Artigo Completo - Open Access.

Idioma principal

ANÁLISE DO DIAGNÓSTICO DA INOVAÇÃO SOB A PERSPECTIVA DO MODELO DE EXCELÊNCIA E SUA ADERÊNCIA PARA ASPECTOS-CHAVE DA INOVAÇÃO EM PEQUENAS E MÉDIAS EMPRESAS

Zardo Jr, Egídio;

Artigo Completo:

O uso de diagnósticos da inovação pelas empresas as auxilia detectar em quais aspectos da inovação são mais fortes, em quais possuem oportunidades de melhoria e quais deles poderiam ser explorados para se tornarem vantagens competitivas. São, deste modo, importantes direcionadores dos esforços que a empresa dispende para avaliar e melhorar seu estágio de inovação e, por consequência, sua competitividade. Uma avaliação incorreta pode causar o desperdício de recursos, indicando a necessidade de investimentos para aspectos menos importantes da inovação e impactando de forma negativa seu resultado, sobretudo em pequenas e médias empresas, que carecem de investimentos. Este artigo analisou o diagnóstico de um programa de gestão da inovação (Programa NAGI PG), utilizado para determinar o estágio de maturidade da inovação em cerca de 80 pequenas e médias empresas participantes e para direcionar esforços voltados a melhoria da inovação. Na análise comparativa, foi verificado a aderência do diagnóstico com aspectos presentes em um modelo de excelência da inovação e em um modelo da inovação organizacional, ambos considerados representativos de modelos ditos sistêmicos da inovação. Detectou-se que aspectos presentes nos modelos não haviam sido incluídos no diagnóstico. Os resultados desta análise são apresentados, sendo indicados quais aspectos-chave dos modelos não estão presentes, assim com as possíveis implicações desta ausência. Ao final, o artigo apresenta suas contribuições para a pesquisa na área de inovação e para a prática gerencial da inovação nas empresas.

Artigo Completo:

Palavras-chave: Competitividade, inovação, pequena e média empresa, diagnóstico da inovação, programa de gestão da inovação, modelo de excelência da inovação, modelo de inovação organizacional,

Palavras-chave:

DOI: 10.5151/cbgdp2017-054

Referências bibliográficas
  • [1] ARTHUR D. LITTLE (ADL). ‘Innovation Excellence - Benchmark your Innovation Capabilities against the World’ Disponível em: < http://www.adlittle.com/downloads/tx_adlreports/TIM_2013_Innovex_Report.pdf >. Acesso em: 2017.
  • [2] BREM, A. BILGRAM, V. Voigt, K. ‘User-centric innovations in new product development—Systematic identification of lead users harnessing interactive and collaborative online-tools’. International Journal of Innovation Management, 2008.
  • [3] CROSSAN, M.; APAYDIN, M. ‘A Multi-Dimensional Framework of Organizational Innovation: A Systematic Review of the Literature’. Journal of Management Studies. p. 1150 a 1191, Set, 2010.
  • [4] DESS, G. G.; PICKEN, J. C. ‘Changing roles: leadership in the 21st century’. Organizational Dynamics. Volume 28, Issue 3, Pages 18-34, 2000.
  • [5] FERREIRA, A. G. G. ‘A influência dos processos de desenvolvimento de produto no desempenho inovador das empresas’. São Paulo: Dissertação de mestrado, FEA/USP, 2007.
  • [6] IAPMEI. ‘Projeto Five – Fomento da Inovação e Valorização Empresarial.’ Disponível em: . Acesso em: 2013.
  • [7] OLIVEIRA, L. G. H LOPES, T. BAGNO, R. B. ‘Innovation management: lessons learned from innovation diagnostic tools, 2016.
  • [8] PORTER, M.E.; KETELS, C.H.M.. ‘Competitiveness: Moving to the Next Stage’. DTI Economics Paper No 3. UK, 2003.
  • [9] ROBBINS, Stephen P. ‘Comportamento organizacional’. Tradução: Reynaldo Marcodes. ed. São Paulo: Prentice Hall, 2002
  • [10] SAWHNEY, M.; WOLCOTT, R. C.; ARRONIZ, I. ‘The 12 different ways for companies to innovate. Mit Sloan Management Review’, v. 47, n. 3, p. 75-+, Spr 2006. ISSN 1532-9194.
  • [11] SCHUMPETER, J. A. ‘Teoria do desenvolvimento econômico: uma investigação sobre lucros, capital, crédito, juro e o ciclo econômico’. São Paulo, 1988.
  • [12] TIDD, J.; BESSANT, J.; PAVITT, K. ; ‘Gestão da Inovação’. Porto Alegre: Bookman, 2008. 600p. ISBN 9788577802029.
  • [13] USP, FIESP, SENAI SP. ‘Diagnóstico da Inovação do Programa Núcleo de apoio a gestão da inovação’. Site NAGI PG http://nagipg.mybookcard.com/#/nagipg/books/1, 2016.
Como citar:

Zardo Jr, Egídio; "ANÁLISE DO DIAGNÓSTICO DA INOVAÇÃO SOB A PERSPECTIVA DO MODELO DE EXCELÊNCIA E SUA ADERÊNCIA PARA ASPECTOS-CHAVE DA INOVAÇÃO EM PEQUENAS E MÉDIAS EMPRESAS", p. 533-542 . In: . São Paulo: Blucher, 2017.
ISSN 2318-6968, DOI 10.5151/cbgdp2017-054

últimos 30 dias | último ano | desde a publicação


downloads


visualizações


indexações