Artigo Completo - Open Access.

Idioma principal | Segundo idioma

ABORDAGENS METODOLÓGICAS DO DESIGN COM FOCO EM FATORES EMOCIONAIS

EMOTIONAL FACTORS IN DESIGN METHODOLOGICAL APPROACHES

Santos, Célio Teodorico dos; Crepaldi, Claudia;

Artigo Completo:

O estudo das emoções evocadas através da interação de usuários com artefatos faz parte de uma nova perspectiva da pesquisa em design e fatores humanos. Nesta direção, este artigo teórico apresenta uma compilação de abordagens metodológicas do Design e Emoção, buscando mostrar a evolução do tema e sua importância na prática projetual em ambientes acadêmicos e profissionais. Os modelos apresentados oferecem bases para acessar o universos das emoções humanas e auxiliar as equipes de projeto centradas nos fatores humanos, visando a melhoria das experiências entre usuários e artefatos.

Artigo Completo:

The study of emotions elicited by the user interaction with artifacts is part of a new perspective of human factors and design research. In this hand, this theoretical article presents a compilation of methodological approaches of Design and Emotion, seeking to show evolution of the theme and its importance in the design practice in academic and professional environments. The models presented provide a basis for accessing the universes of human emotions and assisting human-centered design teams to improve experiences between users and artifacts.

Palavras-chave: design e emoção, projeto ergonômico afetivo, experiência de produto,

Palavras-chave: design and emotion, affective human factors design, product experience,

DOI: 10.5151/16ergodesign-0070

Referências bibliográficas
  • [1] ALMEIDA, R. R. Estudo de público-alvo em design: abordagem de aspectos subjetivos do usuário em disciplinas de projeto de produto. Dissertação. Recife: UFPE, 2009.
  • [2] CARDOSO, C. L. Vínculos afetivos entre as pessoas e seus artefatos domésticos: um estudo sobre suas influências na extensão de vida do produto. Tese. Florianópolis: UFSC, 2013.
  • [3] BAUDRILLARD, J. O sistema dos objetos. Editora Perspectiva: São Paulo, 2012.
  • [4] CSIKSZENTMIHALYI, M. e ROCHBERG, E. The Meaning of Things. New York, Cambridge University Press, 1991.
  • [5] DAMAZIO, V. M.; MONTALVÃO, C (org.). Design Ergonomia Emoção. 1a. ed. Rio de Janeiro: FAPERJ / MAUAD X, 2008.
  • [6] DESMET, P. Designing Emotions. Delft: Universidade Tecnológica de Delft, 2003.
  • [7] DESMET, P. A Multilayered Model of Product Emotions. In: The Design Journal, 2003.
  • [8] HANCOCK, P.; PEPE, A.; MURPHY, L. L. Hedonomics: The Power of Positive and Pleasurable Ergonomics. In: Ergonomics in
  • [9] Design: The Quarterly of Human Factors Applications, v. 13, n. 1, p. 8-14, 2005.
  • [10] HEKKERT, P. Design aesthetics: principles of pleasure in design. In: Psychology science, v. 48, n. 2, p. 157-172, 2006.
  • [11] HELANDER, M; THAM, M. P. Hedonomics — affective human factors design. In: Ergonomics, v. 46, n. 13/14, p. 1269-1272, 2003.
  • [12] JORDAN, P. W. Designing Pleasurable Products: An Introduction to the New Human Factors. Taylor & Francis. London, 2000.
  • [13] KRIPPENDORFF, K. The semantic turn. A new foundation for design. Boca-Raton: Taylor & Francis, 2006.
  • [14] LÉVY, P.; NAKAMORI, S.; YAMANAKA, T. Explaining kansei design studies. Design and Emotion Conference, 2008.
  • [15] MONT’ALVÃO, C. Hedonomia, Ergonomia Afetiva: afinal, do que estamos falando. In:
  • [16] Design Ergonomia Emoçao/organizãçaõ Claudia MontAlvaõ e Vera Damazio – Rio de Janeiro: Mauad X: FAPERJ, 2008.
  • [17] NORMAN, Donald. Design emocional: por que adoramos (ou detestamos) os objetos do dia-a-dia. Rio de Janeiro: Rocco, 2008.
  • [18] NIEMEYER, L. Design Atitudinal: uma abordagem projetual. In: Design, Ergonomia, Emoçaõ. organizaçaõ Claudia MontAlvaõ e Vera Damazio – Rio de Janeiro: Mauad X: FAPERJ, 2008.
  • [19] RUSSO, B; HEKKERT, P. Sobre amar um produto. In: Design, Ergonomia, Emoçaõ. organizaçaõ Claudia MontAlvaõ e Vera Damazio – Rio de Janeiro: Mauad X: FAPERJ, 2008.
  • [20] SANTOS, C. T. Requisitos de linguagem do produto: uma proposta de estruturação para as fases iniciais do PDP. Tese. Florianópolis: UFSC, 2009.
  • [21] SCOLARI, S. H. P. Design e Emoção: Um Modelo de Círculos de Referências de emoções em produtos. Dissertaçaõ. Bauru: UNESP, 2008.
  • [22] VAN GORP, T.; ADAMS, E. Design for Emotion. Waltham: Elsevier, 2012.
Como citar:

Santos, Célio Teodorico dos; Crepaldi, Claudia; "ABORDAGENS METODOLÓGICAS DO DESIGN COM FOCO EM FATORES EMOCIONAIS", p. 712-719 . In: . São Paulo: Blucher, 2017.
ISSN 2318-6968, DOI 10.5151/16ergodesign-0070

últimos 30 dias | último ano | desde a publicação


downloads


visualizações


indexações