Artigo Completo - Open Access.

Idioma principal

ANÁLISE DA RELAÇÃO ENTRE A PRÁTICA DO LEAN E O DESEMPENHO DE PRAZO DE PROJETOS EM ORGANIZAÇÕES REPRESENTATIVAS DE PESQUISA CLÍNICA

Maldonado, Camila; Lopes, Ana Paula; Carvalho, Marly Monteiro de;

Artigo Completo:

Nos tempos atuais, as empresas buscam respostas rápidas e eficazes que visam aproveitar oportunidades com melhor controle e uso dos recursos existentes. Tradicionalmente, metas de prazo são utilizadas como critérios para medição de sucesso de projetos. O investimento na adoção de técnicas e ferramentas de gerenciamento pode contribuir de maneira significativa para o sucesso do projeto. A aparição das histórias de sucesso associada à adoção de ferramentas de melhoria contínua está convergindo para encorajar os líderes a considerar o lean em suas instituições e empresas. A metodologia lean é reconhecida pela maximização do valor por meio da contínua eliminação de desperdícios e foi originalmente concebida como uma prática de manufatura, porém a mentalidade tem sido gradualmente disseminada em todas as áreas empresariais e também para empresas dos mais diferentes tipos e setores, tornando-se efetivamente uma filosofia e uma cultura empresarial. Nas últimas décadas, muitos estudos foram publicados na tentativa de entender a relação da filosofia lean como estratégia de sobrevivência que garanta ganhos na produtividade e vantagens competitivas, porém ainda é um fenômeno experimentado por um seleto grupo de Organizações Representativas de Pesquisa Clínica (ORPC). Na tentativa de contribuir com esses estudos, esta pesquisa busca analisar as relações entre o uso da metodologia lean e o desempenho de prazo de projetos em ORPCs através de uma abordagem qualitativa de estudo de caso. A conclusão da pesquisa indica que a inclusão dos princípios lean como parte da missão, cultura e valores da companhia, bem como o uso de ferramentas de melhoria contínua podem contribuir com a entrega antecipada das atividades dos projetos e facilitar a obtenção dos objetivos estratégicos da empresa.

Artigo Completo:

Palavras-chave: Gerenciamento de Projetos, Gerenciamento de Prazos, Desempenho de Projetos, Metodologia Lean, Organização Representativas de Pesquisa Clínica,

Palavras-chave:

