Dezembro 2018 vol. 4 num. 1 - VI Congresso Médico Universitário São Camilo

Oral - Open Access.

Idioma principal | Segundo idioma

ANÁLISE DA REINTRODUÇÃO DO SARAMPO NO BRASIL

ANÁLISE DA REINTRODUÇÃO DO SARAMPO NO BRASIL

Alvarenga, Y.D.; Piotto, M.R.; Reis, L.A.O.E.; Oliveira, G.H.P.; Sequeira, M.F.; Zenatti, C.T.;

Oral:

O Sarampo é uma doença viral aguda, potencialmente grave, altamente contagiosa, sem tratamento específico e evitável. Ela se caracteriza por febre, tosse, coriza, conjuntivite e a presença de um exantema maculopapular de progressão crânio caudal. No cenário atual, o retorno do sarampo ameaça a saúde populacional, principalmente pela redução do número de pessoas vacinadas, levando a queda no efeito rebanho.

Oral:

O Sarampo é uma doença viral aguda, potencialmente grave, altamente contagiosa, sem tratamento específico e evitável. Ela se caracteriza por febre, tosse, coriza, conjuntivite e a presença de um exantema maculopapular de progressão crânio caudal. No cenário atual, o retorno do sarampo ameaça a saúde populacional, principalmente pela redução do número de pessoas vacinadas, levando a queda no efeito rebanho.

Palavras-chave: Sarampo, Adesão vacinal, Imunização, Epidemiologia,

Palavras-chave: Sarampo, Adesão vacinal, Imunização, Epidemiologia,

DOI: 10.5151/comusc2018-05

Referências bibliográficas
  • [1] 1) JESUS, Hiane Santos de et al. Investigação de surto de sarampo no Estado do Pará na era da eliminação da doença no Brasil. Cadernos de Saúde Pública, [s.l.], v. 31, n. 10, p.2241-2246, out. 2015. FapUNIFESP (SciELO). http://dx.doi.org/10.1590/0102-311x00017515.
  • [2] 2) GOODSON, James L.; SEWARD, Jane F.. Measles 50 Years After Use of Measles Vaccine. Infectious Disease Clinics Of North America, [s.l.], v. 29, n. 4, p.725-743, dez. 2015. Elsevier BV. http://dx.doi.org/10.1016/j.idc.2015.08.001.
  • [3] 3) BORBA, Rodrigo C.n.; VIDAL, VinÍcius M.; MOREIRA, Lilian O.. The re-emergency and persistence of vaccine preventable diseases. Anais da Academia Brasileira de Ciências, [s.l.], v. 87, n. 2, p.1311-1322, 25 ago. 2015. FapUNIFESP (SciELO). http://dx.doi.org/10.1590/0001-376520152014066
  • [4] 4) MOKDAD, Ali H. et al. Missed Opportunities for Measles, Mumps, and Rubella (MMR) Immunization in Mesoamerica: Potential Impact on Coverage and Days at Risk. Plos One, [s.l.], v. 10, n. 10, p.1-18, 27 out. 2015. Public Library of Science (PLoS). http://dx.doi.org/10.1371/journal.pone.0139680.
  • [5] 5) LEMOS, Daniele et al. Risk analysis for the reintroduction and transmission of measles in the post-elimination period in the Americas. Revista Panamericana de Salud Pública, [s.l.], p.1-7, 2017. Pan American Health Organization. http://dx.doi.org/10.26633/rpsp.2017.157.
  • [6] 6) LEITE, Robério Dias; BEREZIN, Eitan Naaman. Measles in Latin America: Current Situation. Journal Of The Pediatric Infectious Diseases Society, [s.l.], v. 4, n. 3, p.179-181, 6 ago. 2015. Oxford University Press (OUP). http://dx.doi.org/10.1093/jpids/piv047.
  • [7] 7) ROCHA, Hermano A.l. et al. Factors associated with non-vaccination against measles in northeastern Brazil: Clues about causes of the 2015 outbreak. Vaccine, [s.l.], v. 33, n. 38, p.4969-4974, set. 2015. Elsevier BV. http://dx.doi.org/10.1016/j.vaccine.2015.002
  • [8] 8) LEMOS, Daniele Rocha Queiroz et al. Measles epidemic in Brazil in the post-elimination period: Coordinated response and containment strategies. Vaccine, [s.l.], v. 35, n. 13, p.1721-1728, mar. 2017. Elsevier BV. http://dx.doi.org/10.1016/j.vaccine.2017.02.023.
  • [9] 9) SILVA, Francelena de Sousa et al. Incompletude vacinal infantil de vacinas novas e antigas e fatores associados: coorte de nascimento BRISA, São Luís, Maranhão, Nordeste do Brasil. Cadernos de Saúde Pública, [s.l.], v. 34, n. 3, p.1-21, 12 mar. 2018. FapUNIFESP (SciELO). http://dx.doi.org/10.1590/0102-311x00041717.
  • [10] 10) BRASIL. MINISTÉRIO DA SAÚDE. Situação do Sarampo no Brasil – 2018. Disponível em: http://portalarquivos2.saude.gov.br/images/pdf/2018/setembro/19/informe-sarampo-23.pdf. Acesso em: 17 set. 2018.
  • [11] 11) DOMINGUES, Carla Magda Allan S. et al . A evolução do sarampo no Brasil e a situação atual. Inf. Epidemiol. Sus, Brasília , v. 6, n. 1, p. 7-19, mar. 1997 . Disponível em . acessos em 23 set. 2018. http://dx.doi.org/10.5123/S0104-16731997000100002.
Como citar:

Alvarenga, Y.D.; Piotto, M.R.; Reis, L.A.O.E.; Oliveira, G.H.P.; Sequeira, M.F.; Zenatti, C.T.; "ANÁLISE DA REINTRODUÇÃO DO SARAMPO NO BRASIL", p. 57-66 . In: Centro Universitário São Camilo. São Paulo: Blucher, 2018.
ISSN 2357-7282, DOI 10.5151/comusc2018-05

últimos 30 dias | último ano | desde a publicação


downloads


visualizações


indexações