Jully 2017 vol. 4 num. 2 - IX SBEA + XV ENEEAmb + III FLES

Artigo Completo - Open Access.

Idioma principal

ANÁLISE DE PH, TURBIDEZ, COLIFORMES TOTAIS E ESCHERICHIA COLI DA ÁGUA DA REDE DE ABASTECIMENTO PÚBLICO DO MUNICÍPIO DE ALTA FLORESTA D’OESTE - RO.

SILVA, ALISSON SABAI DA; COSTA, ANDRÉ DA SILVA; POTIN, DENNER MANTHAY; ALVES, ANTÔNIO LUCIANO VOLPATO; MATOS, LILA FRANCISCA DE OLIVEIRA REIS; POTIN, DAIENNE MANTHAY;

Artigo Completo:

A água é um dos elementos mais essenciais para os seres vivos e é utilizada para inúmeras finalidades. O objetivo desse trabalho foi analisar a qualidade da água da rede de abastecimento das residências no município de Alta Floresta D’Oeste – RO que é fornecida pelo Serviço de Abastecimento de Água e Esgoto (SAAE) e verificar se a mesma se encontra dentro dos padrões estabelecidos pela Portaria de potabilidade nº 2.914/2011 do Ministério da Saúde. Foram coletadas 7 amostras diretamente de torneiras acopladas aos registros instalados nas casas pelo SAAE, sendo que uma amostra foi coletada na estação de tratamento. No laboratório das Faculdades Integradas de Cacoal – UNESC foram realizados procedimentos para a verificação dos parâmetros de pH, turbidez, coliformes totais e Escherichia coli. Para coleta das amostras, transporte e realização dos procedimentos foram seguidos métodos Manual Prático de Análise de Água da FUNASA. Dos parâmetros analisados, observou-se que os resultados obtidos para pH, coliformes totais e E.coli se encontraram em conformidade com a Portaria MS nº 2.914/2011. Em relação à turbidez, 36% das amostras analisadas apresentaram valores superiores de 5 UNT, não atendendo os padrões de potabilidade. Conclui-se que no período estudado a água fornecida para a população de Alta Floresta D’Oeste – RO não apresentou características satisfatórias em relação à turbidez.

Artigo Completo:

Palavras-chave: água, potabilidade, abastecimento, coliformes totais, turbidez,

Palavras-chave:

DOI: 10.5151/xveneeamb-170

Referências bibliográficas
  • [1] ABAS, Associação Brasileira de Águas Subterrâneas. Águas subterrâneas, o que são?. Disponível em: . Acesso em: 30 de maio de 2015.
  • [2] APHA. Standard Methods for the Examination of Water and Wastewater. Washington: APHA, 1995.
  • [3] BAIRD, C. Química ambiental. 2. ed. Porto Alegre: Bookman, 2002.
  • [4] BRASIL. Ministério da Saúde. Secretaria de Vigilância em Saúde. Vigilância e controle da qualidade da água para consumo humano. Brasília: Ministério da Saúde, 2006.
  • [5] BRASIL, Ministério da Saúde. Portaria nº 2914, de 12 de dezembro de 2011. Dispõe sobre os procedimentos de controle e de vigilância da qualidade da água para consumo humano e seu padrão de potabilidade. Brasília: Diário Oficial da República Federativa do Brasil, 2011.
  • [6] FUNASA - FUNDAÇÃO NACIONAL DA SAÚDE. Manual Prático de Análise de Água. Brasília, 4º edição, 2013.
  • [7] HELBEL, A. F. Análise da qualidade das águas subterrâneas no perímetro urbano de Ji-Paraná / RO – Brasil. Ji-Paraná, Rondônia, 2011.
  • [8] LIBANIO, M. Fundamentos de qualidade e tratamento de água. 2.ed. São Paulo: Átomo, 200 444p.
  • [9] MARQUES, F. C.; CAVALCANTE, P. R. S.; BARBIERI, R. Qualidade das águas subterrâneas da área urbana no município de Santa Helena (MA). In: CONGRESSO BRASILEIRO DE ÁGUAS SUBTERR NAS E ENCONTRO NACIONAL DE PERFURADORES DE POÇOS, 16. e 17., 2010, São Luís.
  • [10] MIZUTORI, I. S. Caracterização da qualidade das águas fluviais em meios peri-urbanos: o caso da bacia hidrográfica do rio Morto – RJ. Rio de Janeiro: PEAMB/UERJ, 2009. Dissertação (Mestrado em Engenharia Ambiental), Programa de Pós-Graduação em Engenharia Ambiental, Universidade do Estado do Rio de Janeiro, 2009.
  • [11] NEVES, D. V. F.; NASCIMENTO, C. E. Qualidade da água bruta e tratada disponibilizada no campus urbanova. São José dos Campos, Paraíba, 2012.
  • [12] SIQUEIRA, L. P.; SHINOHARA, N. K. S.; LIMA, R. M. T.; PAIVA, J. E.; FILHO, J. L. L.; CARVALHO, I. T. Avaliação microbiológica da água de consumo empregada em unidades de alimentação. Ciência e Saúde Coletiva, Rio de Janeiro, v. 15, n. 1, p. 63-66, 2010.
Como citar:

SILVA, ALISSON SABAI DA; COSTA, ANDRÉ DA SILVA; POTIN, DENNER MANTHAY; ALVES, ANTÔNIO LUCIANO VOLPATO; MATOS, LILA FRANCISCA DE OLIVEIRA REIS; POTIN, DAIENNE MANTHAY; "ANÁLISE DE PH, TURBIDEZ, COLIFORMES TOTAIS E ESCHERICHIA COLI DA ÁGUA DA REDE DE ABASTECIMENTO PÚBLICO DO MUNICÍPIO DE ALTA FLORESTA D’OESTE - RO.", p. 1698-1707 . In: . São Paulo: Blucher, 2017.
ISSN 2357-7592, DOI 10.5151/xveneeamb-170

últimos 30 dias | último ano | desde a publicação


downloads


visualizações


indexações