Article - Open Access.

Idioma principal | Segundo idioma

A GESTÃO DO CUSTO DO CICLO DE VIDA NO DESENVOLVIMENTO DE PRODUTOS DE DEFESA NAS FORÇAS ARMADAS BRASILEIRAS

-

Duarte, Antonio Henrique; Santos, Andrea Cristina dos; , ;

Article:

A Estratégia Nacional de Defesa (END), inicialmente lançada em 2008 e revista em 2012, estabeleceu a necessidade de reestruturação da capacidade operativa das Forças Armadas destacando a importância da indústria nacional de defesa ser a grande provedora desses equipamentos o que levou a substituição das importações por equipamentos desenvolvidos dentro do próprio país gerando um grande espiral de desenvolvimento conjunto entre a indústria de defesa e as Forças Armadas. Grandes avanços na área de desenvolvimento de produtos dentro das Forças Armadas foram alcançados, entretanto áreas principais como a gestão de custos ainda enfrenta grandes desafios. Por ser o método de Custo baseado no Ciclo de Vida o mais adotado pelas Forças Militares ao redor do mundo para desenvolverem seus produtos de defesa, este artigo tem por objetivo analisar o panorama atual de normas e metodologias que tratem de Gestão de Ciclo de Vida e métodos de Cálculo do Custo do Ciclo Vida utilizados pelas Forças Armadas Brasileiras, fazendo um paralelo com as boas práticas internacionais a fim de identificar lacunas e oportunidades de melhorias.

Article:

-

Palavras-chave: Indústria de defesa; Custo do Ciclo de Vida; Gestão do Ciclo de Vida,

Palavras-chave: -,

DOI: 10.5151/cbgdp2019-41

Referências bibliográficas
  • [1] BERTI, A. Custos: uma estratégia de gestão. São Paulo.: Ícone, 2002.
  • [2] BOMFIM, E. DE A.; PASSARELLI, J. Custos e formação de preços. 4. ed. São Paulo.: Thomson, 2006.
  • [3] BORNIA, A. C. Análise Gerencial de Custos: Aplicação em empresas modernas. Porto Alegre: Bookman, 2010.
  • [4] BRASIL, E. Portaria no 233, de 15 março de 20116. Aprova as Instruções Gerais para a Gestão do Ciclo de Vida dos Sistemas e Materiais de Emprego Militar (EB10-IG-01.018).Brasília, 2016.
  • [5] BRASIL, E. O Exército Brasileiro em Transformação. Revista do Escritório de Projetos do Exército, v. 1, p. 44, 2018.
  • [6] BRASIL, F. A. DCA 400- CICLO DE VIDA DE SISTEMAS E MATERIAIS DA AERONÁUTICA. Ministério da Defesa Comando da Aeronáutica. Brasília, 2007.
  • [7] BRASIL, F. A. NPA/DFC/70: Atribuições da Subdivisão de Análise de Custos. Brasília, 2014.
  • [8] BRASIL, M. DA D. Política Nacional de Defesa (PND) e a Estratégia Nacional de Defesa (END). 2o Edição ed. Brasília: Ministério da Defesa, 2012.
  • [9] BRASIL, M. DA D. Projetos estratégicos. ASCOM ed. Brasília: [s.n.].
  • [10] BRUNI, A. L.; FAMÁ, R. Gestão de custos e formação de preço: com aplicações na calculadora HP 12C e Excel. São Paulo.: Atlas, 2008.
  • [11] DUTRA, R. G. Custos: uma abordagem prática. São Paulo.: Atlas, 2003.
  • [12] ELLRAM, L. M. A taxonomy of total cost of ownership models. Journal of Business Logistics; ABI/INFORM Global, v. 15, n. 1, p. 191, 1994.
  • [13] GUERREIRO, R.; MEGLIORINI, E. A percepção dos gestores sobre fatores competitivos nas empresas produtoras de bens de capital sob encomendas: um estudo exploratório. In: 3o Seminário USP de Contabilidade. Anais...São Paulo.: 2003
  • [14] NAKAGAWA, M. Gestão Estratégica de Custos. São Paulo.: Atlas, 1991.
  • [15] NATO, N. A. T. O. TR-SAS-054: Methods and Models for Life Cycle CostingNeuilly, 2007.
  • [16] NATO, N. A. T. O. AAP-48: Nato System Life Cycle ProcessesNeuilly, 2013.
  • [17] NATO, N. A. T. O. AAP-20: Programme Management Framewok (NATO Life Cycle Model)Neuilly, 2015.
  • [18] PMI, P. M. I. Practice standard for project estimating. Atlanta: Project Management Institute, Inc., 2011.
  • [19] ROBLES JR, A. Contribuição ao Estudo da Gestão e Mensuração de Custos da Qualidade, no Contexto da Gestão Estratégica de Custos, Tese de Doutoramento. FEAUSP, 1992.
  • [20] SANTOS, J. J. DOS. Análise de custos: remodelado com ênfase para sistema de custeio marginal, relatórios e estudos de casos. 4. ed. São Paulo.: Atlas, 2005.
  • [21] TYAGI, S., ET AL. Value stream mapping to reduce the lead-time of a product development process. International Journal of Production Economics, p. 160, 2015.
  • [22] WHITE, G. E. AND O. Life cycle costing”, Management Accounting. [s.l: s.n.].
  • [23] WILSON, R. M. S. Cost Control Handbook. 2. ed. Londres: A Gower Handbook, 1983.
  • [24] WOODWARD, D. Life cycle costing – theory, information acquisition and application. International Journal of Project Management, v. 15, p. 335, 1997.
Como citar:

Duarte, Antonio Henrique; Santos, Andrea Cristina dos; , ; "A GESTÃO DO CUSTO DO CICLO DE VIDA NO DESENVOLVIMENTO DE PRODUTOS DE DEFESA NAS FORÇAS ARMADAS BRASILEIRAS", p. 546-559 . In: Anais do 12º Congresso Brasileiro de Inovação e Gestão de Desenvolvimento de Produto. São Paulo: Blucher, 2019.
ISSN 2357-7592, DOI 10.5151/cbgdp2019-41

últimos 30 dias | último ano | desde a publicação


downloads


visualizações


indexações