handbook. Nova Iorque: McGraw-Hill, 2008.
  • [4] SPEIGHT, J.G. Handbook of Coal Analysis. John Wiley & Sons. New Jersey: Series Editor, 2005.
  • [5] SPEIGHT, J.G. Synthetic fuel Handbook – Properties, Process and Performance. McGraw- Hill Handbooks, 2008. BP. Statistical Review of World Energy, June 2016. BRITISH PETROLEUM Disponível em: . Acesso em: nov. 2016.
  • [6] SÜFFERT, T. Carvão nos Estados do Rio Grande do Sul e Santa Catarina. Companhia de Pesquisa de Recursos Minerais. projeto nº 21, 1997.
  • [7] SKOOG, D. A.; WEST, D. M.; HOLLER, F. J.; CROUCH, S. R. Principles of Instrumental Analysis. Editora Thomson, 1998.
  • [8] LI, X.; HU, H.; JIN, L.; HU, S.; WU, B. Approach for promoting liquid yield in direct liquefaction of Shenhua coal. Fuel Processing Technology, v. 89, n. 11, p. 1090–1095, 200
  • [9] YAN, J.; BAI, Z.; LI, W.; BAI, J. Direct liquefaction of a Chinese brown coal and CO2 gasification of the residues. Fuel, v. 136, p. 280–286, 2014.
  • [10] CLIFFORD, C. B.; SONG, C. Direct liquefaction (DCL) processes and technology for coal and biomass conversion. Woodhead Publishing Series in Energy. v. 19, p. 105–154, 2011.
  • [11] SCOTT, P. W. R. Chromatographic detectors: Design, function, and operation. Marcel Dekker, Inc. 1996.
  • [12] LIANG, M.; WANG, Z.; ZHENG, J.; et al. Hydrous pyrolysis of different kerogen types of source rock at high temperature-bulk results and biomarkers. Journal of Petroleum Science and Engineering, v. 125, p. 209–217, 2015.
  • [13] MICHELS, R.; LANDAIS, P. Artificial coalification: Comparison of confined pyrolysis and hydrous pyrolysis. Fuel, v. 73, n. 11, p. 1691–1696, 1994.
Como citar:

RIBEIRO, R. B.; NASCIMENTO, R. S.; JÚNIOR, V. V. F.; GUTERRES, F. P.; MUNIZ, A. R. C.; "ANÁLISE DOS PRODUTOS GASOSOS DA HIDROPIRÓLISE DE CARVÃO MINERAL POR CROMATOGRAFIA GASOSA", p. 3113-3118 . In: Anais do XII Congresso Brasileiro de Engenharia Química em Iniciação Científica [=Blucher Chemical Engineering Proceedings, v. 1, n.4]. ISSN Impresso: 2446-8711. São Paulo: Blucher, 2017.
ISSN 2359-1757, DOI 10.5151/chemeng-cobeqic2017-499

últimos 30 dias | último ano | desde a publicação


downloads


visualizações


indexações