Dezembro 2020 vol. 7 num. 3 - VIII Simpósio de Engenharia de Produção

Artigo completo - Open Access.

Idioma principal | Segundo idioma

ANÁLISE CORRELACIONAL DA INTELIGÊNCIA EMOCIONAL E O RENDIMENTO ACADÊMICO DE UNIVERSITÁRIOS DA CIDADE DE SALGUEIRO-PE

ANÁLISE CORRELACIONAL DA INTELIGÊNCIA EMOCIONAL E O RENDIMENTO ACADÊMICO DE UNIVERSITÁRIOS DA CIDADE DE SALGUEIRO-PE

Silva, Camilla Cruz da; Cruz, Tatyane Veras de Queiroz Ferreira da; Souza, Éverton Crístian Rodrigues de; Santos, Rafaela Torres dos; Guerra, Glauce da Silva; , ;

Artigo completo:

O presente estudo tem por objetivo investigar a relação entre a Inteligência Emocional (IE) e o Rendimento Acadêmico (RA). Foi considerada como IE a habilidade de compreender e controlar as competências emocionais próprias e dos outros. O estudo da relação entre as duas variáveis é importante, pois não se pode estudar as emoções separando-as das pessoas. Logo, torna-se relevante a investigação da influência da IE sobre o RA. O objetivo do estudo é analisar a relação entre as variáveis, e se essa relação é estatisticamente significante. Para este estudo foram utilizados os métodos de análise fatorial confirmatória, regressão linear e análise correlacional. A amostra foi composta de 164 estudantes das Instituições de Ensino Superior (IES) da cidade de Salgueiro-PE. Os resultados obtidos mostram que alunos com RA elevado, também possuem IE elevada, mas não foi encontrada relação estatisticamente significativa, indicando a necessidade de estudos mais aprofundados.

Artigo completo:

O presente estudo tem por objetivo investigar a relação entre a Inteligência Emocional (IE) e o Rendimento Acadêmico (RA). Foi considerada como IE a habilidade de compreender e controlar as competências emocionais próprias e dos outros. O estudo da relação entre as duas variáveis é importante, pois não se pode estudar as emoções separando-as das pessoas. Logo, torna-se relevante a investigação da influência da IE sobre o RA. O objetivo do estudo é analisar a relação entre as variáveis, e se essa relação é estatisticamente significante. Para este estudo foram utilizados os métodos de análise fatorial confirmatória, regressão linear e análise correlacional. A amostra foi composta de 164 estudantes das Instituições de Ensino Superior (IES) da cidade de Salgueiro-PE. Os resultados obtidos mostram que alunos com RA elevado, também possuem IE elevada, mas não foi encontrada relação estatisticamente significativa, indicando a necessidade de estudos mais aprofundados.

Palavras-chave: Inteligência Emocional; Rendimento Acadêmico; Análise Correlacional.,

Palavras-chave: Inteligência Emocional; Rendimento Acadêmico; Análise Correlacional.,

DOI: 10.5151/viisimep-240374

Referências bibliográficas
  • [1] AFONSO, Maria João. Paradigmas diferencial e sistémico de investigação da inteligência humana. Perspectivas
  • [2] do lugar e o sentido do construto. 2007. Tese de doutorado-Universidade de Lisboa, 2007.
  • [3] DE SOUSA, Ana Botelho. DIAS, José Henrique. Inteligência Emocional e Rendimento Acadêmico em
  • [4] Estudantes do Ensino Superior. Artigo incorporado à dissertação do 2º Ciclo em Gestão de Recursos Humanos e
  • [5] Comportamento Organizacional (ISMT), 2011.
  • [6] GIL, Antônio Carlos. Como elaborar projetos de pesquisa. 4°Ed, 8. Reimpr. São Paul-SP: Editora Atlas. 2006
  • [7] GOLEMAN, Daniel. Inteligência Emocional: a teoria revolucionária que redefine o que é ser inteligente, 1995.
  • [8] Tradução Marcos Santana. Rio de Janeiro-RJ: Objetiva, 2011.
  • [9] GONZAGA, Alessandra Rodrigues. MONTEIRO, Janine Kieling. Inteligência Emocional no Brasil: Um
  • [10] Panorama da Pesquisa Científica. Universidade do Vale do Rio dos Sinos, 2011.
  • [11] REGO. Arménio. FERNANDES, Cláudia. Inteligência Emocional: Contributos Adicionais para a Validação de
  • [12] um Instrumento de Medida. POCTI/CED/40265/2001 – Comportamentos de Cidadania Docente de Professores
  • [13] Universitários. 2001.
  • [14] SALOVEY, P. & MAYER, J. D. Emotional Intelligence Imagination, Cognition and Personality. 9, 185-211,
  • [15] 1990.
  • [16] SILVA et. al. A Inteligência Emocional na Liderança e Sua Relação com a Melhoria da Comunicação
  • [17] Interpessoal nas Organizações: Estado do Conhecimento no Seget, 2014
  • [18] THORNDIKE, E. L. A nova metodologia da Aritmética. Trad. Anadyr Coelho, Porto Alegre: Editora Livraria do
  • [19] Globo, 1936.
  • [20] WOYCIEKOSK, Carla. HUTZ, Claudio Simon. Inteligência Emocional: Teoria, Pesquisa, Medida, Aplicações e
  • [21] Controvérsias. Universidade Federal do Rio Grande do Sul. Scielo, 2008.
Como citar:

Silva, Camilla Cruz da; Cruz, Tatyane Veras de Queiroz Ferreira da; Souza, Éverton Crístian Rodrigues de; Santos, Rafaela Torres dos; Guerra, Glauce da Silva; , ; "ANÁLISE CORRELACIONAL DA INTELIGÊNCIA EMOCIONAL E O RENDIMENTO ACADÊMICO DE UNIVERSITÁRIOS DA CIDADE DE SALGUEIRO-PE", p. 254-267 . In: Anais do VIII Simpósio de Engenharia de Produção . São Paulo: Blucher, 2020.
ISSN 2357-7592, DOI 10.5151/viisimep-240374

últimos 30 dias | último ano | desde a publicação


downloads


visualizações


indexações