Artigo - Open Access.

Idioma principal

VALORIZAÇÃO DO TERRITÓRIO: UMA VIA PARA O DESIGN SUSTENTÁVEL NO MARANHÃO

Guimarães, Márcio James Soares; Lucca, André de Souza;

Artigo:

Este artigo tem por objetivo articular uma reflexão sobre as relações existentes entre a Economia Ecológica, a teoria do Decrescimento e as ações do Design para o território, apresentando características para a atuação do designer como agente provocador de mudanças de comportamento e de práticas sustentáveis na produção artesanal no contexto maranhense.

Artigo:

This article aims to articulate a reflection on the relationship between the Ecological Economics, the theory of degrowth and actions of Design for the territory, presenting features for the work of designer as agent provocateur behavior change and sustainable practices in production handmade in Maranhão context.

Palavras-chave: economia ecológica, decrescimento, design para o território, práticas sustentáveis, produção artesanal., ecological economics, degrowth,

Palavras-chave: ,

DOI: 10.5151/designpro-ped-00238

Referências bibliográficas
  • [1] AZEVEDO, Lucyana. CAVALCANTI, Virgínia. A relação entre o design e os Programas de Fomento ao Artesanato Brasileiro. Disponível em: www.acasa.org.br. Acesso em 28 ago. 2013.
  • [2] CAVALCANTI, Virgínia Pereira; ANDRADE, Ana Maria de; SILVA, Germannya D’Garcia Araújo. Design, sustentabilidade e artesanato: reflexões e práticas metodológicas. In: Design e sustentabilidade. Cadernos de estudos avançados em Design, Dijon De Moraes e Lia Krucken (org). Barbacena, MG: Ed.UEMG, 2009.
  • [3] DALY, H. e FARLEY, J. Economia Ecológica: Princípios e Aplicações. Lisboa: Instituto Piaget, 2008.
  • [4] GEORGESCU-ROEGEN, Nicholas. O decrescimento Entropia, Ecologia, Economia. São Paulo: SENAC, 2008.
  • [5] KAZAZIAN, T. Haverá a Idade das Coisas Leves: design e desenvolvimento sustentável. São Paulo: Senac, 200
  • [6] KRUCKEN, Lia. Design e Território: valorização de identidades e produtos locais. São Paulo: Studio Nobel, 2009.
  • [7] LAKATOS, E. M.; MARCONI, M. A. Metodologia Científica. 2ª edição. São Paulo: Atlas 1995.
  • [8] LATOUCHE, Serge. Pequeno Tratado do Decrescimento Sereno. São Paulo: Editora WMF, 2009.
  • [9] LUCCA, André de Souza. Design Participativo para a Valorização da Produção do Território. In: 10o CONGRESSO BRASILEIRO DE PESQUISA E DESENVOLVIMENTO EM DESIGN - PAndamp;D DESIGN, 2012, São Luís. Anais. São Luís: UFMA, 2012.
  • [10] MANZINI, Ezio. Design para a inovação social e sustentabilidade: comunidades criativas, organizações colaborativas e novas redes projetuais. Rio de Janeiro: e-Papers, 2008.
  • [11] MANZINI, E.; VEZZOLI, C. O desenvolvimento de produtos sustentáveis. Os requisitos ambientais dos produtos industriais. São Paulo: EDUSP, 2005.
  • [12] MORIN, Edgard. Introdução ao pensamento complexo. Porto Alegre: Sulina, 2000. ORGANIZAÇÃO DAS NAÇÕES UNIDAS PARA A EDUCAÇÃO, A CIÊNCIA E CULTURA –
  • [13] UNESCO (1997). Final Report - International Symposium on Crafts and International Markets. Manila, Filipinas: Ed. WTO.
  • [14] SACHS, Ignacy. Primeiras Intervenções. In: Dilemas e desafios do desenvolvimento sustentável no Brasil. Elimar Pinheiro do Nascimento e João Nildo Vianna. (org.). Rio de Janeiro: Garamond, 2009.
  • [15] THACKARA, J. Plano B: O design e as alternativas viáveis em um mundo complexo. São Paulo: Saraiva, 2008.
Como citar:

Guimarães, Márcio James Soares; Lucca, André de Souza; "VALORIZAÇÃO DO TERRITÓRIO: UMA VIA PARA O DESIGN SUSTENTÁVEL NO MARANHÃO", p. 1959-1967 . In: Anais do 11º Congresso Brasileiro de Pesquisa e Desenvolvimento em Design [= Blucher Design Proceedings, v. 1, n. 4]. São Paulo: Blucher, 2014.
ISSN 2318-6968, DOI 10.5151/designpro-ped-00238

últimos 30 dias | último ano | desde a publicação


downloads


visualizações


indexações