Artigo - Open Access.

Idioma principal | Segundo idioma

A evolução do apoio à inovação tecnológica no setor de máquinas e equipamentos brasileiro nos anos 2000: uma análise a partir da Pesquisa de Inovação (PINTEC)

Technological innovation and public policies in the Brazilian machinery and equipment sector: an analysis based on the Innovation Survey (PINTEC)

Almeida, Karina Palmieri de; Botelho, Marisa dos Reis Azevedo;

Artigo:

O objetivo deste artigo é analisar os aspectos que concernem à evolução da inovação tecnológica no setor de máquinas e equipamentos no Brasil, bem como comparar a evolução das atividades inovativas das empresas deste setor que foram beneficiadas vis-à-vis as não beneficiadas pelos programas de apoio do governo à inovação. Para tanto, utilizaram-se os dados disponíveis de seis edições da PINTEC (2003, 2005, 2008, 2011, 2014 e 2017), além de outros que foram obtidos de uma tabulação especial elaborada pelo IBGE. Os resultados obtidos indicam que houve efeitos positivos das políticas industriais e de C,T&I dos anos 2000 para o setor de máquinas e equipamentos. Portanto, as atividades inovativas das empresas do setor analisado foram potencializadas pelos diversos instrumentos de apoio do governo e evoluíram favoravelmente em comparação às empresas não beneficiadas. Algumas debilidades dos programas de apoio a esse setor também foram identificadas pelos dados sistematizados neste estudo.

Artigo:

The objective of this paper is to analyze the aspects concerning the evolution of technological innovation in the machinery and equipment sector, as well as to compare the evolution of innovative activities of companies that have benefited from those not benefited by the government's innovation support programs. For this purpose, we used the data available from the five editions of the PINTEC (2003, 2005, 2008, 2011, 2014 and 2017), in addition to others that were obtained through a special tabulation prepared by IBGE. The results obtained show positive effects of the industrial and S,T&I policies of the 2000s for the machinery and equipment sector. Therefore, the innovative activities of companies in the analyzed sector were strengthened by the various government support instruments and have evolved favorably in comparison with companies that have not benefited. Some weaknesses of the support programs for this sector were also identified by the data systematized in this study.

Palavras-chave: Inovação; Políticas industriais; Setor de máquinas e equipamentos; PINTEC,

Palavras-chave: Innovation; Industrial policies; Machinery and equipment sector; PINTEC,

