Artigo completo - Open Access.

Idioma principal | Segundo idioma

A produção de sentido em S. – O navio de Teseu: o design de Paul Kepple e Antonio Rhoden

The production of meaning in S. - The Ship of Theseus: the design of Paul Kepple and Antonio Rhoden

Almeida, Christiane Camara de ; Nojima, Vera;

Artigo completo:

Esse artigo resultou da pesquisa de mestrado cujo tema abordou a construção da narrativa não-verbal imbricada na narrativa verbal em S. – O navio de Teseu, um livro de literatura cujo design diferenciado potencializa a produção de sentido. Em tempos multimidiáticos em que as tecnologias digitais são aperfeiçoadas a cada instante, informações verbais e não-verbais tornam-se mais acessíveis e híbridas, desintegrando limites. Neste cenário, o campo do design vem agregando novas disciplinas e práticas ampliando a área do conhecimento. O designer editorial passa então a explorar diferentes tecnologias e linguagens e a participar ativamente na produção de artefatos multissensoriais, tornando-se um agente indispensável por fornecer os aportes sensoriais e interativos aos textos. As narrativas construídas por todo esse processo têm importância distinta no discurso desses produtos. As entrevistas direcionadas com os designers de S.– O navio de Teseu, o americano Paul Kepple e o brasileiro Antonio Rhoden, constituem o foco deste texto e são fundamentais para o entendimento das diferentes expertises práticas e intelectuais de ambos. Kepple descreve o briefing, a relação com os clientes, as intenções comunicacionais e recursos utilizados. Rhoden revela o processo de imersão, intervenção e adaptação do livro, como resolveu manuscritos de diferentes personagens e problemas com os arquivos originais. O objetivo deste artigo é demonstrar como a expertise e as escolhas desses designers editoriais constroem narrativas multissensoriais, potencializando a produção de inferências e a imersão na leitura.

Artigo completo:

This article was the result of the master's research whose theme approached the construction of non-verbal narrative imbricated in the verbal narrative in S. The ship of Theseus, a book of literature whose differentiated design potentiates the production of meaning. In multi-media times where digital technologies are perfected at every turn, verbal and non-verbal information becomes more accessible and hybrid, disintegrating boundaries. In this scenario, the field of design has been adding new disciplines and practices, expanding the area of knowledge. The editorial designer then explores different technologies and languages and actively participates in the production of multisensory artifacts, becoming an indispensable agent for providing the sensorial and interactive contributions to texts. The narratives constructed throughout this process have different importance in the discourse of these products. The interviews with the designers of S.- The ship of Theseus, the American Paul Kepple and the Brazilian Antonio Rhoden, are the focus of this text and are fundamental for the understanding of the different practical and intellectual expertises of both. Kepple describes the briefing, the relationship with the clients, the communicational intentions and resources used. Rhoden reveals the process of immersion, intervention and adaptation of the book, how he solved manuscripts of different characters and problems with the original files. The purpose of this article is to demonstrate how the expertise and choices of these editorial designers build multisensory narratives, enhancing the production of inferences and immersion in reading.

Palavras-chave: Design; livro; narrativa não-verbal; S.; Paul Kepple; Antonio Rhoden,

Palavras-chave: Design; book; non-verbal narrative; S.; Paul Kepple; Antonio Rhoden,

DOI: 10.5151/9cidi-congic-3.0229

Referências bibliográficas
  • [1] Berman, A. (2014). JJ Abrams and the complex project. Retrieved agosto 2016, from Paper Specs: (https://www.paperspecs.com/caught-our-eye/s-by-jjabrams-complex-project/)
  • [2] Core, D. (2014). Core77designawards. Retrieved janeiro 2017, from CORE Design: http://www.core77designawards.com/2014/recipients/s/ (acessado em janeiro de 2017)
  • [3] Ferrara, L. (2001). Leitura sem palavras. Editora Ática.
  • [4] Carvalho, M. S. & Gamba Jr., N. (2012). Livro de imagem e palhaço mímico: narrativas sem palavras? – Dissertação de mestrado. Rio de Janeiro: PUC-Rio.
  • [5] Kepple, P. (2017, janeiro 30). O navio de Paul: entrevista por e-mail. (C. C. ALMEIDA, Interviewer)
  • [6] Linden, S. V. (2014). Para ler o livro ilustrado. Cosac Naify.
  • [7] Rhoden, A. (2016, setembro 27). O navio de Antonio: entrevista. (C. C. ALMEIDA, Interviewer)
  • [8] Rohtman, J. (2013, novembro 23). newyorker. Retrieved setembro 2016, from The story of S.: talking with JJ Abrams and Doug Dorst: http://www.newyorker.com/books/page-turner/the-story-of-s-talking-with-j-j-abrams-and-doug-dorst (acessado em 03/09/2016)
Como citar:

Almeida, Christiane Camara de ; Nojima, Vera; "A produção de sentido em S. – O navio de Teseu: o design de Paul Kepple e Antonio Rhoden", p. 1333-1346 . In: Anais do 9º CIDI | Congresso Internacional de Design da Informação, edição 2019 e do 9º CONGIC | Congresso Nacional de Iniciação Científica em Design da Informação. São Paulo: Blucher, 2019.
ISSN 2318-6968, DOI 10.5151/9cidi-congic-3.0229

últimos 30 dias | último ano | desde a publicação


downloads


visualizações


indexações