fevereiro 2016 vol. 2 num. 4 - GAMPI Plural 2015

Artigo Completo - Open Access.

Idioma principal | Segundo idioma

A Tendência na Realização de um Curso de Pós Graduação Lato Sensu em Design por Não Formados Na Área

Trend in offering a post-graduate courses (Lato Sensu) in design by not graduated in the area

BRAUN, Jan; GOMEZ, Luiz Salomão Ribas;

Artigo Completo:

O presente estudo objetivou levantar informações a respeito da tendência na realização de um curso de pós graduação lato sensu em design por não formados nesta área. Para isso foi realizado o levantamento de informações através de questionário on-line aplicado em acadêmicos de três cursos lato sensu na área de design. Os mesmos foram indagados quanto a sua formação acadêmica, atuação profissional e motivações na realização da pós graduação lato sensu em design. Especificadamente sobre os não formados em design ou áreas correlatas, observou-se que as principais motivações estão atreladas à busca de soluções para aprimorar sua atuação profissional através da ótica do design.

Artigo Completo:

The present study aimed to gather information about the tendency toward a post-graduate courses of ongoing design by not degree in this area. We performed a study of information by online questionnaire applied to academic three broad sense courses in design. They were asked about their academic background, professional experience and motivations in carrying out the post-graduate courses in design. Specifically on not trained in design or related areas, it was observed that the main reasons are related to the search for solutions to enhance their professional practice through the design perspective.

Palavras-chave: especialização em design; formação acadêmica; atuação profissional,

Palavras-chave: expertise in design; academic education; professional performance.,

DOI: 10.5151/despro-gamp2015-AC_T2_04

Referências bibliográficas
  • [1] CAMPOS, A. Q. e GOMEZ, L. S. R.. Tendência de moda e posicionamento de marca. ModaPalavra e-periódico, UDESC/CEART (Florianópolis), v. 7, n. 13, p. 187-209, 2014.
  • [2] CAMPOS, A. Q. e SOUSA, R. P. L. de.. Tendências, marcas e consumo de moda: a eterna recriação de si. Modapalavra e-periódico, UDESC/CEART (Florianópolis), v.4, n.15. 2011.
  • [3] CHIRSTENSEN, C. M. e EYRING, H. J.. A universidade inovadora: mudando o dna do ensino superior de fora para dentro. Porto Alegre: Bookman, 2014.
  • [4] KLOSOUSKI, S. S. e REALI, K. M.. Planejamento de ensino como ferramenta básica. UNICENTRO - Revista Eletrônica Lato sensu, v.5, 2008. Disponível em: unicentro.com.br. Acesso em: 10 de dezembro de 201
  • [5] LANDIN, P. da C.. Design, empresa, sociedade. São Paulo: Editora UNESP, 2010.
  • [6] MEC. (2014). Qual a diferença entre pós-graduação lato sensu e stricto sensu? Disponível em: portal.mec.gov.br. Acesso em: 9 de setembro de 2014.
  • [7] MONÇORES, A.. Tendência de Moda: invenção da mídia? Anais do 9º colóquio de moda. 2013.
  • [8] MORAES, V. As políticas públicas educacionais para a pós-graduação lato sensu no Brasil: tendências atuais. Anais do 5º Encontro Internacional da Sociedade Brasileira de Educação Comparada, Belém do Pará, 2012.
  • [9] OLIVA, G. C. e RODRIGUES, R. B.. Branding, pesquisa de tendências e direção criativa na gestão estratégica de marcas de moda. Anais da II Conferência Internacional de Integração do Design, Engenharia e Gestão para a inovação. Florianópolis, 2012.
  • [10] PENN, M. J. e ZALESNE, E. K.. Microtendências: as pequenas forças por trás das grandes mudanças de amanhã. Best Seller, 2009.
  • [11] ROBINSON, K. Libertando o poder criativo: a chave para o crescimento pessoal e das organizações. 1. ed. São Paulo: HSM, 2012, p. 299.
  • [12] SANTOS, L. F. dos e AZEVEDO, J. M. L, de.. A pós-graduação no Brasil, a pesquisa em educação e os estudos sobre a política educacional: os contornos da constituição de um campo acadêmico. Revista Brasileira de Educação, Rio de Janeiro, v. 14, n. 42, 2009.
  • [13] SCHMIEGELOW, S. S.; CAMPOS, A. Q. e GOMEZ, L. S. R.. Interpretação da composição visual do painel Wonderlab como comunicação de tendência de moda. Educação Gráfica, Bauru, v. 18, n. 1, p. 91-105, 2014.
  • [14] SILVA, E. L. da e MENEZES, E. M.. Metodologia da pesquisa e elaboração de dissertação. Florianópolis: Laboratório de Ensino a Disância da UFSC. 2001
  • [15] SOARES, D. H. P.; SESTREN, G. e EHLKE, S. B.. A Influência da percepção dos jovens sobre o mercado de trablaho na escolha profissional. Contrapontos, Itajaí, v. 2, n. 5, p. 237-250, 2002.
  • [16] TAUIL, A. e MAINARDES, E. W.. Fatores determinantes na escolha de cursos de pós-graduação lato sensu. Anais do XIII Coloquio de Gestión Universitaria en Américas, Buenos Aires, 2013.
  • [17] VIANNA, M.; FILHO, Y. V. e S.; ADLER, I. K.; LUCENA, B. de F. E RUSSO, B.. Design thinking: inovação em negócios. Rio de Janeiro: MJV Press, 2011.
  • [18] ZILLI, A. R.; RAMOS, B. M.; RAMOS, M. C. L. e SILVA, M. M.. Criatividade como diferencial nas organizações de ensino superior. Anais do X Colóquio internacional sobre gestión universitaria em américa del sur, Mar del Plata, 2010.
Como citar:

BRAUN, Jan; GOMEZ, Luiz Salomão Ribas; "A Tendência na Realização de um Curso de Pós Graduação Lato Sensu em Design por Não Formados Na Área", p. 132-143 . In: Anais do GAMPI Plural 2015 [=Blucher Design Proceedings, v.2, n.4]. São Paulo: Blucher, 2016.
ISSN 2318-6968, DOI 10.5151/despro-gamp2015-AC_T2_04

últimos 30 dias | último ano | desde a publicação


downloads


visualizações


indexações