Artigo Completo - Open Access.

Idioma principal

ANÁLISE DOS ASPECTOS AMBIENTAIS NO DESIGN DE EMBALAGENS DE AÇUCAR MASCAVO ORGÂNICO

Barbosa, Elisa Jorge Quartim; Dantas, Denise;

Artigo Completo:

Esta pesquisa buscou perceber se os princípios agroecológicos utilizados na produção dos produtos orgânicos industrializados se refletem nas embalagens de açúcar mascavo e se estes são percebidos pelos consumidores. Foi feito um estudo comparativo entre duas indústrias de alimentos orgânicos, definidas após uma pesquisa de campo, e entrevistas em profundidade com os responsáveis pelo desenvolvimento de embalagens e com os consumidores. Os dados da pesquisa mostraram que não há alinhamento entre o discurso e a prática no que diz respeito ao design das embalagens. Os consumidores têm dificuldade em perceber os diferenciais do produto orgânico apenas pela embalagem, o que sugere que os quesitos não verbais representados pelos elementos simbólicos e metafóricos no seu design deveriam ser mais valorizados. Assim como também a localização das informações e o material da embalagem.

Artigo Completo:

Palavras-chave: embalagem, orgânicos, ambiental, percepção,

Palavras-chave: ,

DOI: 10.5151/despro-sbds15-3st601a

Referências bibliográficas
  • [1] BAUER, M. W.; GASKELL, G. Pesquisa qualitativa com texto, imagem e som: um manual prático. Petrópolis: Vozes, 2002.
  • [2] BRAUNGART, M.; MCDONOUGH, W. Cradle to cradle: re-making the way we make things. London: Vintage Books, 2008.
  • [3] DONDIS, D. A. Sintaxe da linguagem visual. 2. ed. São Paulo: Martins Fontes, 1997.
  • [4] DOUGHERTY, B. Design gráfico sustentável. São Paulo: Edições Rosari, 2011.
  • [5] EMBRAPA. Princípios norteadores da produção orgânica de hortaliças. Brasília: 2008.
  • [6] FERRARA, L. d’A. Leitura sem palavras. 3. ed. São Paulo: Ática, 1993.
  • [7] FLICK, U. Introdução à pesquisa qualitativa. 3. ed. Porto Alegre: Artmed, 2009.
  • [8] GIOVANNETTI, M. D. V. El mundo del envase: manual para el deseño y producción de envase y embalajes. 3. ed. Barcelona: Gustavo Gili, 2000.
  • [9] GURGEL, F. A. Administração da embalagem. São Paulo: Thomson Learning, 2007.
  • [10] HOFFMAN; D. Inteligência visual: como criamos o que vemos. São Paulo: Campus, 2001.
  • [11] JEDLIČKA, W. Packaging sustainability: tools, systems and strategies for innovative package design. Hoboken: John Wiley and Sons, 2009.
  • [12] KAZAZIAN, T. (org). Haverá a idade das coisas leves: design e desenvolvimento sustentável. 2. ed. São Paulo: SENAC, 2005.
  • [13] LAUTENSCHLÄGER, B. I. Avaliação de embalagem de consumo com base nos requisitos ergonômicos informacionais. 2001. 109 f. Dissertação (Mestrado em Engenharia de Produção). Universidade Federal de Santa Catarina, Florianópolis, 2001.
  • [14] MAPA – MINISTÉRIO DA AGRICULTURA, PECUÁRIA E ABASTECIMENTO. Instrução Normativa nº 50/2009, de 29 de maio de 2009. Institui o selo único oficial do Sistema Brasileiro de Avaliação da Conformidade Orgânica. Disponível em: . Acesso em: 15 jun. 2011.
  • [15] MANZINI, E., VEZZOLI, C. O desenvolvimento de produtos sustentáveis: os requisitos ambientais dos produtos industriais. São Paulo: EDUSP, 2002.
  • [16] MESTRINER, F. Gestão estratégica de embalagem: uma ferramenta de competitividade para sua empresa. São Paulo: Pearson Prentice Hall, 2007.
  • [17] NEGRÃO, C.; CAMARGO, E. Design de embalagem: do marketing à produção. São Paulo: Novatec Editora, 2008.
  • [18] ROSA, M. V. de F. P. do C.; ARNOLDI, M. A. G. C. A entrevista na pesquisa qualitativa: mecanismos para validação dos resultados. Belo Horizonte: Autêntica, 2006.
  • [19] SANTAELLA, L. Semiótica aplicada. São Paulo: Pioneira Thomson Learning, 2005.
  • [20] TRIVIÑOS, A. N. S. Introdução à pesquisa em ciências sociais: a pesquisa qualitativa em educação. São Paulo: Atlas, 1987.
Como citar:

Barbosa, Elisa Jorge Quartim; Dantas, Denise; "ANÁLISE DOS ASPECTOS AMBIENTAIS NO DESIGN DE EMBALAGENS DE AÇUCAR MASCAVO ORGÂNICO", p. 255-266 . In: Anais do 5º Simpósio Brasileiro de Design Sustentável [=Blucher Design Proceedings, v.2, n.5]. São Paulo: Blucher, 2016.
ISSN 2318-6968, DOI 10.5151/despro-sbds15-3st601a

últimos 30 dias | último ano | desde a publicação


downloads


visualizações


indexações