Artigo - Open Access.

Idioma principal

A dimensão regional da desindustrialização brasileira: uma contribuição ao debate nacional

Pereira, Wallace Marcelino; Cario, Silvio Antonio Ferraz; Amaral, Pedro Vasconcelos Maia do; Golgher, André Braz;

Artigo:

O artigo atenta que nos estudos sobredesindustrialização, a dimensão regional tem sido pouco abordada. Parapreencher essa lacuna constrói-se um indicador simples denominado Índice deDesindustrialização Relativa Regional - IDRR, e realiza-se aplicações porregião natural, e UFs do Sul e Sudeste. Os resultados obtidos por meio doindicador sugerem a existência de desindustrialização relativa setorial eregional, com destaque para a região Sudeste. As regiões Sul e Centro Oesteapresentaram taxas de desempenho positivo significativas para os setores demédia alta intensidade tecnológica, ao passo que, para as regiões Norte eNordeste o indicador apontou a existência de um desempenho positivo parasetores de baixo valor agregado.

 

Artigo:

Palavras-chave: Economia regional, Desindustrialização, Desenvolvimento econômico ,

Palavras-chave: ,

DOI: 10.5151/enei2018-09

Referências bibliográficas
  • [1] AREND, M. A industrialização do Brasil ante a nova divisão internacional do trabalho. In: IPEA. Presente e Futuro: desafios ao desenvolvimentismo brasileiro. IPEA, 2014. BACHA, E. L.; BONELLI, R. Uma interpretação das causas da desaceleração econômica do Brasil. Revista de economia política, v. 25, n. 3, p. 163-189, 2005. BACHA, E. Integrar para crescer: o Brasil na economia mundial. A política econômica do governo Dilma: a volta do experimentalismo, p. 106, 2013. BERRIEL, T; BONOMO, M; CARVALHO, C. Diversificação da economia e desindustrialização. O Futuro da Indústria no Brasil: Desindustrialização em Debate, Civilização Brasileira, 2013. BONELLI, R; PINHEIRO, A. C. Competitividade e desempenho industrial: mais que só câmbio. XXIV Fórum Nacional Rumo ao Brasil Desenvolvido (2012). BONELLI, Regis; PESSOA, Samuel de Abreu. Desindustrialização no Brasil: um resumo da evidência. 2010. BONELLI, R; PESSOA, S; MATOS, S. Desindustrialização no Brasil: fatos e interpretação. O futuro da indústria no Brasil: desindustrialização em debate. Rio de Janeiro: Civilização Brasileira, p. 201-225, 2013. BOTELHO, M. R. A; SOUSA, G. F; AVELLAR, A. P. M. A incidência desigual do processo de desindustrialização nos estados brasileiros. In: XVI Seminário de Diamantina, 2014, Diamantina. Anais do XVI Seminário de Diamantina, 2014. BRESSER-PEREIRA, L. C.; MARCONI, N. Existe Doença Holandesa no Brasil? IV Fórum de Economia da Fundação Getúlio Vargas. 2008. BRESSER-PEREIRA, L. C; e MARCONI, N. Doença holandesa e desindustrialização. Valor Econômico 25 (2009). BRESSER-PEREIRA, L. C. Maldição dos recursos naturais. Folha de S. Paulo, v. 6, n. 06, 2005. BRESSER-PEREIRA, L. C. The value of the exchange rate and the Dutch disease. Revista de Economia Política, v. 33, n. 3, p. 371-387, 2013. BRESSER-PEREIRA, L. C. Uma escola de pensamento keynesiano-estruturalista no Brasil?. Revista de Economia Política, v. 31, n. 2, p. 305-314, 201 BRESSER-PEREIRA, L. C; GALA, P. Macroeconomia estruturalista do desenvolvimento. Revista de Economia Política, v. 30, n. 4, p. 663-686, 2010. BRESSER-PEREIRA, L. C; MARCONI, N; OREIRO, J. L. A doença holandesa. Globalização e competição: por que alguns países emergentes têm sucesso e outros não. Rio de Janeiro: Elsevier, p. 141-171, 2009a. BRESSER-PEREIRA, L. C; NAKANO, Y. Crescimento econômico com poupança externa?. Revista de economia política, v. 23, n. 2, p. 3-27, 2003. CANO, W. Industrialização e (Sub) desenvolvimento. Cadernos de Desenvolvimento, CICEF, Rio de Janeiro, v. 9, n. 15, p. 139-175, 2014. CANO, W. Industrialização, desindustrialização e políticas de desenvolvimento. Revista Faac, v. 1, n. 2, p. 155-164, 201 CARNEIRO, R. Impasses do desenvolvimento brasileiro: a questão produtiva. Textos para Discussão, Campinas: IE/UNICAMP, n. 153, nov. 2008. CARNEIRO, R. Velhos e novos desenvolvimentismos. Economia e Sociedade, v. 21, n. 4, p. 749-778, 2012. CARNEIRO, R. Desenvolvimento em crise: a economia brasileira no último quarto do século XX. Unesp, 2002. COMIN, A. A desindustrialização truncada: perspectivas do desenvolvimento econômico brasileiro. 2009. 