Artigo completo - Open Access.

Idioma principal | Segundo idioma

A imagem na educação infantil: análise gráfica de ilustrações em livros didáticos infantis de Português do Ensino Fundamental

The image in elementary education: a graphic analysis of illustrations in children's Portuguese textbooks in elementary schools

Aguiar, Marcos Durant de; Freire, Verônica Emilia Campos; Coutinho, Solange;

Artigo completo:

Este artigo trata do uso de imagens em livros didáticos de Português para os anos iniciais do Ensino Fundamental brasileiro. Discute sobre o uso da imagem na Educação infantil, considerando seu contexto nos livros didáticos. No que se refere ao conteúdo imagético desse artefato, conforme a teoria da Semiótica Social, é necessário compreendê-lo como um meio de significação e representação das diversas situações sociais e contextos culturais e não apenas como um modo complementar da linguagem gráfica verbal. Apresenta uma análise gráfica de 25 ilustrações pelo modelo de Goldsmith (1984) que tiveram sua compreensão testada por crianças, em pesquisas anteriores. Os resultados desta análise gráfica confirmaram os resultados dos testes de compreensão e demonstram a predominância de elementos relacionados à forma das imagens que culminaram nos problemas encontrados. Uma outra análise gráfica foi conduzida à luz da teoria Gramática do Design Visual (GDV) de Kress & van Leuween (2006), considerando os elementos que compõem as imagens (cores, formas, texturas, hierarquia, posição, etc.). Os resultados apontam que estes elementos podem ser vistos como formas de interação entre os produtores da imagem (ilustradores, designers, editores, autores) e os seus usuários (educandos e demais membros da comunidade escolar) denotando escolhas de significado que podem não estar em sintonia com o contexto e os usos sociais do grupo em questão. Conclui ressaltando a importância da linguagem gráfica para a educação no âmbito do design da informação.

Artigo completo:

This article addresses the use of images in Portuguese textbooks during the first years of elementary school, and discusses their use in elementary education within the context of textbooks. According to the theory of social semiotics, the image content of this artefact should be understood as a means for signifying and representing a variety of social situations and cultural contexts, and not only as a complementary mode of verbal graphic language. A graphic analysis, using Goldsmith’s model (1984), is presented of 25 illustrations of which had been tested its understanding by children in previous research. The results of this graphic analysis confirmed the results reported in the tests for understanding the illustrations and demonstrate the predominance of elements related to the shape of the images that culminated in the problems encountered. A further graphic analysis was also conducted within the scope of Kress & van Leuween (2006) Grammar of Visual Design (GVD), considering the different elements that make up the images (colours, shapes, textures, hierarchy, position, etc.). The results indicated that these elements may be seen as forms of interaction between the image producers (illustrators, designers, editors, authors) and their users (learners and other members of the school community) denoting choices of meaning that may not be in tune with the context and social uses of the group in question. In conclusion, we highlight the importance of graphic language for education in the area of information design.

Palavras-chave: ilustração, educação infantil, multimodalidade, livro didático, análise gráfica,

Palavras-chave: illustration, elementary education, multimodality, textbooks, graphic analysis,

DOI: 10.5151/9cidi-congic-2.0028

Referências bibliográficas
  • [1] Brasil, (2017). BNCC do Ensino Fundamental: anos iniciais. Disponível em: http://basenacionalcomum.mec.gov.br/abase/#fundamental. Acesso em 12 abr. 2018.
  • [2] Bittencourt, C. (2008). Livro didático e saber escolar 1810-1910. Belo Horizonte: Autêntica.
  • [3] Calado, I. (1994). A utilização educativa das imagens. Portugal: Porto.
  • [4] Coutinho, S. G., & Freire, V. E. C. (2007). Design para Educação: uma avaliação do uso da imagem nos livros infantis de Língua Portuguesa. In: 15o Encontro Nacional da ANPAP - Arte: Limites e Contaminações, 2006, Salvador. Anais do 15o Encontro Nacional da ANPAP. Salvador: ANPAP/UNIFACS, v.2. p. 245-25
  • [5] Freire, V. E. C., & Coutinho, S. G. (2008). Design for educational artifacts: an evaluation of the use of images in young children’s workbooks in Brazil. In: Maria D. Avgerinou; Robert E. Griffin; Carla G. Spinillo (Org.). Visual Literacy beyond frontiers: information, culture and diversity. Selected Readings of the Intenational Visual Literacy Association. 1. ed. Pensylvania: Omni Press, IVLA, 2008, v.1, p.97-106.
  • [6] Goldsmith, E. (1984). Research into illustration: an approach and a review. Cambridge: Cambridge University Press.
  • [7] Halliday, M. Language as Social Semiotic: the social interpretation of language andmeaning. London: Edward Arnold, 1978.
  • [8] Kress, G.&; van Leeuwen, T. (2006). Reading images: the grammar of visual design. London: Routledge.
  • [9] Lencastre, L. (2003). Leitura: a compreensão de textos. Lisboa: Fundação Calouste Gulbenkian.
  • [10] Neiva Junior, E. (1994). A imagem. 2.ed. São Paulo: Ática.
  • [11] Secretaria de Educação Básica. (2006). Guia Nacional do livro didático 2007: Língua Portuguesa: séries/anos iniciais do ensino fundamental/Secretaria de Educação Básica. Brasília: Ministério da Educação, Secretaria de Educação Básica.
  • [12] Soares, M. (1998). Letramento: um tema de três gêneros. Belo Horizonte: Autêntica.
Como citar:

Aguiar, Marcos Durant de; Freire, Verônica Emilia Campos; Coutinho, Solange; "A imagem na educação infantil: análise gráfica de ilustrações em livros didáticos infantis de Português do Ensino Fundamental", p. 510-520 . In: Anais do 9º CIDI | Congresso Internacional de Design da Informação, edição 2019 e do 9º CONGIC | Congresso Nacional de Iniciação Científica em Design da Informação. São Paulo: Blucher, 2019.
ISSN 2318-6968, DOI 10.5151/9cidi-congic-2.0028

últimos 30 dias | último ano | desde a publicação


downloads


visualizações


indexações