Dezembro 2020 vol. 7 num. 3 - VIII Simpósio de Engenharia de Produção

Artigo completo - Open Access.

Idioma principal | Segundo idioma

A ELASTICIDADE – RENDA DA DEMANDA DO SETOR PRIVADO DO ENSINO SUPERIOR PRESENCIAL NO BRASIL

A ELASTICIDADE – RENDA DA DEMANDA DO SETOR PRIVADO DO ENSINO SUPERIOR PRESENCIAL NO BRASIL

Oliveira, Alexandre; Cardoso, Cristiane Heleodoro; Santos, Daiane Rodrigues dos; Matos, Ludmila Santana de Azevedo; Bezerra, Waldemar A. das Chagas;

Artigo completo:

O presente artigo analisou a elasticidade-renda da demanda com base nos dados do Censo do Ensino Superior e do Rendimento Médio da população Brasileira, com o intuito de demonstrar como a renda familiar influencia substancialmente no número de alunos matriculados do ensino superior Privado do País, nesse sentido, segundo Vasconcelos (2011), é de grande contribuição essa análise, pois, mediante aos resultados obtidos será possível a elaboração do planejamento empresarial do setor, ou seja, projetar as matrículas futuras, com base no crescimento da renda do País. O Ensino superior Brasileiro registrou um notório crescimento a partir dos anos 90, explicado pelas mudanças ocorridas na Lei de Diretrizes e Bases da Educação (LDB) de 1996, mudanças essas que possibilitaram a ampliação do setor privado, em mais de 500%, desde a década 80 até o ano de 2018. Com o designo de garantir a sustentabilidade econômica dessa expansão, via setor privado, o Governo criou o Fundo de Financiamentos Estudantil (FIES) e o Programa Universidade para Todos (Prouni), programas esses que facilitaram a entrada das famílias de baixa renda no ensino Superior Privado.

Artigo completo:

O presente artigo analisou a elasticidade-renda da demanda com base nos dados do Censo do Ensino Superior e do Rendimento Médio da população Brasileira, com o intuito de demonstrar como a renda familiar influencia substancialmente no número de alunos matriculados do ensino superior Privado do País, nesse sentido, segundo Vasconcelos (2011), é de grande contribuição essa análise, pois, mediante aos resultados obtidos será possível a elaboração do planejamento empresarial do setor, ou seja, projetar as matrículas futuras, com base no crescimento da renda do País. O Ensino superior Brasileiro registrou um notório crescimento a partir dos anos 90, explicado pelas mudanças ocorridas na Lei de Diretrizes e Bases da Educação (LDB) de 1996, mudanças essas que possibilitaram a ampliação do setor privado, em mais de 500%, desde a década 80 até o ano de 2018. Com o designo de garantir a sustentabilidade econômica dessa expansão, via setor privado, o Governo criou o Fundo de Financiamentos Estudantil (FIES) e o Programa Universidade para Todos (Prouni), programas esses que facilitaram a entrada das famílias de baixa renda no ensino Superior Privado.

Palavras-chave: Ensino Superior, Ensino Presencial, Renda, Universidade Privada.,

Palavras-chave: Ensino Superior, Ensino Presencial, Renda, Universidade Privada.,