DOI: 10.5151/vi-enei-805

Referências bibliográficas
  • [1] AREND, M. (2015) A industrialização do Brasil ante a nova divisão internacional do trabalho, Texto para discussão 2105, nstituto de Pesquisa Econômica Aplicada.- Brasília , julho de 2015
  • [2] BASTOS, C. et al.(2015) Rentabilidade, investimento e produtividade na indústria de transformação brasileira: 2000-2009. in Produtividade no Brasil: desempenho e determinantes, p. 209-254
  • [3] BIELSCHOWSKY, R.; SQUEFF, G. C.; VASCONCELOS, L. F. (2014) Evolução dos investimentos nas três frentes de expansão da economia brasileira na década de 2000. In: CALIXTRE, A. B.; BIANCARELLI, A. M.; CINTRA, M. A. M. (Ed.). Presente e futuro do desenvolvimento brasileiro. Brasília: IPEA, 2014, p. 135-194
  • [4] BONELLI, R; PINHEIRO, A.c.. (2012)Competitividade e Desempenho Industrial: Mais que Só o Câmbio. Estudos e Pesquisas Nº 432. XXIV Fórum Nacional
  • [5] BONELLI, R. (2011) “Investimento nos setores industriais brasileiros: determinantes microeconômicos e requisitos para o
  • [6] BRIGANTI, P. (2018) Análise dos indicadores de intensidade de P&D: entendendo os efeitos da estrutura industrial e dos gastos setoriais, Nova Economia,¬v.28 n.2 p.523-548 2018
  • [7] BUENO, A.; SARTI, F.(2019) "O esgotamento do crescimento brasileiro e o investimento em infraestrutura enquanto sustentador e indutor ". 18º Seminário de Diamantina , 19 a 23 de agosto de 2019
  • [8] CALLEGARI, J.; MELO, T. M.; CARVALHO, C. E. The peculiar insertion of Brazil into global value chains. Review of Development Economics, v. 22, n. 3, p. 1321–1342, ago. 2018
  • [9] CANO, W. (2012) A desindustrialização no Brasil. Economia e Sociedade, v. 21, n. Número Especial, p. 831-851,
  • [10] CARVALHO, P.A.L.; BRITTO, J. (2018) Produtividade e investimento no setor de bens de capital: uma análise do Brasil entre 1996 e 2013 III Encontro Nacional de Economia Industrial e Inovação (ENEI), Universidade Federal do Uberlândia, 2018
  • [11] CASSIOLATO, J. E.; FONTAINE, P. O papel das empresas transnacionais no sistema nacional de inovação brasileiro. In: CASSIOLATO, J. E.; PODCAMENI, M. G.; SOARES, M. C. C. (Ed.). Políticas estratégicas de inovação e mudança estrutural. Rio de Janeiro: Epapers, 2015. p. 233-262
  • [12] CHIARINI, T.; SILVA, A.L. G (2016). Comércio exterior brasileiro de acordo com a intensidade tecnológica dos setores industriais: notas sobre as décadas de 1990 e 2000, Nova Economia v.26 n.3 p.1007-1051 2016
  • [13] CONIN, A. (2009) A desindustrialização truncada perspectivas do desenvolvimento econômico brasileiro. Tese (Doutorado em Ciências Econômicas), Instituto de Economia da UNICAMP, Campinas, 2009
  • [14] COUTINHO, L. C. (1997) A especialização regressiva: um balanço do desempenho industrial pós-estabilização In: VELLOSO, J. P. R. (Org.). Brasil: Desafios de um país em transformação. Rio de Janeiro: José Olympio, 1997
  • [15] DIEGUES, A.C (2020) Os limites da contribuição da indústria ao desenvolvimento nos períodos Lula e Dilma: a consolidação de uma nova versão do industrialismo periférico?Texto para discussão 372, UNICAMP, Fevereiro 2020
  • [16] DIEGUES, A.C; ROSSI, C.G (2018) Além da desindustrialização: transformações no padrão de organização e acumulação da indústria em um cenário de ‘Doença Brasileira’ Texto para Discussão. Unicamp. IE, Campinas, n. 291, dez. 2018.
  • [17] FEIJÓ, C. A., CARVALHO, P. G. ; ALMEIDA, J. S. G. (2005), Ocorreu uma desindustrialização no Brasil?, Technical report, Instituto de Estudos para o Desenvolvimento Industrial
  • [18] FERRAZ, L.; GUTIERRE, L.; CABRAL, R. (2014) "A indústria brasileira na era das cadeias globais de valor", Prêmio CNI de Economia - 2014, 2o lugar
  • [19] FERREIRA, J.D.;E SCHNEIDER, M.B. " As cadeias globais de valor e a inserção da indústria brasileira", Revista Tecnologia e Sociedade, Curitiba, v. 11, n. 23, 2015
  • [20] FLIGENSPAN, F.B. (2019) indústria brasileira no período 2007-2014: perdas e ganhos num ambiente de baixo crescimento, Economia e Sociedade, Campinas, v. 28, n. 2 (66), p. 421-448, maio-agosto 2019.
  • [21] IEDI - Instituto de Estudos para o Desenvolvimento Industrial (2019) Indústria de Transformação: Investimento, Produtividade e Lucro. Carta IEDI - Edição 943. Publicado em: 16/08/2019
  • [22] IEL (2018). Indústria 2027: Riscos e oportunidades para o Brasil frente às inovações disruptivas: Síntese dos Resultados: Construindo o futuro da indústria brasileira. Brasilia: IEL/NC, 2018
  • [23] HIRATUKA, C.; SARTI, F. (2015) Transformações na estrutura produtiva global, desindustrialização e desenvolvimento industrial no Brasil: uma contribuição ao debate. Texto Para Discussão 255. Junho 2015, IE-UNICAMP
  • [24] HIRATUKA, C.; SARTI, F.(2017) Desempenho recente da indústria brasileira no contexto de mudanças estruturais domésticas e globais. Texto Para Discussão 290 Abril 2017 IE-UNICAMP
