Artigo completo - Open Access.

Idioma principal | Segundo idioma

A relação entre o design e a arquitetura no projeto de sinalização de ambientes hospitalares

The relationship between design and architecture in hospital environments signage design

Gálvez, Carmen; Villarouco, Vilma;

Artigo completo:

Para a sinalização ambiental estar bem construída, o ambiente precisa estar apto a recebê-la, oferecendo as condições necessárias para que ela seja bem instalada, visualizada e acessada. Os profissionais que projetam o ambiente e a informação, devem entender que a sinalização ambiental é um elemento do ambiente construído de um hospital então devem prever no projeto os espaços adequados onde ficarão as peças de sinalização. Este artigo teve como foco principal, evidenciar a importância do trabalho articulado entre os profissionais que projetam o ambiente construído hospitalar e os que projetam a sinalização deste ambiente. Para tanto, investigou se existe uma atuação colaborativa entre Arquitetos e Designers desde o início do projeto do ambiente hospitalar. Para alcançar o objetivo proposto, foram realizadas pesquisas bibliográfica, documentais e de natureza exploratória de cunho descritivo com abordagem qualitativa. A pesquisa de campo foi realizada com uma amostra de profissionais de Arquitetura e Design da Informação envolvidos em projetos de construção/ampliação/reformas/sinalização de hospitais de médio e grande portes na cidade do Recife, desenvolvidos no período de 1985 a 2015. Como principais resultados, verificou-se que existe parceria entre os dois tipos profissionais, contudo a inserção do Designer no processo se dá geralmente em fases avançadas das obras. Por fim, recomendações para um trabalho colaborativo entre Arquitetos e Designers são propostas, abordando aspectos relacionados ao processo de formação dos profissionais, o momento da integração das áreas de Design e Arquitetura, contratação da equipe e a definição dos papéis.

Artigo completo:

For environmental signage to be well built, the location must be able to receive it, offering the necessary conditions for its proper installation, visualization and access. Professionals who design the environment and its information should understand that environmental signage is an element of the hospital built environment. So, they must predict in the project the appropriate spaces where the signaling components will be placed. This paper mainly focuses on the importance of the articulated work between the professionals who design the hospital built environment and those who design the signaling of such environment. Thus, it was investigated whether there is a collaborative attitude between Architects and Designers from the beginning of the project of signage for hospital built environments. For that, a bibliographical, documentary and exploratory research with descriptive nature was carried out under a qualitative approach. The field research was conducted with a sample of Architecture and Information Design professionals involved in construction/enlargement/remodeling/signaling projects for medium and large size hospitals in the city of Recife, which were developed from 1985 to 2015. The results mainly showed that there is a collaborative attitude between the two types of professionals, however the participation of the Designer generally occurs in the advanced phases of the project development process. Finally, recommendations for a collaborative work between Architects and Designers are proposed, addressing aspects related to the training process of those professionals, the moment for integration of Architecture and Design areas, team hiring and definition of their roles in the signage project for hospital built environments.

Palavras-chave: sinalização, ambiente construído, design da informação, hospitais,

Palavras-chave: signaling, built environment, information design, hospitals,

DOI: 10.5151/9cidi-congic-1.0353

Referências bibliográficas
  • [1] ABNT. NBR 9050. (2015). Acessibilidade a edificações, mobiliário, espaços e equipamentos urbano. Rio de Janeiro
  • [2] Arthur, Paul; Passini, Romedi. Wayfinding: People, Signs, and Architecture. (1ª Ed. 1992) McGraw-Hill, New York, 2002
  • [3] Carpman, J.R., & Grant, M. A. (2002). Wayfinding: Abroad view. In: R. B. Bechtel & A. Churman (Eds.), Handbookof environmental psychology. New York: Jonh Wiley.
  • [4] Minayo, M. C. de S. (2013). O Desafio da Pesquisa Social. In: MINAYO, Ma. Cecília de Souza (Org.). Pesquisa Social: teoria, método e criatividade. 33ª Ed. Petrópolis, RJ: Vozes,.
  • [5] Passini, R. (1998). Wayfindind: backbone of graphic support system. Cap. 19 (p.241-256) Visual Information for everyday use. USA: Taylor & Francis Group.USA.
  • [6] Rangel, M. M. (2011). Cor e Ergonomia do Ambiente Construído: uma investigação da orientação espacial em um ambiente hospitalar. Tese de doutorado. PUC Rio,. Disponível em: http://www.dbd.pucrio.br/pergamum/biblioteca/index.php?codAcervo=183750#posicao_dados_acervo Acesso em: 21 mai. 2016
  • [7] Smythe, K., & Spinillo C. (2013). O que acontece com a mente quando encontramos o caminho em um ambiente desconhecido? Uma discussão sobre o papel dos processos cognitivos no design de sistema de wayfinding. Anais do 6º Congresso Internacional de Design da Informação, 5º Infodesign Brasil e 6ºCongic, Recife, PE.
  • [8] Villarouco, V. (2008). Construindo uma metodologia de avaliação ergonômica do ambiente. In: Anais do XV Congresso Brasileiro de Ergonomia – ABERGO. Porto Seguro, Bahia.
  • [9] Wilson, J. R. (1990). A framework and a context for ergonomics methodology In: Evaluation Of Human Work. A Pratical Ergonomics Metodology. Second Edition, Edited by John R Wilson and E Niguel Corlett Univertsity of Nottingahn,
Como citar:

Gálvez, Carmen; Villarouco, Vilma; "A relação entre o design e a arquitetura no projeto de sinalização de ambientes hospitalares", p. 368-377 . In: Anais do 9º CIDI | Congresso Internacional de Design da Informação, edição 2019 e do 9º CONGIC | Congresso Nacional de Iniciação Científica em Design da Informação. São Paulo: Blucher, 2019.
ISSN 2318-6968, DOI 10.5151/9cidi-congic-1.0353

últimos 30 dias | último ano | desde a publicação


downloads


visualizações


indexações