DOI: 10.5151/cbgdp2017-050

Referências bibliográficas
  • [1] ATKINSON, R. Project management: cost, time and quality, two best guesses and a phenomenon, its time to accept other success criteria. International Journal of Project Management, v. 17, n. 6, p. 337-342, 1999.
  • [2] BARBER, E. Benchmarking the management of projects: a review of current thinking. International Journal of Project Management, v. 22, p. 301-307, 2004.
  • [3] BRUNET, A.P.; NEW, S. Kaizen in Japan: An Empirical study. International Journal of Operations & Production Management, v. 23, n. 12, p. 1426-1446, 200
  • [4] CHAN, F.T.S.; LAU, H.C.W.; IP, R.W.L.; CHAN, H.K.; KONG, S. Implementation of total productive maintenance: a case study, International Journal Production Economics, v. 95, n. 1, p. 71–94, 2005.
  • [5] ATTADIA. L.; MARTINS, R. Medição de desempenho como base para evolução da melhoria contínua. Revista Produção, v. 13, n. 2, p. 33-41, 2003.
  • [6] CIRIELLO, D.M. Estratégias para o gerenciamento do cronograma do projeto: Dicas úteis para os gerentes de projetos e membros da equipe. Livraria Virtual PMI. Project Management Institute, 2011. Disponível em: https://brasil.pmi.org/brazil/KnowledgeCenter/Articles/~/media/C1CEEAF8C93 64BAA9FAB0D7F2B92203F.ashx. Acesso em 07 de abril de 201
  • [7] KERZNER, H. Project Management Best Practices. New Jersey: Jon Wiley & Sons, 2 ª edição, 2010.
  • [8] KHADEM, M.; ALI, S.A.; SEIFODDINI, H. Efficacy of lean metrics in evaluation the performance of manufacturing systems. International Journal of Industrial Engineering, v. 15, n. 2, p. 176-184, 200
  • [9] Lean Institute Brasil (LIB). Disponível: . Acesso em 13 de fevereiro de 2016.
  • [10] LING, F. Y. Y. How project managers can better control the performance of designbuild projects. International Journal of Project Management, v. 22, p. 477488, 2004.
  • [11] MICHALSKA, J.; SZEWIECZEK, D. The 5S methodology as a tool for improving the organisation. Journal of Achievements in Materials and Manufacturing Engineering, v. 24, n. 2, p. 211-214, 2007.
  • [12] NEELY, A. Measuring business performance. London: The Economist Newspaper and Profile Books, 1998.
  • [13] OISEN, R.P; Can Project Management be defined? Project Management Quarterly. v.2, n.1, p. 12-14, 1971.
  • [14] PATAH, L.; CARVALHO, M.M. Métodos de gestão de projetos e sucesso dos projetos: um estudo quantitativo do relacionamento entre estes conceitos. Revista de Gestão e Projetos, v. 3, n. 2, p. 178-206, 2012.
  • [15] Project Management Institute (PMI). Um guia do conhecimento em gerenciamento de projetos (Guia PMBOK). Editora Atlanta: Global Standard, 5 ª edição, 2013.
  • [16] ROCHA, A.V.; COSTA, F.S.; NOGUEIRA, J.F., BELMIRA, T.R. Gerenciamento de Qualidade em Projetos. Rio de Janeiro: Editora FGV, 2014.
  • [17] SILVA, L.M. A importância do gerenciamento do tempo nos projetos. Techoje. Belo Horizonte, 2016. Disponível em: http://www.techoje.com.br/site/techoje/categoria/detalhe_artigo/409.
  • [18] TEICH, S. T.; FADDOUL, F. F. Lean Management - The Journey from Toyota to healthcare. Rambam Maimonides Medical Journal, v.4, n.3, p. e0007, 2013.
  • [19] TOUSSAINT, M. D.; BERRY, L. L. The Promise of Lean in Healthcare. Mayo Clinic Proceedings, v.88, n. 1, p. 74-82, 2013.
  • [20] WOMACK, J. P.; JONES, D. T.; ROOS, D. A máquina que mudou o mundo. Rio de Janeiro: Editora Campus, 1992.
  • [21] WOMACK, J.P.; JONES, D.T. A mentalidade enxuta nas empresas – Elimine o desperdício e crie riquezas. Rio de Janeiro: Editora Campus, 1998.
  • [22] ZIDEL, T.G. A Lean Guide to Transforming Healthcare: How to Implement Lean Principles in Hospitals, Medical Offices, Clinics, and Other Healthcare Organizations. Milwaukee: ASQ Quality Press, 2006.
  • [23] ZU, X.; ROBBINS, T.L.; FREDENDALL, L.D. Mapping the critical links between organizational culture and TQM/Six Sigma practices. International Journal of Production Economics, v.123, n. 1, p. 86–106, 2010.
Como citar:

Maldonado, Camila; Lopes, Ana Paula; Carvalho, Marly Monteiro de; "ANÁLISE DA RELAÇÃO ENTRE A PRÁTICA DO LEAN E O DESEMPENHO DE PRAZO DE PROJETOS EM ORGANIZAÇÕES REPRESENTATIVAS DE PESQUISA CLÍNICA", p. 493-502 . In: . São Paulo: Blucher, 2017.
ISSN 2318-6968, DOI 10.5151/cbgdp2017-050

últimos 30 dias | último ano | desde a publicação


downloads


visualizações


indexações