271 f. Tese (Doutorado) – Programa de Pós-Graduação em Economia, Universidade Estadual de Campinas, Campinas, 2009. CUNHA, A. M; LÉLIS, M. T. C; BICHARA, J. S. Brazil as a mirror of China: new trends after the global financial crisis. Revista de Economia Contemporânea, v. 16, n. 2, p. 208-236, 2012. CUNHA, A. M; LELIS, CAPUTI, M. T; FLIGENSPAN, F. B. Desindustrialização e comércio exterior: evidências recentes para o Brasil. Revista de Economia Política, v. 33, n. 3, p. 463-485, 2013. FEIJÓ, C. A.; CARVALHO, P. GM; ALMEIDA, J. S. G. Ocorreu uma desindustrialização no Brasil. São Paulo: IEDI, 2005. FEIJÓ, C. OLIVEIRA, D. “Mudanças estruturais na economia brasileira e seus impactos sobre a evolução da produtividade na indústria de transformação pós- 1990” In: AZEVEDO, A.F; FEIJÓ, C; CORONEL, D.A. (orgs). A Desindustrialização Brasileira. Editora Unisinos, São Leopoldo. 2013. FERRAZ, J. C; KUPFER, D; HAGUENAUER, L. Made in Brazil: desafios competitivos para a indústria. Rio de janeiro: Campus, p. 386, 1995. FISHLOW, A. Origens e consequências da substituição de importações: 40 anos depois. O Futuro da Indústria no Brasil: desindustrialização em debate. Rio de Janeiro: Civilização Brasileira, p. 23-44, 2013. FURTADO, C. Desenvolvimento e subdesenvolvimento. Rio de Janeiro: Fundo de Cultura, 196 KALDOR, N. Causes of the slow rate of economic growth of the United Kingdom. Cambridge University Press. 1966. LAPLANE, M; SARTI, F. Prometeu Acorrentado: o Brasil na indústria mundial no início do século XXI. Política Econômica em Foco, n. 7, p. 271-291, 2006. LAZZARINI, S. G; JANK, M. S; INOUE, C. F. K. Commodities no Brasil: maldição ou bênção. O futuro da indústria no Brasil: desindustrialização em debate. Rio de Janeiro: Civilização Brasileira, p. 201-225, 2013. MALAN, P. Prefácio. In: BACHA, E; DE BOLLE, M. B. (org). O Futuro da indústria no Brasil: a desindustrialização em debate. Rio de Janeiro: Ed. Civilização Brasileira, 2013. OREIRO, J. L; FEIJÓ, C. A. Desindustrialização: conceituação, causas, efeitos e o caso brasileiro. Revista de economia política, v. 30, n. 2, p. 219-232, 2010. PALMA, J. G. Quatro fontes de “desindustrialização” e um novo conceito de “doença holandesa”. Trabalho apresentado na Conferência de Industrialização, Desindustrialização e Desenvolvimento, organizada pela FIESP e IEDI. Centro Cultural da FIESP, 28 de Agosto de 2005. PALMA, J. G. De-industrialization, premature de-industrialization and the Dutch Disease. In: DURLAUF, S. N.; BLUME, L. E. (org.), The New Palgrave Dictionary of Economics. Second Edition. Palgrave Macmillan. 2008. PEREIRA, W. M. Mudança estrutural e Desindustrialização na Região do Sul do Brasil: um estudo comparado. 227 f. Dissertação (Mestrado) - Programa de Pós-Graduação em Economia, Universidade Federal de Santa Catarina, Florianópolis, 2016. PASTORE, A. GAZZANO, M. PINOTTI. Por que a produção industrial não cresce desde 2010. In: BACHA, E. BOLLE, M. O futuro da indústria no Brasil: desindustrialização em debate. Rio de Janeiro: Civilização Brasileira, p. 121- 156, 2013. ROWTHORN, R.; RAMASWAMY, R. Deindustrialization: causes and implications. International Monetary Fund, Staff Studies for the Economic Outlook, pp.61-77, December, 1997. ROWTHORN, R. e COUTTS, K. Commentary: Deindustrialisation and the balance of payments in advanced economies. Cambridge Journal of Economics. vol. 28, no. 5, 767–790. 2004. ROWTHORN, R.; RAMASWAMY, R. Growth, trade, and deindustrialization. IMF Staff papers, p. 18-41, 1999. SAMPAIO, D. P, Desindustrialização e estruturas produtivas regionais no Brasil. 2009. 256 f. Tese (Doutorado) – Programa de Pós-Graduação em Economia, Universidade Estadual de Campinas, Campinas, 2015. SARTI, F.; HIRATUKA, C., Desenvolvimento industrial no Brasil: oportunidades e desafios futuros. Campinas: IE. Unicamp, 201 SILVA, H. C. O processo de desindustrialização: uma avaliação sob a perspectiva da economia brasileira (1990-2010). 157 f. Dissertação (Mestrado) – Programa de Pós-Graduação em Economia, Universidade Federal de Santa Catarina, Florianópolis, 2012. SIMÕES, Rodrigo et al. Métodos de análise regional e urbana: diagnóstico aplicado ao planejamento. Belo Horizonte: Cedeplar/UFMG, 2005. THIRWALL, A.P. The nature of economic growth. Edward Elgar: Aldershot. 2002. TREGENNA, F. Characterising deindustrialisation: An analysis of changes in manufacturing employment and output internationally. Cambridge Journal of Economics, v. 33, n. 3, p. 433-466, 2009. TORRES, Ricardo Lobato; DA SILVA, Henrique Cavalieri. Uma crítica aos indicadores usuais de desindustrialização no Brasil. Revista de Economia Política, v. 35, p. 4, 2015. UNCTAD. World Development Report. Genebra, 2003.
Como citar:

Pereira, Wallace Marcelino; Cario, Silvio Antonio Ferraz; Amaral, Pedro Vasconcelos Maia do; Golgher, André Braz; "A dimensão regional da desindustrialização brasileira: uma contribuição ao debate nacional", p. 157-166 . In: . São Paulo: Blucher, 2018.
ISSN 2357-7592, DOI 10.5151/enei2018-09

últimos 30 dias | último ano | desde a publicação


downloads


visualizações


indexações