Artigo Completo - Open Access.

Idioma principal

Análise do perfil das publicações sobre alianças estratégicas entre organizações de 2005 à 2015

Fernandes, Sara da Costa; Rosalem, Vagner;

Artigo Completo:

As estratégias de parceria e alianças estratégicas entre as organizações são necessidades do processo de sobrevivência e desenvolvimento empresarial diante das exigências do mercado globalizado. O avanço cientifico e pesquisas sobre o tema alianças estratégicas se torna importante para compreender os estudos práticos nas organizações brasileiras. Este estudo através do levantamento bibliográfico teve como objetivo, identificar o perfil dos artigos científicos publicados na base de dados Scielo sobre alianças estratégicas em organizações, entre os anos de 2005 e 2015. A pesquisa é caracterizada como abordagem quantitativa com objetivo exploratório e descritivo. A amostragem foi realizada considerando o descritor “alianças estratégicas” utilizando a análise documental e análise de conteúdo. A partir da pesquisa realizada na base de dados Scielo Brasil, foram encontrados um total de 59 artigos sobre o tema alianças estratégicas. Considerando o período de análise, o idioma e o tipo de estudo feito com aplicabilidade nas organizações brasileiras, foram analisados um total de 24 artigos. Após leitura, identificou-se que 14 artigos poderiam ser base deste estudo.

Artigo Completo:

Palavras-chave: ,

Palavras-chave: ,

DOI: 10.5151/sma2016-019

Referências bibliográficas
  • [1] AAKER, D.; KUMAR, D.; DAY, G. Pesquisa de Marketing. São Paulo: Atlas, 200 ABBADE, B. E. Análise de Alianças Estratégicas sob a ótica da Teoria dos Jogos. Revista de Administração da UNIMEP, v.7, n.3, p. 24-45, set /dez, 2009.
  • [2] BARDIN, L. Análise de Conteúdo. 5ed. Lisboa: Edições 70, 2009.
  • [3] CARTER, J.; CUSHIMAN, R.; HARTZ, S. The handbook of Joint Venture. IIlinois, USA: Dover Jones-Irwin, 1988.
  • [4] CERTO, S.; PETER, J. P. Administração Estratégica. 2ª. ed. São Paulo: Pearson Prentice Hall, 2005.
  • [5] CHILD, J.; FAULKNER, D. Strategies of cooperation: Managing alliance, networks and joint ventures. Oxford: Oxford University Press, 1998.
  • [6] De MAN, A. P. The network Economy: strategy, structure and management. Gloucester, UK: Elgar Publishing Ltd., 2004.
  • [7] FAÇANHA, S. L. O. Aquisições, Fusões e Alianças Estratégicas na Configuração da Cadeia Sucroenergética Brasileira. 2012. 330 f. Tese (Doutorado em Administração) – Faculdade de Economia, Administração e Contabilidade, Universidade de São Paulo, São Paulo.
  • [8] FONSECA, J. J. S. Metodologia da pesquisa científica. Ceará: Universidade Estadual do Ceará, 2002.
  • [9] GALERANI, J. Formação, estruturação e implementação de aliança estratégica entre empresas cooperativas. Revista Administração de Empresas [online]. v. 2, n. 1, Jan/Jun, 2003.
  • [10] GIL, A. C. Como elaborar projetos de pesquisa. 4. ed. São Paulo: Atlas, 2002.
  • [11] HAGEDOORN, J.; SHAKENRAAD, J. The effect of strategic technology alliances on company performance. Strategic Management Journal; Vol 15, 4; p. 291- 309,1994.
  • [12] HITT, M. A.; IRELAND, R. D.; HOSKISSON, R. E. Administração Estratégica: competitividade e globalização. 2. ed. São Paulo: Cengage Learning, 2011.
  • [13] KANTER, R. M. The art of alliances. Harvard Business Review, v. 72, n. 4, p. 96- 108, July-Aug.1994.
  • [14] KLEIN, L.L.; Motivos que levam as empresas a retirarem-se dos processos cooperativos: contribuições para a formação, gestão e desenvolvimento de redes interorganizacionais. 2012. 183 f. Dissertação (Mestrado em Administração) – Universidade Federal de Santa Maria, Santa Maria, 2012.
  • [15] LIMA, V. Z. et al. Perfil dos artigos sobre alianças estratégicas publicados na base de dados Scielo entre 2000 e 2014. Revista Brasileira de Gestão e Inovação. v. 2, n.3, p. 94-110, mai/ago, 20
  • [16] LORANGE, P.; ROOS, J. Alianças estratégicas: formação, implementação e evolução. São Paulo: Atlas, 1996.
  • [17] MATTANA, L.; NORO, G. B.; ESTRADA, R. Caracterização do processo de formação de alianças estratégicas. Internext – Revista Eletrônica de Negócios Internacionais, v. 3, n. 2, p. 181-198, ago./dez, 2008.
  • [18] MORAN, M. R.; SOUZA, F. F. A.; BOAVENTURA, J. M. G.; MARINHO, B. L.;FISCHMANN, A. A. Alianças Estratégicas: uma análise bibliométrica da produção científica entre 1989 e 2008. Revista de Ciências da Administração, v. 12, n. 27, p. 42-62, 2010.
  • [19] MINTZBERG, H.; AHLSTRAND, B.; LAMPEL, J. Safári de Estratégia. 2. ed. Porto Alegre: Bookman, 2010.
  • [20] PORTER, M. E. Competição: estratégias competitivas essenciais. Rio de Janeiro: Elsevier, 1999.
  • [21] RICHARDSON, R. J. Pesquisa social: métodos e técnicas. São Paulo: Atlas, 1999.
  • [22] ROSALEM, V. Formação e Gestão de Alianças Estratégicas na Cadeia Produtiva do Fumo. 2007. 278 f. Dissertação (Mestrado em Administração) – Universidade Federal de Lavras, Minas Gerais.
  • [23] RUMELT, R. Estratégia boa, estratégia ruim: descubra suas diferenças e importância. Rio de Janeiro: Elsevier, 2011.
  • [24] SCIELO, Scientific Electronic Library Online. Disponível em: Acesso em 25 jul. 2016.
  • [25] SOUZA, D. B.; BALDIN, C. O papel das alianças estratégicas na competitividade das cooperativas de leite. Revista Organizações Rurais & Agroindustriais, Lavras, v. 7, n. 3, p. 324-334, 2005.
  • [26] TODEVA, E.; KNOKE, D. Strategic alliances and models of collaboration, Management Decision, v. 43, n. 1, p.123 - 148, 2005.
  • [27] THOMPSON, A.; STRICKLAND A. Strategic Management, 12th ed. New York: McGraw-Hill, 2001.
  • [28] VERGARA, S. C. Gestão de Pessoas. São Paulo: Atlas, 2009.
  • [29] VERSCHOORE, J. R. et al. Concepções teóricas e verificações empíricas sobre a cooperação entre firmas no Brasil: uma introdução ao Fórum Alianças Estratégicas e Redes de Alianças. Revista de Administração Mackenzie, v. 15, n. 3, p. 14-20, 2014.
  • [30] VOLPATO, Gildo. O Jogo e o Brinquedo: Reflexões a partir da Teoria Crítica. IN: Revista Educação e Sociedade, Campinas, vol. 23, n. 81, p. 217-226, dez. 2002.
  • [31] WRIGHT, P.; KROLL, M. J.; PARNELL, J. Administração Estratégica: conceitos.São Paulo: Atlas, 2000.
  • [32] YIN, R. K. Estudo de caso: planejamento e métodos. 5. ed. Porto Alegre: Bookman, 2015.
  • [33] YOSHINO, M. Y.; RANGAN, U. S. Alianças estratégicas: Uma abordagem empresarial à globalização. São Paulo: Makron Books, 1996.
Como citar:

Fernandes, Sara da Costa; Rosalem, Vagner; "Análise do perfil das publicações sobre alianças estratégicas entre organizações de 2005 à 2015", p. 205-219 . In: Anais do Simpósio de Metodologias Ativas: Inovações para o ensino e aprendizagem na educação básica e superior [= Blucher Education Proceedings, v. 2, n. 1]. São Paulo: Blucher, 2017.
ISSN 2318-695X, DOI 10.5151/sma2016-019

últimos 30 dias | último ano | desde a publicação


downloads


visualizações


indexações