Artigo Completo - Open Access.

Idioma principal | Segundo idioma

A mediação semântica do papel em projetos editoriais: uma abordagem da Teoria da Atividade

Semantic mediation of paper on editorial projects: an Activity Theory approach

Souza, Eduardo A.; Oliveira, Gabriela A. F.; Campello, Silvio B.;

Artigo Completo:

Este artigo tem como objetivo discutir o livro enquanto objeto, sobretudo acerca do valor semântico do papel. Com conceitos fundamentais da Teoria da Atividade – à luz de Vigotski e Leontyev – e do estranhamento definido por Chklovski, observou-se que a utilização do papel contribuiu para uma experiência estética que alterou a percepção habitual do livro. Utilizamos os livros A Fera na Selva, de Henry James e Na Noite Escura, de Bruno Munari – edições da Cosac Naify que utilizam o papel como elemento semântico – para observar a leitura e entrevistar nove não-especialistas. O artigo propõe, por fim, aprofundar a atenção à forma do livro como um dos meios pelos quais o projeto gráfico significa, concedendo autonomia à forma.

Artigo Completo:

This paper aims to discuss the book as object, mainly the semantic value of paper. With fundamental concepts of Theory of Activity – as from Vygotsky and Leontyev – and with estrangement as defined by Shklovsky, we noted that this use of paper aided a aesthetic experience that altered the habitual perception of book. We used Henry James'' A Fera na Selva and Bruno Munari''s Na Noite Escura – editions from Cosac Naify that use paper as semantic element – to observe the reading and interview nine non-specialists. The paper argues, at last, to deepen the attention to the form of the book as one of the mediums by which the editorial project signifies, conceding autonomy to form

Palavras-chave: design editorial, papel, mediação, teoria da atividade, estranhamento,

Palavras-chave: editorial design, paper, mediation, activity theory, estrangement,

DOI: 10.5151/designpro-CIDI2015-cidi_91

Referências bibliográficas
  • [1] BLUNDEN, A. 2012. An interdisciplinary Theory of Activity. Chicago: Haymarket Book.
  • [2] ERLICH, V. 1993. Russian Formalism. In: PREMINGER, A. Andamp; BROGAN, T. V. F. The New Princeton Encyclopedia of Poetry and Poetics. Princeton, New Jersey: Princeton University Press.
  • [3] CHARTIER, R. 1998. A aventura do livro: do leitor ao navegador. São Paulo: UNESP.
  • [4] CHKLOVSKI, Viktor. Art as Technique. In: Andlt; http://web.fmk.edu.rs/files/blogs/2010-11/MI/Misliti_film/Viktor_Sklovski_Art_as_Technique.pdfAndgt;, 17/04/2015.
  • [5] GUIMARÃES, M. L.199 From Aesthetics to Psychology: Notes on Vygotsky’s Psychology of Art. In: Anthropology 6 Education Quarterly 26 (4), pp. 410-424. Illinois, Springfield: American Anthropological Association, University of Illinois.
  • [6] _____________. 2000. A psicologia da arte e os fundamentos da teoria histórico-cultural do desenvolvimento humano. In: Interações, vol. V, N. 9, Jan-Jun, 2000. pp. 73-81, Universidade São Marcos, Brasil.
  • [7] KEMPINSKA, O. G. 2010. O estranhamento: um exílio repentino da percepção. In: Gragoatá, Niterói, N. 29.
  • [8] KOTHE, F. R. 1977. Estranho estranhamento (ostranenie). In: Suplemento Literário de Minas Gerais da Imprensa Oficial. Belo Horizonte, 20 agosto de 1977.
  • [9] LYONS, M. 2011. Livro: uma história viva. São Paulo: Editora Senac São Paulo.
  • [10] MIALL, D. S. Andamp; KUIKEN, D. 1994. Foregrounding, defamiliarization, and affect: Response to literary stories. In: Poetics, 22, 389-407. University of Alberta.
  • [11] NOGUEIRA, A. 2013. Teoria do estranhamento. In: 6th Information Design International Conference (CIDI 2013). Blucher Design Proceedings May 2014 , Vol. 1, Num. 2 Andlt; www.proceedings.blucher.com.br/evento/cidiAndgt;.
  • [12] VIGOTSKI, L. S. 1984. A formação social da mente – O desenvolvimento de processos psicológicos superiores. 6a edição. São Paulo: Martins Fontes.
  • [13] WERTSCH, J. V. 1993. Voices of the mind – A sociocultural approach to mediated action. Cambridge: Harvard University Press.
Como citar:

Souza, Eduardo A.; Oliveira, Gabriela A. F.; Campello, Silvio B.; "A mediação semântica do papel em projetos editoriais: uma abordagem da Teoria da Atividade", p. 91-101 . In: . In: C. G. Spinillo; L. M. Fadel; V. T. Souto; T. B. P. Silva & R. J. Camara (Eds). Anais do 7º Congresso Internacional de Design da Informação/Proceedings of the 7th Information Design International Conference | CIDI 2015 [Blucher Design Proceedings, num.2, vol.2]. São Paulo: Blucher, 2015.
ISSN 2318-6968, ISBN: 978-85-8039-122-0
DOI 10.5151/designpro-CIDI2015-cidi_91

últimos 30 dias | último ano | desde a publicação


downloads


visualizações


indexações