  • [25] CARVALHO,L.; KUPFER, D. (2011) 2011Diversificação ou especialização: uma análise do processo de mudança estrutural da indústria brasileira, Revista de Economia Política, vol. 31, nº 4 (124), pp. 618-637, outubro-dezembro/20
  • [26] KUPFER, D.(2018) A doença industrial brasileira Valor Econômico, v.20, n.4857, 14/10/2019. Opinião, p. A15
  • [27] KUPFER, D.(2012) “Industrialização e Desindustrialização no Brasil: Muito Além dos Números”, GIC-IE/UFRJ e BNDES - 28o. Fórum de Debates Brasiliana. São Paulo, 23.08.2012
  • [28] MARCONI, N.; ROCHA, I.L.; MAGACHO, G.R. (2016) Sectoral capabilities and productive structure: An input-output analysis of the key sectors of the Brazilian economy. Brazilian Journal of Political Economy, vol. 36, nº 3 (143), pp. 470-492, July-September/2016
  • [29] MARCONI, N.; ROCHA, M. Taxa de câmbio, comércio exterior e desindustrialização precoce – o caso brasileiro. Economia e Sociedade, v. 21, n. Número Especial, p. 853-888, 2012a.
  • [30] MARCONI, N.; ROCHA, M. Insumos importados e evolução do setor manufatureiro no Brasil. Brasília: IPEA, 2012b. (Texto para Discussão, n. 1780).
  • [31] MAGACHO, G. (2012) A indústria de bens de capital no Brasil: restrição externa e dependência tecnológica no ciclo dd crescimento recente. Dissertação (Mestrado) — Universidade Estadual de Campinas, 2012.
  • [32] MONTANHA, R. A. (2019) Análise comparativa das mudanças no coeficiente de importação: Brasil, China e Principais Blocos Econômicos no período 1995 - 2014, Tese de Doutorado, IE-UFRJ, 190pp
  • [33] MORCEIRO, P. (2018). A indústria brasileira no limiar do século XXI: uma análise da sua evolução estrutural, comercial e tecnológica. Tese (Doutorado)–Universidade de São Paulo, São Paulo.
  • [34] MORCEIRO, P.C.(2012) “Desindustrialização na economia brasileira no período 2000-2011: abordagens e indicadores”, Dissertação de Mestrado, Programa de Pós-Graduação em Economia, da Faculdade de Ciências e Letras – Unesp/Araraquara, 2012
  • [35] MORCEIRO, P.C. E GUILHOTO, J.J.M. (2020) " Adensamento produtivo e esgarçamento do tecido industrial brasileiro", Economia e Sociedade, Campinas, v. 29, n. 3 (70), p. 835-860, setembro-dezembro
  • [36] NASSIF, A.; FEIJÓ, C.; ARAÚJO, E. (2014) “What determined labour productivity in the Brazilian manufacturing industries in the 2000s?”, July 2014
  • [37] NASSIF , L.; TEIXEIRA, L.; ROCHA, F. (2015) Houve redução do impacto da indústria na economia brasileira no período 1996-2009? Uma análise das matrizes insumo-produto Economia e Sociedade, Campinas, v. 24, n. 2 (54), p. 355-378, ago. 2015
  • [38] NASSIF, A.; (2006) Há evidências de desindustrialização no Brasil?”, Textos para Discussão 108, IPEA , Brasília, julho 2006
  • [39] PASSONI, P.A.; FREITAS.F. (2017) Estrutura produtiva e indicadores de encadeamento na economia brasileira entre 2010 e 2014: uma análise multissetorial baseada no modelo insumo-produto, 45º Encontro Nacional de Economia, Natal, 2017
  • [40] SILVA, H.C.; CARIO, S.A.F. (21012). O processo de desindustrialização: uma avaliação sob a perspectiva da conomia brasileira (1990-2010). Anais do XV Encontro de Economia da Região Sul/Anpec Sul, Porto Alegre/RS.
  • [41] PEREIRA, A,J; DATHEIN, R. (2015) Multinacionais na indústria brasileira e o processo de desindustrialização . Textos para Discussão PPGE/UFRGS
  • [42] PEROBELLI, F.S.; BASTOS, S.Q.A.; OLIVEIRA, J.C. (2017) Avaliação sistêmica do setor industrial brasileiro: 1995-2009 Estud. Econ., São Paulo, vol.47, n.1, p.125-152, jan.-mar. 2017
  • [43] ROCHA, I.L.; MAGACHO, G.R MARCONI, N.; (2013) The capacity of primary sectors to promote economic development: An input-output analysis for the Brazilian economy. Mimeo
  • [44] SARTI, F. (2018) Sem indústria dinâmica e inovativa não há desenvolvimento in: O Brasil de amanhã . Jorge Mattoso e Ricardo Carneiro (organizadores). – São Paulo : Instituto Lula: Fundação Perseu Abramo, 2018.
  • [45] SARTI, F.; HIRATUKA, C.. (2011). Desenvolvimento industrial no Brasil: oportunidades e desafios futuros. Campinas: Unicamp. IE. (Texto para Discussão, n. 187).
  • [46] TORRES, R.L; CAVALIERI,H. (2015) Uma crítica aos indicadores usuais de desindustrialização no Brasil. Revista de Economia Política, vol. 35, nº 4 (141), pp. 859-877, outubro-dezembro/2015
Como citar:

Almeida, Karina Palmieri de; Botelho, Marisa dos Reis Azevedo; "A evolução do apoio à inovação tecnológica no setor de máquinas e equipamentos brasileiro nos anos 2000: uma análise a partir da Pesquisa de Inovação (PINTEC)", p. 956-976 . In: Anais do VI Encontro Nacional de Economia Industrial e Inovação (ENEI): “Indústria e pesquisa para Inovação: novos desafios ao desenvolvimento sustentável”. São Paulo: Blucher, 2022.
ISSN 2357-7592, DOI 10.5151/vi-enei-805

últimos 30 dias | último ano | desde a publicação


downloads


visualizações


indexações