Dezembro 2020 vol. 8 num. 5 - Colóquio Internacional de Design 2020

Artigo completo - Open Access.

Idioma principal | Segundo idioma

A Coisa, o Objeto e o Lixo

The stuff, the object, and the waste

Maximo, Fabio Henrique Dias; Vaz, Greice Rejane Moraes; Silva, Sérgio Antônio;

Artigo completo:

O lixo poderia ser considerado uma ‘coisa artificial’? Seria um objeto que outrora carregado designificados se tornou insignificante ao ser humano e perdeu o valor? Pensando nos descartes dosobjetos e da incapacidade de encontrarmos um novo sentido ou significado para ele em nossas vidas,este artigo buscou definir o lixo não somente como algo descartado de nosso uso

Artigo completo:

The waste could be considered an 'artificial thing'? Would it be an object were full ofmeanings, has become insignificant to human beings and has lost its value? By thinking aboutdisposal of objects and the inability of finding a new sense or meaning for it in our lives, this articleintends to define garbage not only as something disposable from our daily use, but also as somethingexpendable from our feelings and which will probably return to a state of nature

Palavras-chave: Coisa; Objeto; Lixo; Artificial; Natural,

Palavras-chave: Stuff; Object; Waste; Artificial; Natural,

DOI: 10.5151/cid2020-02

Referências bibliográficas
  • [1] BAUMAN, Z. Vida para consumo. Tradução Carlos Alberto Medeiros. Rio de Janeiro: Zahar, 2008.
  • [2] BRAGA, C. H. F. O devir das coisas: uma etnografia dos fluxos vitais dos resíduos sólidos da indústria naval da cidade de Rio Grande/RS. 2016. Dissertação (Mestrado em Antropologia) – Programa de Pós-Graduação em Antropologia, Universidade Federal de Pelotas, Pelotas, 2016.
  • [3] CANCLINI, N. G. Consumidores e Cidadãos: conflitos multiculturais da globalização. Rio de Janeiro: Editora UFRJ, 1995.
  • [4] CARDOSO, R. Design para um mundo complexo. São Paulo: Ubu Editora, 2016. E-book
  • [5] DOHMANN, M. A experiência material: a cultura do objeto. In: DOHMANN, M. (org.). A experiência material: A cultura do objeto. Rio de Janeiro: Rio Books, 2013. p. 31–46.
  • [6] FLUSSER, V.; CARDOSO, R. (org.). O mundo codificado: por uma filosofia do design e da comunicação. Tradução Raquel Abi-Sâmara. São Paulo: Ubu, 2017.
  • [7] FORTY, A. Objetos de desejo - design e sociedade 1750. Tradução Pedro Maia Soares. São Paulo: Cosac Naify, 200
  • [8] INGOLD, T. Trazendo as coisas de volta à vida: emaranhados criativos num mundo de materiais. Horizontes Antropológicos, v. 18, n. 37, p. 25–44, 2012.
  • [9] LIPOVETSKY, G.; SERROY, J. A estetização do mundo: viver na era do capitalismo artista. Tradução Eduardo Brandão. São Paulo: Companhia Das Letras, 2014. E-book
  • [10] MANZINI, E. Design para a inovação social e sustentabilidade: comunidades criativas, organizações colaborativas e novas redes projetuais. Tradução Carla Cipolla. Rio de Janeiro: epapers, 2008. v. 1
  • [11] MEGIDO, V. F. (org.). A revolução do design: conexões para o século XXI. São Paulo: Gente, 2016. E-book
  • [12] MILLER, D. Trecos, troços e coisas: estudos antropológicos sobre a cultura material. Tradução Renato Aguiar. Rio de Janeiro: Zahar, 2013.
  • [13] MOLES, A. A. Teoria dos objetos. Tradução Luiza Lobo. Rio de Janeiro: Edições Tempo Brasileiro, 1981.
  • [14] REIS, F. P. DOS; SANTOS JUNIOR, J. M. DOS; LOBO, F. DE A. S. Entre design e arte: o objeto ressignificado. In: SIMPÓSIO INTERNACIONAL INTERDISCIPLINAR EM CULTURA E SOCIEDADE, 3., 2020, Maranhão. Anais [...]. Maranhão: Universidade Federal do Maranhão, 2020. Disponível em: https://www.academia.edu/43272682/Entre_design_e_arte_o_objeto_ressignificado
  • [15] STOUT, D. Contos de um neurocientista da idade da pedra. Scientific American Brasil, p. 24–31, maio 2016.
  • [16] SUDJIC, D. A linguagem das coisas. Tradução Adalgisa Campos da Silva. Rio de Janeiro: Intrínseca, 2008.
  • [17] TAMBINI, M. O design do século. 2. ed. São Paulo: Ática, 2004.
  • [18] TAMMELA, J. Designer. O ser criativo, o ser inovador. In: MEGIDO, V. F. (org.). A revolução do Design: conexões para o século XXI. São Paulo: Gente, 2016. E-book
  • [19] TRIGUEIRO, A. Mundo Sustentável: abrindo espaço na mídia para um planeta emtransformação. São Paulo: Globo, 2005.
Como citar:

Maximo, Fabio Henrique Dias; Vaz, Greice Rejane Moraes; Silva, Sérgio Antônio; "A Coisa, o Objeto e o Lixo", p. 15-25 . In: Anais do Colóquio Internacional de Design 2020. São Paulo: Blucher, 2020.
ISSN 2318-6968, DOI 10.5151/cid2020-02

últimos 30 dias | último ano | desde a publicação


downloads


visualizações


indexações