artigo - Open Access.

Idioma principal | Segundo idioma

Algumas considerações sobre os dados e métodos empregados para definir a fronteira entre a prática da arte e do design.

Some considerations about the data and methods used to define the border between the practice of art and the practice of design.

SCHWARTZ, Karla G.; CIPINIUK, Alberto;

artigo:

Este artigo descreve etapas percorridas em pesquisa de doutorado em Arte e Design, iniciada em março de 2017. Percebida como pouco nítida a fronteira entre a prática da Arte e do Design, objetiva-se analisar comparativamente ambas e apurar diferenças e semelhanças. Por prática entenda-se prática social ou trabalho. O estudo comparativo das mencionadas atividades pode auxiliar na reflexão da questão do Design ser entendido como um Campo independente, dotado de estatuto ontológico. Ou, contrariamente, entender-se que sua atividade não difere substancialmente daquela dos artesãos/artistas. Neste caso, o Design teria suas origens no Campo da Arte, sem se diferenciar suficientemente do último para ser um Campo distinto. Tem-se como hipótese a ideia de que a prática dos aspectos mais significativos do Design, executada pelo designer, bebe diretamente da fonte daquilo que desde o início da Idade Moderna se chama de Arte. Ambas as atividades, desde seu nascimento, partilham um passado comum.

artigo:

This article describes the steps of a doctoral research in Art and Design, initiated in March 2017. The frontier between the practices of Art and Design is perceived as unclear. The objective of the research is to analyze both practices, comparing differences and similarities. Practice is defined as a social practice or work. The comparative study can help in addressing the question of Design as an independent field, endowed with ontological status. Alternatively, Design can be understood as an activity not differing substantially from those of artisans / artists in the Art field. In this case, Design has its origins in the art field without sufficient differences as a distinct field. The hypothesis is that the practice of the most significant aspects of Design, executed by the designer, has the same source of what has been called Art since the Modern Age. Both activities share a common past since inception.

Palavras-chave: Prática do Design; prática da Arte; análise comparativa,

Palavras-chave: Design practice; Art practice; comparative analyses,

DOI: 10.5151/ped2018-1.3_ACO_05

Referências bibliográficas
  • [1] -
Como citar:

SCHWARTZ, Karla G.; CIPINIUK, Alberto; "Algumas considerações sobre os dados e métodos empregados para definir a fronteira entre a prática da arte e do design.", p. 198-210 . In: Anais do 13º Congresso Pesquisa e Desenvolvimento em Design (2018). São Paulo: Blucher, 2019.
ISSN 2318-6968, DOI 10.5151/ped2018-1.3_ACO_05

últimos 30 dias | último ano | desde a publicação


downloads


visualizações


indexações