Maio 2018 vol. 4 num. 3 - Colóquio Internacional de Design 2017

Artigo Completo - Open Access.

Idioma principal | Segundo idioma

Alinhavando discursos: a atuação do designer junto às mulheres que bordam em São João dos Patos – MA

Bridging speeches: the performance of the designer next to the women who embroider in São João dos Patos – MA

Lima, Márcio Soares; Perpétuo, Nayara Chaves Ferreira; Noronha, Raquel Gomes;

Artigo Completo:

O design e o artesanato reconhecem-se em uma relação de complementaridade, resultando em produções coletivas e engajamento mútuo destes dois campos do saber. Reflexões sobre os saberes e fazeres artesanais geram inúmeros projetos de pesquisa no campo do design. Contudo, ainda são poucos aqueles no âmbito da análise do papel dos designers em contato com as comunidades produtoras de artesanato. As intervenções do design, neste sentido, visam a contribuir para o desenvolvimento de formas de inovação, que respondam às demandas das próprias comunidades e que possibilitem renovação, transformação e valorização da sua identidade e seu conhecimento. O presente artigo aborda a atuação do design, na condição de consultor vinculado ao Serviço Brasileiro de Apoio à Micro e Pequenas Empresas - SEBRAE, junto à artesãs que produzem bordados e constituem a Associação de Mulheres da Agulha Criativa – AMAC, em São João dos Patos – MA. A pesquisa caracteriza-se por ser um estudo de caso, com abordagem descritiva e qualitativa. Ao descrever a atuação do design junto às artesãs, percebemos que seu trabalho permite a independência dessas mulheres no processo de criação, fabricação, exposição e comercialização dos seus produtos. Os resultados encontrados apontaram um impacto social positivo na comunidade de artesãs produtoras de bordado ponto cruz. Contudo, no que diz respeito aos aspectos econômicos, percebemos que há um planejamento falho. Em nosso caso, no momento de inserção do produto no mercado é feita a ruptura da consultoria. Nesse sentido, reconhecemos a importância de um planejamento do SEBRAEMA capaz de abranger também essa etapa e efetivamente corresponder aos anseios da comunidade - gerando renda. Reconhecemos que a partir da absorção dos seus produtos pelo mercado, a comunidade atinge um estágio de autonomia do designer consultor, pois reconhece por esse feedback que as melhorias aplicadas aos produtos são viáveis.

Artigo Completo:

Design and kraftrecognize themselves by complementarity relation, resulting in collective productions and engagement by both activities. The reflection about kraft knowledge and production results in many researches projects in design field. However, there are few articles relating designer´s paper with the kraft communities. In this way, design intervention has the aim to contribute for innovation ways developing, that communicates the demands from the communities and that gives the renew possibility by transformation and appreciation of your knowledge and identity. This article approaches design performance between consultant of ServiçoBrasileiro de Apoio à Micro e PequenasEmpresas (SEBRAE - Brazilian Service Support to Small and Micro Companies) and the artisan that produces embroidery and make part of Associação de Mulheres da AgulhaCriativa (AMAC – Association of Women from Creative Needle), in São João dos Patos – MA. The research is a case study with descriptive and qualitative approach. Describing the interaction of design together to the artisan, it can be realized that the work allows the independency of these women by creation process, production, exhibition and commercialization from their products. The finding results indicated a positive social impact in this community. However, about the economic aspects, it was realized that there is a planning fail. In this case, it happens in the moment that the product is exposed in market, by the rupture of the consultant activity. In this way, we recognize that the importance of planning from SEBRAE-MA being able to include also this step and effectively respond to the requirements of the community – generating income. We recognize that from the selling of the products to the market the community achieve an autonomy phase from the designer consultant, because it is recognized by this opinion that these improves applied to the products are viable.

