Artigo Completo - Open Access.

Idioma principal

“Você nos livrará da tirania de William Shakespeare?” - Hamlet na HQ Kill Shakespeare

Dudalski, Sirlei Santos;

Artigo Completo:

As peças de William Shakespeare têm sido infinitamente adaptadas para as mais diversas mídias. Sabe-se que a história das adaptações e apropriações colocam em questão a bardolatria, uma vez que proporcionam a desmistificação do conceito de autoria. Inúmeros são os quadrinhos que adaptam, citam ou ao menos fazem alusão ao autor, para mencionarmos somente este tipo de arte sequencial. Kill Shakespeare é uma história em quadrinhos canadense escrita por Anthony Del Col e Conor McCreary e ilustrada por Andy Belanger que vem sendo publicada desde 2010. A HQ dialoga intensamente com várias peças shakespearianas, apresentando uma miscelânea de personagens e citações provindas da obra do bardo. Nela, ninguém menos do que Hamlet, chamado de shadow king, é o escolhido para acabar com a tirania de Shakespeare, porém há personagens que consideram Shakespeare um grande herói, e até mesmo um Deus. No presente trabalho, pretende-se analisar a saga da personagem Hamlet na HQ Kill Shakespeare, inspirada naquela que é a mais famosa e admirada peça do drama inglês, levando em conta a especificidade da mídia em que está inserida e suas relações com o texto-fonte, conhecido detentor de grande autoridade cultural.

Artigo Completo:

Palavras-chave: Teatro, Literatura, Quadrinhos, Intermidialidade, Hamlet,

Palavras-chave: ,

DOI: 10.5151/phypro-intermidialidade2014-008

Referências bibliográficas
  • [1] Bradley, Lynne. (2011). Graphic and novel: an interview with the creators of Kill Shakespeare. Retrieved from Andlt;http://www.canadianshakespeares.ca/i_killshakespeare.cfm.Andgt;
  • [2] Burt, Richard (Ed.). (2007). Shakespeares after Shakespeare: an Encyclopedia of the Bard in Mass Media and Popular Culture. 2 vols. Westport, Connecticut and London: Greenwood Press.
  • [3] Burt, Richard. (Ed.). (2002). Shakespeare after mass media. New York: Palgrave.
  • [4] Calvino, Italo. (2001). Por que ler os clássicos. Trad. Nilson Moulin. 7 reimpressão. São Paulo: Companhia das Letras.
  • [5] Castaldo, Annalisa. (2007). Fictions of Shakespeare and Literary Culture. In: Burt, Richard (Ed.). Shakespeares after Shakespeare: an Encyclopedia of the Bard in Mass Media and Popular Culture. 2 vols. Westport, Connecticut and London: Greenwood Press.
  • [6] Dudalski, Sirlei Santos. (2007). O ensino da dramaturgia shakespeariana no Brasil: realidade e perspectivas. 2007. Tese (Doutorado em Estudos Linguísticos e Literários em Inglês) – Faculdade de Filosofia, Letras e Ciências Humanas, Universidade de São Paulo.
  • [7] Garber, Marjorie. (2004). Shakespeare after all. New York: Anchor Books.
  • [8] Garber, Marjorie. (2008). Shakespeare and modern culture. New York: Anchor Books.
  • [9] Hutcheon, Linda. (2011). Uma teoria da adaptação. Tradução de André Cechinel. Florianópolis: UFSC.
  • [10] Marowitz, Charles. (1991). Recycling Shakespeare. New York: Applause. (The Applause Acting Series).
  • [11] Mccreary, Conor; Col Del, Anthony Andamp; Belanger, Andy. (2010). Kill Shakespeare. San Diego: IDW.
  • [12] Pereira, Leonardo V. M. Andamp; Dudalski, Sirlei S. (in press). Um quebra-cabeça de peças elisabetanas. In: Closel, Régis A. B.; Marin, Ronaldo (Orgs.).Shakespeare 450 Anos. São Paulo: Cena IV - Instituto Shakespeare Brasil.
  • [13] Prescott, Paul. (2010). Shakespeare and popular culture. In: Grazia, Margreta de; Wells, Stanley (Eds.). The New Cambridge Companion to Shakespeare. Cambridge: Cambridge University Press.
  • [14] “Press and Media”. Kill Shakespeare Official Website. Retrieved from Andlt;http://www.killshakespeare.com/press.htmlAndgt;.
  • [15] Shakespeare, William. (2005). The complete works. Oxford: Clarendon Press.
  • [16] Shaughnessy, Robert (Ed.) (2007). The Cambridge companion to Shakespeare and popular culture. Cambridge: Cambridge University Press.
  • [17] Thill, Scott. “Kill Shakespeare Comic puts the bard in a blender”. Retrieved from Andlt;http://www.wired.com/2010/04/Kill-Shakespeare/Andgt;.
  • [18] Williams, Raymond. (2007). Palavras-chave: um vocabulário de cultura e sociedade. Tradução de Sandra Guardini Vasconcelos. São Paulo: Boitempo.
Como citar:

Dudalski, Sirlei Santos; "“Você nos livrará da tirania de William Shakespeare?” - Hamlet na HQ Kill Shakespeare", p. 102-111 . In: Aguiar, Daniella; Queiroz, João (Eds.). Anais do 1º Congresso Internacional de Intermidialidade 2014 [=Blucher Arts Proceedings, v.1 n.1]. São Paulo: Blucher, 2015.
ISSN 2447-3332, DOI 10.5151/phypro-intermidialidade2014-008

últimos 30 dias | último ano | desde a publicação


downloads


visualizações


indexações