setembro 2018 vol. 1 num. 5 - XXII Congresso Brasileiro de Engenharia Química

Pôster - Open Access.

Idioma principal

ANÁLISE DA REDUÇÃO DO TEOR DE ÁGUA DA BORRA DE CAFÉ POR PRENSAGEM

ROCHA, T. A. F.; FREIRE, J. T.;

Pôster:

A borra de café é o principal resíduo gerado na fabricação do caféquanto bebida, tanto nos lares como na indústria do café solúvel, onde seu principaldestino é a queima como combustível sólido nas caldeiras. Devido o seu alto teor deágua a redução da umidade se faz necessária para as mais diversas aplicações. Estetrabalho avalia como essa retirada pode ser executada por prensagem e limite que éalcançado, a primeira análise observa-se que é possível reduzir a umidade de 0,70para 0,44 (b.u.) pela aplicação da pressão e mostra que a energia mecânica utilizadapara a redução de 0,70 para 0,50(b.u.) equivale a 0,01% da entalpia de vaporizaçãoda água. Na segunda parte, através de planejamento experimental 22com tréplica noponto central tanto a pressão exercida quando o tempo de prensagem são fatores cominfluência significativa sobre a umidade do resíduo.

Pôster:

Palavras-chave: ,

Palavras-chave: ,

DOI: 10.5151/cobeq2018-PT.0798

Referências bibliográficas
  • [1] SILVA, M. A.; NEBRA, S. A.; SILVA, M. J. M.; SANCHEZ, C. G. The use of biomass residues in the Brazilian soluble coffee industry. Biomass and Bioenergy, v. 14, p. 457-467, 1998. SIVETZ, M. Coffee Processing Technology. Westport, Connecticut: The Avi Publishing Company, INC, 1963. v.2, cap. 20.
Como citar:

ROCHA, T. A. F.; FREIRE, J. T.; "ANÁLISE DA REDUÇÃO DO TEOR DE ÁGUA DA BORRA DE CAFÉ POR PRENSAGEM", p. 3013-3017 . In: . São Paulo: Blucher, 2018.
ISSN 2359-1757, DOI 10.5151/cobeq2018-PT.0798

últimos 30 dias | último ano | desde a publicação


downloads


visualizações


indexações