Palavras-chave: consultoria em design; artesanato; bordadeiras,

Palavras-chave: design consulting; kraft; embroiderer,

DOI: 10.5151/cid2017-08

Referências bibliográficas
  • [1] ANASTASSAKIS, Zoy. Triunfo e Impasses: Lina Bo Bardi, Aloísio Magalhães e a institucionalização do design no Brasil. Tese de Doutorado. Rio de Janeiro: UFRJ, 201 Disponível em: http://www.sibi.ufrj.br/bibliotecas-sociais-aplicadas.htm. Acesso em: 08 fev. 2017.
  • [2] BONSIEPE, G.; FERNANDEZ, S. Historia deldiseñoen América Latina y El Caribe. São Paulo: Blucher, 2008.
  • [3] BORGES, A. Design + Artesanato – O caminho brasileiro. São Paulo: Terceiro Nome, 2011.
  • [4] BOSI, Eclea. Memória e sociedade: lembranças de velhos. 3. ed. São Paulo: Companhia
  • [5] das Letras, 1994.
  • [6] BOURDIEU, Pierre. Compreender. In: ______. A miséria do mundo. 5. ed. Petrópolis: Vozes, 1997. p. 693-732.
  • [7] BRASIL, Ministério do Desenvolvimento, Indústria e Comércio Exterior. Secretaria de Comércio e Serviços. Bases Conceituais do Artesanato Brasileiro. Brasília: 2012.
  • [8] BRITO, Thais Fernanda Salves de. Bordados e bordadeiras: um estudo etnográfico sobre a produção de bordados em Caicó/RN. 2010. 285 f. Tese (Doutorado em Antropologia), Universidade de São Paulo, São Paulo. 2010.
  • [9] CARDOSO, Rafael.Uma introdução à história do design. São Paulo: Blucher, 2000
  • [10] _____________. Design para um mundo complexo. Ubu Editora. São Paulo: 2016.
  • [11] INSTITUTO BRASILEIRO DE GEOGRAFIA E ESTATÍSTICA. Coordenação de População e Indicadores Sociais. Perfil dos Municípios Brasileiros: Cultura 2012. Rio de Janeiro:IBGE, 2013.
  • [12] KUBRUSLY, Maria Emilia; IMBROISI, Renato. Desenho de fibras: artesanato têxtil o Brasil. Rio de Janeiro:Seac Nacional, 2011.
  • [13] LIMA, Ricardo Gomes. Objetos: percursos e escritas culturais. São Paulo, 2010
  • [14] NASCIMENTO, Luiz Augusto. Dados socioculturais de São João dos Patos – Maranhão. In: VII CONNEPI. Palmas: 2012.
  • [15] NORONHA, Raquel. Dos quintais às prateleiras: as imagens quilombolas e a produção da louça em Itamatatiua – Alcântara – Maranhão. 289f. Tese (Doutorado em Ciências Sociais) – Instituto de Filosofia e Ciências Humanas – Programa de Pós-Graduação em Ciências Sociais. Universidade do Estado do Rio de Janeiro, Rio de Janeiro, 20
  • [16] PATROCINIO, Gabriel; NUNES, José. Design & Desenvolvimento: 40 anos depois. São Paulo. Blucher, 2015.
  • [17] SAPEINZINKSAS, Aline. Como se constrói um artesão – negociações de significado e uma "cara nova" para as "coisas da vovó". Horiz. antropol. vol.18 no.38 Porto Alegre July/Dec. 2012.
  • [18] THACKARA, J. Plano B: O design e as alternativas viáveis em um mundo complexo. São Paulo: Saraiva, 2008.
Como citar:

Lima, Márcio Soares; Perpétuo, Nayara Chaves Ferreira; Noronha, Raquel Gomes; "Alinhavando discursos: a atuação do designer junto às mulheres que bordam em São João dos Patos – MA", p. 86-100 . In: . São Paulo: Blucher, 2018.
ISSN 2318-6968, ISBN: cid2017
DOI 10.5151/cid2017-08

últimos 30 dias | último ano | desde a publicação


downloads


visualizações


indexações