Dezembro 2018 vol. 4 num. 1 - VI Congresso Médico Universitário São Camilo

Poster - Open Access.

Idioma principal | Segundo idioma

ANÁLISE DE DADOS DE SAÚDE DE CRIANÇAS E ADOLESCENTES DOS MUNICÍPIOS COM MAIOR NÚMERO DE PULVERIZAÇÃO AÉREA DE AGROTÓXICOS DO ESTADO DE SÃO PAULO – BRASIL, ENTRE 2013 E 2015

ANÁLISE DE DADOS DE SAÚDE DE CRIANÇAS E ADOLESCENTES DOS MUNICÍPIOS COM MAIOR NÚMERO DE PULVERIZAÇÃO AÉREA DE AGROTÓXICOS DO ESTADO DE SÃO PAULO – BRASIL, ENTRE 2013 E 2015

Nery, T.C.S.; Lipp, S.P.; Carbone, B.L.; Mesquita, V.D.; Christensen, R.A.; Lima, P.J.P.;

Poster:

O Brasil é o maior consumidor de agrotóxicos no mundo desde 2008. O estado de São Paulo, com 645 Municípios, destaca-se como um dos maiores consumidores, e unidade federada do Brasil com maior quantidade de agrotóxicos comercializados em 2014 (23,5% do total nacional). O Estado de São Paulo também obteve destaque com maior número de notificações por intoxicações por agrotóxico do país. Os objetivos do trabalho foram analisar os dados de saúde de crianças e adolescentes em regiões com elevada exposição a agrotóxicos, a fim de buscar possíveis relações entre o uso de pesticidas e adoecimento. Realizou-se estudo descritivo a partir de análise de internação de crianças e adolescentes entre 0 a 19 anos de idade, nos 15 Municípios do Estado de São Paulo, com maior quantidade de pulverização aérea de agrotóxicos, entre 2013 e 2015. Foram coletados dados sobre a taxa de mortalidade hospitalar, por local de residência, a partir do Sistema Único de Saúde (DATASUS). Entre os 15 Municípios com maior consumo de agrotóxicos no Estado de São Paulo foram apontados altos índices de malformações congênitas e neoplasias em comparação com dados do Estado de São Paulo. Os achados de altos índices das doenças nos Municípios estudados apontam para a necessidade de aprofundamento de pesquisas sobre os efeitos do uso de agrotóxicos e das pulverizações aéreas na população.

Poster:

O Brasil é o maior consumidor de agrotóxicos no mundo desde 2008. O estado de São Paulo, com 645 Municípios, destaca-se como um dos maiores consumidores, e unidade federada do Brasil com maior quantidade de agrotóxicos comercializados em 2014 (23,5% do total nacional). O Estado de São Paulo também obteve destaque com maior número de notificações por intoxicações por agrotóxico do país. Os objetivos do trabalho foram analisar os dados de saúde de crianças e adolescentes em regiões com elevada exposição a agrotóxicos, a fim de buscar possíveis relações entre o uso de pesticidas e adoecimento. Realizou-se estudo descritivo a partir de análise de internação de crianças e adolescentes entre 0 a 19 anos de idade, nos 15 Municípios do Estado de São Paulo, com maior quantidade de pulverização aérea de agrotóxicos, entre 2013 e 2015. Foram coletados dados sobre a taxa de mortalidade hospitalar, por local de residência, a partir do Sistema Único de Saúde (DATASUS). Entre os 15 Municípios com maior consumo de agrotóxicos no Estado de São Paulo foram apontados altos índices de malformações congênitas e neoplasias em comparação com dados do Estado de São Paulo. Os achados de altos índices das doenças nos Municípios estudados apontam para a necessidade de aprofundamento de pesquisas sobre os efeitos do uso de agrotóxicos e das pulverizações aéreas na população.

Palavras-chave: criança, adolescente, agrotóxico, mortalidade infantil,

Palavras-chave: criança, adolescente, agrotóxico, mortalidade infantil,

DOI: 10.5151/comusc2018-21

Referências bibliográficas
  • [1] BRASIL. Secretaria de Vigilância em Saúde. Departamento de Vigilância em Saúde Ambiental e Saúde do Trabalhador. MinistÉrio da SaÚde. Relatório Nacional de Vigilância em Saúde de Populações Expostas a Agrotóxicos. Brasilia: Editora do Ministério da Saúde, 2018. Disponível em: . Acesso em: 03 out. 2018.
  • [2] NARDOCCI, Adelaide Cassia. NARA - Núcleo de Pesquisas em Avaliação de Riscos Ambientais. Disponível em: . Acesso em: 03 out. 2018.
  • [3] DICH, Jan et al. Pesticides and cancer. Cancer Causes And Control, [s.l.], v. 8, n. 3, p.420-443, 1997. Springer Nature. http://dx.doi.org/10.1023/a:1018413522959.
  • [4] MEDINA-CARILLO L, RIVAS SOLIS F, FERNANDEZ-ARGUELLES R. Risk for Congenital Malformations in Pregnant Woman Exposed to Pesticides in the State of Nayarit, Mexico. Ginecol Obstet Mex 2002; 70: 538-54
  • [5] DATASUS Departamento de Informática do SUS. Disponível em: . Acesso em: 03 out. 2018.
Como citar:

Nery, T.C.S.; Lipp, S.P.; Carbone, B.L.; Mesquita, V.D.; Christensen, R.A.; Lima, P.J.P.; "ANÁLISE DE DADOS DE SAÚDE DE CRIANÇAS E ADOLESCENTES DOS MUNICÍPIOS COM MAIOR NÚMERO DE PULVERIZAÇÃO AÉREA DE AGROTÓXICOS DO ESTADO DE SÃO PAULO – BRASIL, ENTRE 2013 E 2015", p. 242-256 . In: Centro Universitário São Camilo. São Paulo: Blucher, 2018.
ISSN 2357-7282, DOI 10.5151/comusc2018-21

últimos 30 dias | último ano | desde a publicação


downloads


visualizações


indexações