Dezembro 2020 vol. 8 num. 5 - Colóquio Internacional de Design 2020

Artigo completo - Open Access.

Idioma principal | Segundo idioma

A ressignificação do morar – uma reflexão

The reframing of living

Avellar, Luciana de Castro Maeda; Almeida, Marcelina das Graças de;

Artigo completo:

Esta comunicação propõe uma reflexão sobre o papel da casa na atualidade; de como será a moradiae a reorganização dos ambientes no lar pós-pandemia, principalmente o ambiente da cozinhaprotagonista dessa casa que assume o papel de moradia, trabalho, lazer, enfim uma casa viva. Aanálise discorre a partir do entendimento de como a sociedade se transformou da sociedade sólidapara uma sociedade líquida; a fim de compreender como percorrerá a trajetória para a sociedade póspandemia. Para tal fim, realizou-se uma pesquisa bibliográfica caracterizando a modernidade líquida,sua transformação e ruptura e, em seguida, uma reflexão sobre as mudanças que o isolamento socialpropõe para os indivíduos, analisando os novos modelos de moradia e os novos conceitos dosambientes, em especial da cozinha. Assim, como conclusão foi analisada de que forma o design deinteriores pode contribuir com esse novo contexto utilizando os preceitos da psicologia ambiental.

Artigo completo:

This communication proposes a reflection on the role of the house today; of what will bethe housing and the reorganization of the environments in the post-pandemic home, mainly theenvironment of the main kitchen of this house that assumes the role of housing, work, leisure, inshort a living house. The analysis is based on the understanding of how society has changed fromsolid to liquid society; in order to understand how it will follow the trajectory for the post-pandemicsociety. For this purpose, a bibliographic research was carried out characterizing the liquid modernity,its transformation and rupture and, then, a reflection on the changes that social isolation proposes forindividuals, analyzing the new housing models and the new concepts of environments, especially thekitchen. Thus, as a conclusion it was analyzed how the interior design can contribute to this newcontext using the precepts of environmental psychology.

Palavras-chave: Casa; Cozinha; Ressignificação; Design de Interiores; Psicologia Ambiental,

Palavras-chave: House; Kitchen; Reframe; Interior Design; Environmental Psychology.,

