Artigo - Open Access.

Idioma principal

A reestruturação da indústria brasileira: uma análise locacional - 1990 a 2016

Silva, Ariana Cericatto da;

Artigo:

Verifica-se que o padrão delocalização brasileiro é bastante heterogêneo, refletindo na distribuição eparticipação regional nas diversas atividades industriais. Assim, o presenteartigo teve como objetivo analisar a distribuição espacial das atividadesindustriais dentre os estados brasileiros no período de 1990 e 2016, tendo comovariável chave o emprego formal. Além de uma revisão da literatura sobre atemática verificando a dificuldade do setor industrial em se destacar frenteaos demais setores econômicos, utiliza-se como método de análise regional o Coeficientede Reestruturação e o Quociente Locacional. Estes indicadores permitiramconstatar a distribuição espacial do emprego formal, verificar especializaçõesprodutivas e mapear as possíveis mudanças locacionais das atividadesindustriais. Os principais resultados obtidos mostraram que a região Sudeste semanteve como região altamente industrializada, mesmo com o processo dereestruturação no qual o Brasil passou pós década de 1990. Além disso, osresultados do QL mostraram que São Paulo continua sendo o estado que maisconcentra emprego industrial, seguido por estados como Minas Gerais, Rio deJaneiro, Paraná, Santa Catarina e Rio Grande do Sul, no entanto as atividadesindustriais que esses estados foram especializados demonstra média-baixatecnologia, demonstrando que as atividades industriais brasileiras continuamatreladas a atividades mais tradicionais e com relação a atividades primárias.

Artigo:

Palavras-chave: Atividades Industriais. Emprego Formal. Estados Brasileiros. Especialização Produtiva Industrial. Análise Regional,

Palavras-chave: ,

DOI: 10.5151/enei2018-10

Referências bibliográficas
  • [1] ALVES, L. R.; FERRERA DE LIMA, J.; RIPPEL, R.; PIACENTI, C. A. O continuum, a localização do emprego e a configuração espacial do oeste do Paraná. Revista de História Econômica e Economia Regional Aplicada. vol. 1, n. 2. 2006. ALVES, L. R. Indicadores de localização, especialização e estruturação regional. In.: PIACENTI, C. A.; FERRERA DE LIMA, J. (Orgs.) Análise Regional: Metodologias e Indicadores. Curitiba, PR: Camões, 2012. CANO, W. Desequilíbrios regionais e concentração industrial no Brasil, 1930 – 1995. 2. ed. Campinas, SP: UNICAMP. IE, 1998. COMIN. A. A desindustrialização truncada: perspectivas do desenvolvimento econômico brasileiro. Tese de Doutorado IE/Unicamp, 2009. COSTA, J. S. (Org.). Compêndio de economia regional. APDR. Coimbra: Gráfica de Coimbra Lda., Lisboa, APDR, 2002. FERRERA DE LIMA, J.; ALVES, L. R.; PIFFER, M.; PIACENTI, C. A. Análise regional das mesorregiões do Estado do Paraná no final do século XX. Revista Análise Econômica. Ano 24, n. 46. 2006. FERRERA DE LIMA, J.; EBERHARDT, P. H. C.; GENTILI, D. C.; HECK, A. L. Mudanças estruturais da ocupação de mão de obra na economia regional do Sudoeste paranaense no início do século XXI. Urbe Revista Brasileira de Gestão Urbana, v. 1, n. 2. 2009. FILGUEIRAS, L. A Natureza do atual padrão de desenvolvimento brasileiro e o processo de desindustrialização. Relatório de Pesquisa. Centro Celso Furtado, Rio de Janeiro. 2012. HADDAD, P. R.; ANDRADE, T. A.; Métodos de Análise Regional. In: HADDAD, P. R. Org. Economia Regional: Teorias e Métodos de Análise. Fortaleza, Banco do Nordeste do Brasil. ETENE, 1989. INSTITUTO DE PESQUISA ECONÔMICA APLICADA - IPEA. Produtividade no Brasil nos anos 2000-2009. Comunicados do IPEA n. 133. 2012. Disponível em: < https://www.ipea.gov.br/portal/images/stories/PDFs/comunicado/120203_comunicadoipea133.pdf>. Acesso em: 20 set. 2017. LODDER, C. A. Padrões locacionais e desenvolvimento regional. Dissertação (Mestrado em Economia) Escola de Pós-Graduação em Economia (EPGE), do Instituto Brasileiro de Economia, da Fundação Getúlio Vargas. 197 MINISTÉRIO DO TRABALHO E EMPREGO - MTE. Dados e estatísticas da Relação Anual de Informações e Sociais (RAIS). RAIS Vínculos, 2017. Disponível em: < http://bi.mte.gov.br/bgcaged/rais.php>. Acesso em: 15 set. 2017. PACHECO, C. A. Fragmentação da nação. Campinas: Instituto de Economia/ UNICAMP, 1998. PIACENTI, C. A.; FERRERA DE LIMA, J. (Orgs.) Análise regional: Metodologias e Indicadores. Curitiba, PR: Camões, 2012. PIFFER, M. A dinâmica do Oeste paranaense: sua inserção na economia regional. Dissertação (Mestrado em Economia). Universidade Federal do Paraná – UFPR, 1997. ______. A teoria da base econômica e o desenvolvimento regional do Estado do Paraná no final do século XX. Tese (Doutorado em Desenvolvimento Regional). Universidade de Santa Cruz do Sul, 2009. POCHMANN, M. O trabalho na crise econômica no Brasil: primeiros sinais. Estudos Avançados, v. 23, n. 66. 2009. Disponível em: < http://www.revistas.usp.br/eav/article/view/10408/12117>. Acesso em: 19 set. 2017. SAMPAIO, D. P. A desindustrialização em marcha no Brasil. Revista da Sociedade Brasileira de Economia Política, São Paulo, nº 34, p. 33-55, 2013. Disponível em: < http://revista.sep.org.br/index.php/SEP/article/view/2/75>. Acesso em 19 out. 2017.
Como citar:

Silva, Ariana Cericatto da; "A reestruturação da indústria brasileira: uma análise locacional - 1990 a 2016", p. 167-178 . In: . São Paulo: Blucher, 2018.
ISSN 2357-7592, DOI 10.5151/enei2018-10

últimos 30 dias | último ano | desde a publicação


downloads


visualizações


indexações