DOI: 10.5151/viisimep-315800

Referências bibliográficas
  • [1] A Lei de Diretrizes e Bases da Educação Brasileira (LDB 9394/96). Disponível em:
  • [2] Acesso em: 20 de outubro de 2019.
  • [3] Agência IBGE Notícias. Rendimento Médio de todos os trabalhos (2016-2017).Disponível em:
  • [4] Acesso
  • [5] em: 07 de novembro de 2019.
  • [6] Agência IBGE Notícias. Rendimento Médio de todos os trabalhos (2018). Disponível em: <
  • [7] https://agenciadenoticias.ibge.gov.br/agencia-sala-de-imprensa/2013-agencia-de-noticias/releases/25700-pnadcontinua-2018-10-da-populacao-concentram-43-1-da-massa-de-rendimentos-do-pais >Acesso em: 07 de
  • [8] novembro de 2019.
  • [9] Associação Brasileira de Mantenedoras de Ensino Superior (ABMES). Fies Termina Ano Com O Menor
  • [10] Número De Novos Contratos Desde 20 Disponível em:
  • [11] Acesso em: 30 de setembro de 2019.
  • [12] BARROS, Ricardo Paes de; FRANCO, Samuel; MENDONÇA, Rosane. A recente queda da desigualdade e o
  • [13] acelerado progresso educacional brasileiro da última década. Rio de Janeiro, IPEA, Texto para Discussão, n°
  • [14] 1304, setembro/2007 Disponível em:< http://repositorio.ipea.gov.br/bitstream/11058/1439/1/TD_1304.pdf>
  • [15] Acesso em: 29 de setembro de 2019.
  • [16] BENOIT, Kenneth. Linear Regression Models with Logarithmic Transformations. Methodology
  • [17] Institute,London School of Economics. March,2011. Disponível em:
  • [18] Acesso em: 30 de setembro de 2019.
  • [19] Cálculo deflácionario pelo Indíce Nacional de Preços ao Consumidor (INPC). Disponível em: <
  • [20] https://calculoexato.com.br/parprima.aspx?codMenu=FinanAtualizaIndice>. Acesso em: 07 de novembro de
  • [21] 2019.
  • [22] DURHAM, E. R. Uma política para o ensino superior brasileiro: diagnóstico e proposta. São Paulo:
  • [23] Universidade de São Paulo; Nupes, 1998. 66p. (Documento de Trabalho Nupes n. 1/98).
  • [24] Fundo de Financiamento Estudantil (FIES). Disponível em: < http://fies.mec.gov.br/> Acesso em: 07 de
  • [25] outubro de 2019.
  • [26] GUJARATI, D. N.; PORTER, D. C. Econometria básica. 5. ed. Porto Alegre: AMGH, 2011. 924 p.
  • [27] HERNÁNDEZ HUERTA, José Luis. La rivolta studentesca brasiliana del '68. Considerazioni a partire
  • [28] dalla stampa quotidiana. In: TODARO, Letterio. Pedagogia, istanze di emancipazione trasformazioni
  • [29] dell’immaginario educativo tra gli anni ’60 e ’70 del Novecento. Roma, 2017.
  • [30] IBGE Brasil em síntese: rendimento de todos os trabalhos (2007-2015). disponível
  • [31] em: Acesso em: 07 de
  • [32] novembro de 2019.
  • [33] IBGE | Séries Estatísticas & Séries Históricas : Rendimento médio mensal de todos os trabalhos (1981-2007).
  • [34] Disponível em:
  • [35] Acesso em: 07 de novembro de 2019.
  • [36] JARDIM, Tânia. Destinos (im)prováveis: a formação em serviço social transformando trajetórias. 1 ed.-Rio
  • [37] de Janeiro, 2018.
  • [38] LANGONI, C. Distribuição de renda e desenvolvimento econômico no Brasil. 3ª ed. Rio de Janeiro: FGV,
  • [39] 2005.
  • [40] LAPPONI, J. C. Estatística usando Excel 5 e 7. São Paulo: Lapponi, 1997
  • [41] MARTINS, 2002 Antonio Carlos Pereira Martins. Ensino superior no Brasil: da descoberta aos dias atuais
  • [42] em Acta Cirúrgica Brasileira, 17 (3) (2002), pp. 04-06, São Paulo
  • [43] NAGLE, A., 1974 ─ Educação e Sociedade na Primeira República. S.P. EPU ─ Editora Pedagógica
  • [44] Universitária Ltda. e Editora da Universidade de São Paulo.
  • [45] NEVES, Clarissa; MARTINS, Carlos; 2014. Disponível em:
  • [46] Acesso em:
  • [47] 25 de outubro 2019.
  • [48] NORONHA, João. Fórum Nacional das IES Católicas. Setor de Educação no Brasil. Disponível em: <
  • [49] http://anec.org.br/wp-content/uploads/2018/08/Financiamento-Santander-1.pdf> Acesso em: 25 outubro 2019.
  • [50] NUNES, Edson de Oliveira. Educação Superior no Brasil: estudos, debates, controvérsias, Rio de Janeiro:
  • [51] Garamond, 2012. História UFRJ. Disponível em: < https://ufrj.br/historia>. Acesso em: 25 outubro 2019.
  • [52] Programa Universidade para todos – Prouni. Disponível em: < http://prouniportal.mec.gov.br/o-programa>
  • [53] Acesso em: 07 de outubro de 2019.
  • [54] SAMPAIO, HELENA. Documento de Trabalho 8/91: Evolução do ensino superior Brasileiro 1808-1990.
  • [55] Núcleo de Pesquisas sobre o ensino Superior da Universidade de São Paulo.1991
  • [56] SAMPAIO, HELENA. Ensino superior no Brasil: O setor privado. São Paulo. FAPESP, 2000.
  • [57] SAMPAIO, HELENA. O setor privado de ensino superior no Brasil: continuidades e transformações.
  • [58] Ensino Superior: Campinas: Unicamp, 2011.
  • [59] SANTOS, C. M. A.; Estatística Descritiva – Manual de auto-aprendizagem; Edições Sílabo; 2007.
  • [60] SAVIANI, Dermeval. A expansão do ensino superior no Brasil: Mudanças e continuidades. Poíesis
  • [61] pedagógica, v. 8, n.2, p. 4-17, 2010.
  • [62] Sinopses Estatísticas da Educação Superior - Graduação. Disponível em:
  • [63] . Acesso em: 07 outubros de
  • [64] 2019.
  • [65] SOUSA, J. V. O ensino superior privado no Distrito Federal: uma análise de sua recente expansão (1995-
  • [66] 2001). 2003. 279f. Tese (Doutorado) – Universidade de Brasília, Brasília, 2003.
  • [67] TACHIBANA, Thiago Yudi et al. Policy Paper, n. 14, dez .2015. Disponível em:
  • [68] . Acesso em: 28 outubro
  • [69] 2019.
  • [70] VASCONCELLOS, Marco Antonio Sandoval de. Economia: Micro e Macro: Teoria e exercícios, glossário
  • [71] com 300 principais conceitos econômicos. -5. Ed.- São Paulo: Atlas, 2011.
Como citar:

Oliveira, Alexandre; Cardoso, Cristiane Heleodoro; Santos, Daiane Rodrigues dos; Matos, Ludmila Santana de Azevedo; Bezerra, Waldemar A. das Chagas; "A ELASTICIDADE – RENDA DA DEMANDA DO SETOR PRIVADO DO ENSINO SUPERIOR PRESENCIAL NO BRASIL", p. 2185-2198 . In: Anais do VIII Simpósio de Engenharia de Produção . São Paulo: Blucher, 2020.
ISSN 2357-7592, DOI 10.5151/viisimep-315800

últimos 30 dias | último ano | desde a publicação


downloads


visualizações


indexações