DOI: 10.5151/cid2020-14

Referências bibliográficas
  • [1] AMORIM, E. S. M. S.; SILVA, E. R. S.; ROSA, J.; PEREZ, C. O princípio do prazer: o hiperconsumo como escape em tempos de modernidade líquida. Signos do Consumo. São Paulo: jul., 2018. Disponível em: https://www.researchgate.net/publication/326385822_O_principio_do_prazer_o_hiperconsumo_como_escape_em_tempos_de_modernidade_liquida. Acesso em: 14/07/2020.
  • [2] BAUMAN, Zygmunt. Modernidade líquida. Jorge Zahar. Rio de Janeiro: 2001.
  • [3] BOTSMAN, Rachel. O caso do consumo colaborativo, in: TED conferência em tecnologia, entretenimento e design. Sidney: dec., 2010. Disponível em: https://www.ted.com/speakers/rachel_botsman. Acesso em: 14/07/2020.
  • [4] CARVALHO, Edgard de Assis. A restauração da alma das cidades em tempos líquidos globais, in: ALCÂNTARA, A. de; CABRAL, A. S. C.; LIMA, C. P. C. S.; BARCELLOS, G. BARTALINI, V. (Org.). Cidade & alma: perspectivas. FAUUSP. São Paulo: 2018.
  • [5] CAVALCANTE, Sylvia.; ELALI, Gleice Azambuja. Psicologia ambiental: conceitos para a leitura da relação pessoa-ambiente. Vozes. Petrópolis: 2018.
  • [6] CHAMPAGNE, Michèle. Um espaço individual para todos verem. Newcities. Canadá: abr., 2020, Disponível em: ttps://newcities.org/the-big-picture-a-solo-space-for-all-to-see/. Acesso em:14/07/2020.
  • [7] GIBBS, Jenny. Design de Interiores: guia útil para estudantes e profissionais. Gustavo Gilli. São Paulo: 201
  • [8] GOUVEIA, Jaime. Recensões. Revista Portuguesa de História. Coimbra: Impactum Coimbra University Press, 2015. Disponível em: https://digitalisdsp.uc.pt/bitstream/10316.2/38207/1/Gilles%20Lipovetsky,%20A%20Felicidade%20Paradoxal.pdf. Acesso em: 14/07/2020.
  • [9] GUNTHER, I. A.; ELALI, G. A.. Docilidade ambiental, in: CAVALCANTE, S.; ELALI, G. A. (Org.). Psicologia ambiental: conceitos para a leitura da relação pessoa-ambiente. Vozes. Petrópolis: 2018.
  • [10] HAGBERG, Eva. O tempo antes do abrigo, o tempo agora. Newcities. Canadá: mar., 2020, Disponível em: https://newcities.org/the-big-picture-the-time-before-shelter-the-time-now/. Acesso em: 14/07/2020.
  • [11] LEITE, Gisele. A liberdade na modernidade líquida. Jornal Jurid. Rio de janeiro, 06 de mar., 2017. Disponível em: https://www.jornaljurid.com.br/colunas/gisele-leite/a-liberdade-na-modernidadeliquida. Acesso em: 12/07/2020.
  • [12] LIPOVETSKY, Gilles. A felicidade paradoxal: ensaio sobre a sociedade do hiperconsumo. Edições70. Lisboa: 2010.
  • [13] LIPOVETSKY, G.; SERROY, J. A estetização do mundo: viver na era do capitalismo artista. Companhia das Letras. São Paulo: 2015.
  • [14] MONTANARI, Massimo. Comida como cultura. Senac. São Paulo: 2009.
  • [15] RYABETS, Katerina. O escritório reimaginado. Newcities. Canadá: abr., 2020, Disponível em: https://newcities.org/the-big-picture-the-office-reimagined/. Acesso em: 14/07/2020.
  • [16] SCARDUA, Angelita Corrêa. Do interior para o exterior: o exílio de Héstia e o lugar do coração na cidade, in: ALCÂNTARA, A. de; CABRAL, A. S. C.; LIMA, C. P. C. S.; BARCELLOS, G. BARTALINI, V. (Org.). Cidade & alma: perspectivas. FAUUSP. São Paulo: 2018.
  • [17] SCARDUA, Angelita Corrêa. Ressignificar, in: Conad Online 2020. São Paulo: jun., 2020. Disponível em: https://www.youtube.com/watch?v=3EwaTz90-io&feature=emb_logo. Acesso em: 03/07/2020.
  • [18] SENNETT, Richard. O estado da exceção se torna norma. Newcities. Canadá: mar., 2020, Disponível em: https://newcities.org/the-big-picture-the-state-of-exception-becomes-the-norm/. Acesso em: 14/07/2020.
  • [19] SOROSINI, M.; CARDOSO, L. Millennials: entenda a geração que mudou a forma de consumir. O Globo. Rio de janeiro, 17 de set., 2018. Disponível em: https://oglobo.globo.com/economia/millennials-entenda-geracao-que-mudou-forma-de-consumir230735 Acesso em: 12/07/2020.
  • [20] THIBAUD, Jean-Paul. Ambiência, in: CAVALCANTE, S.; ELALI, G. A. (Org.). Psicologia ambiental: conceitos para a leitura da relação pessoa-ambiente. Vozes. Petrópolis: 2018.
  • [21] VEIGA, José Eli da. Sustentabilidade: a legitimação de um novo valor. Senac. São Paulo: 2010.
Como citar:

Avellar, Luciana de Castro Maeda; Almeida, Marcelina das Graças de; "A ressignificação do morar – uma reflexão", p. 165-177 . In: Anais do Colóquio Internacional de Design 2020. São Paulo: Blucher, 2020.
ISSN 2318-6968, DOI 10.5151/cid2020-14

últimos 30 dias | último ano | desde a publicação


downloads


visualizações


indexações